Plantão

21 out 19 | 16h27 Por André Krüger

MP requer condenação de adolescente que atirou e feriu com arma de fogo em cobrança de dívida

Decisão foi proferida na última sexta-feira, dia 18, durante Audiência de Instrução e Julgamento.

MP requer condenação de adolescente que atirou e feriu com arma de fogo em cobrança de dívida
Imprimir

O Ministério Público requereu a condenação e a manutenção do sistema de internação de adolescente que disparou contra uma pessoa dentro de um estabelecimento comercial em uma suposta cobrança de dívidas, em Concórdia. A solicitação foi feita na tarde da última sexta-feira, dia 18, durante Audiência de Instrução e Julgamento, ocorrida no Fórum da Comarca de Concórdia.


O adolescente está sendo processado por duas tentativas de homicídio qualificadas, ameaça e porte de arma. Além da condenação, o MP solicita que a internação provisória seja convertida para definitiva junto ao Casep.


Conforme o promotor de Justiça, Marco de Martino, "adolescentes que cometem atos infracionais violentos e hediondos não podem acreditar que, pelo fato de serem menores de idade, ficarão impunes. Além disso, a sociedade de Concórdia precisa ser protegida", conclui.


Depois dessa decisão do MP, a expectativa agora é pela sentença pelo Judiciário local.


O crime aconteceu no dia 24 do mês passado. O jovem armado entrou em um estabelecimento para cobrar uma dívida do proprietário. Nisso, entrou o irmão do rapaz, percebeu a ação e entrou em luta corporal com o adolescente, que efetuou três disparos contra a vítima, sendo que dois atingiram a cabeça do rapaz, que sobreviveu.


O adolescente foi apreendido uma semana depois dos fatos.

21 out 19 | 16h27 Por André Krüger

MP requer condenação de adolescente que atirou e feriu com arma de fogo em cobrança de dívida

Decisão foi proferida na última sexta-feira, dia 18, durante Audiência de Instrução e Julgamento.

MP requer condenação de adolescente que atirou e feriu com arma de fogo em cobrança de dívida

O Ministério Público requereu a condenação e a manutenção do sistema de internação de adolescente que disparou contra uma pessoa dentro de um estabelecimento comercial em uma suposta cobrança de dívidas, em Concórdia. A solicitação foi feita na tarde da última sexta-feira, dia 18, durante Audiência de Instrução e Julgamento, ocorrida no Fórum da Comarca de Concórdia.


O adolescente está sendo processado por duas tentativas de homicídio qualificadas, ameaça e porte de arma. Além da condenação, o MP solicita que a internação provisória seja convertida para definitiva junto ao Casep.


Conforme o promotor de Justiça, Marco de Martino, "adolescentes que cometem atos infracionais violentos e hediondos não podem acreditar que, pelo fato de serem menores de idade, ficarão impunes. Além disso, a sociedade de Concórdia precisa ser protegida", conclui.


Depois dessa decisão do MP, a expectativa agora é pela sentença pelo Judiciário local.


O crime aconteceu no dia 24 do mês passado. O jovem armado entrou em um estabelecimento para cobrar uma dívida do proprietário. Nisso, entrou o irmão do rapaz, percebeu a ação e entrou em luta corporal com o adolescente, que efetuou três disparos contra a vítima, sendo que dois atingiram a cabeça do rapaz, que sobreviveu.


O adolescente foi apreendido uma semana depois dos fatos.