Plantão

12 jun 19 | 9h34 Por Rádio Aliança

Motociclista tem morte cerebral confirmada e família autoriza doação de órgãos

Vítima havia sofrido acidente no fim de semana e teve o diagnóstico de morte confirmado nas últimas horas.

Motociclista tem morte cerebral confirmada e família autoriza doação de órgãos
Imprimir

Paulo Henrique Montibeller, de 48 anos, que sofreu queda de moto na noite de domingo, dia 02, na SC-150 em Lacerdópolis não resistiu aos ferimentos. Ele estava em coma no Hospital Universitário Santa Terezinha de Joaçaba (HUST). Nesta terça-feira (11) foi confirmada a morte cerebral. A pedido dele em vida, a família concordou com a doação de órgãos.

 

O acidente aconteceu na comunidade de Santa Bárbara quando Paulo retornava para Catanduvas onde residia. Populares o encontraram caído na beira da pista e com vários ferimentos. Os Bombeiros realizaram os primeiros socorros, sendo que no caminho a ambulância do SAMU procedeu os primeiros atendimentos médicos durante a condução ao Hospital.

 

A equipe médica do SAMU informou que Paulo apresentava dificuldade respiratória, sangramento do nariz e do ouvido e TCE (Traumatismo Crânio Encefálico).

 

"A família expressa sua profunda gratidão aos anônimos que o encontraram e acionaram o socorro, a toda equipe de socorristas, aos policiais e a toda equipe do HUST pelo atendimento profissional e humanitário", destaca a irmã Elizangela.

 

(Fonte: Rádio Capinzal)

12 jun 19 | 9h34 Por Rádio Aliança

Motociclista tem morte cerebral confirmada e família autoriza doação de órgãos

Vítima havia sofrido acidente no fim de semana e teve o diagnóstico de morte confirmado nas últimas horas.

Motociclista tem morte cerebral confirmada e família autoriza doação de órgãos

Paulo Henrique Montibeller, de 48 anos, que sofreu queda de moto na noite de domingo, dia 02, na SC-150 em Lacerdópolis não resistiu aos ferimentos. Ele estava em coma no Hospital Universitário Santa Terezinha de Joaçaba (HUST). Nesta terça-feira (11) foi confirmada a morte cerebral. A pedido dele em vida, a família concordou com a doação de órgãos.

 

O acidente aconteceu na comunidade de Santa Bárbara quando Paulo retornava para Catanduvas onde residia. Populares o encontraram caído na beira da pista e com vários ferimentos. Os Bombeiros realizaram os primeiros socorros, sendo que no caminho a ambulância do SAMU procedeu os primeiros atendimentos médicos durante a condução ao Hospital.

 

A equipe médica do SAMU informou que Paulo apresentava dificuldade respiratória, sangramento do nariz e do ouvido e TCE (Traumatismo Crânio Encefálico).

 

"A família expressa sua profunda gratidão aos anônimos que o encontraram e acionaram o socorro, a toda equipe de socorristas, aos policiais e a toda equipe do HUST pelo atendimento profissional e humanitário", destaca a irmã Elizangela.

 

(Fonte: Rádio Capinzal)