Plantão

19 mai 22 | 18h14 Por André Krüger

Duas vítimas de acidente na SC 154 permanecem internadas no Hospital São Francisco

Tratam-se das idosas, de 88 e 67 anos, que estavam em um dos veículos envolvidos em colisão frontal, na noite da quarta-feira, dia 18

Duas vítimas de acidente na SC 154 permanecem internadas no Hospital São Francisco
Imprimir

Permanecem internadas, mas em leito de enfermaria, duas idosas envolvidas em colisão fronal na SC 154, em Ipumirim, na noite da quarta-feira, dia 18. Tratam-se das mulheres de 88 e 67 anos, que ocupavam um dos veículos. A informação foi obtida juntamente com a assessoria de comunicação da unidade hospitalar. Conforme informado pela Aliança FM, elas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros de Ipumirim, apresentando suspeita de fraturas


No outro carro estavam outras duas pessoas, uma mulher de 37 anos e uma criança de quatro anos. Elas também foram encaminhadas para avaliação médica no HSF, mas foram liberadas.


De acordo com informações obtidas pela Aliança FM, a informação inicial apontava que a criança teria sofrido traumatismo craniano. Ela foi liberada do HSF tão logo recebeu resultado da tomografia, que não apontou lesões graves.

19 mai 22 | 18h14 Por André Krüger

Duas vítimas de acidente na SC 154 permanecem internadas no Hospital São Francisco

Tratam-se das idosas, de 88 e 67 anos, que estavam em um dos veículos envolvidos em colisão frontal, na noite da quarta-feira, dia 18

Duas vítimas de acidente na SC 154 permanecem internadas no Hospital São Francisco

Permanecem internadas, mas em leito de enfermaria, duas idosas envolvidas em colisão fronal na SC 154, em Ipumirim, na noite da quarta-feira, dia 18. Tratam-se das mulheres de 88 e 67 anos, que ocupavam um dos veículos. A informação foi obtida juntamente com a assessoria de comunicação da unidade hospitalar. Conforme informado pela Aliança FM, elas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros de Ipumirim, apresentando suspeita de fraturas


No outro carro estavam outras duas pessoas, uma mulher de 37 anos e uma criança de quatro anos. Elas também foram encaminhadas para avaliação médica no HSF, mas foram liberadas.


De acordo com informações obtidas pela Aliança FM, a informação inicial apontava que a criança teria sofrido traumatismo craniano. Ela foi liberada do HSF tão logo recebeu resultado da tomografia, que não apontou lesões graves.