Opinião

12 fev 21 | 7h01

Muito discurso, pouca ação. A população quer o problema resolvido!!

Muito discurso, pouca ação. A população quer o problema resolvido!!
Imprimir

Um ano acaba, outro inicia, e nossa região continua carente de atitudes em alguns setores. Falo sobre obras que dependem do Governo do Estado. Há muito tempo alguns problemas são levados no papo. Entra governo, sai governo, e por aqui, ficam as mesmas demandas, empurradas com a “barriga do discurso”.


Cansamos de ouvir que a revitalização e duplicação da SC-283, entre Concórdia e Chapecó, vai sair do papel. “Ah, já tem projeto”. Cansamos de ouvir que a rodovia entre Capinzal e Piratuba vai ser revitalizada. “Agora vai andar, o projeto foi licitado”. Cansamos de ouvir que a SC-469, que é a principal via de acesso a Alto Bela Vista, vai ser revitalizada. “O projeto será licitado em breve, mas ainda não foi”.


São discursos que ouvimos há anos de autoridades do Estado e o que vimos até agora, foram no máximo, as tradicionais medidas paliativas. O tapa-buraco, o ajuste, a melhora da sinalização, que até amenizam as situações, mas obras que resolvam definitivamente, nada! Sim, obras públicas são demoradas, dependem de uma burocracia enorme, de licitação do projeto, licitação dos serviços, contratação de empresa e por aí vai... Mas faz tempo que aguardamos estas demandas que cito aqui!


A vez da ponte:

O mais novo discurso, sobre um velho problema, é o de que “técnicos estarão no local para avaliar o problema”. Falo da famosa ponte que fica SC-154, sobre o Rio Jacutinga em Arabutã. Esta ponte é a principal ligação entre os municípios do Vale da Produção, Arabutã, Lindóia do Sul e Ipumirim. E adivinhem, amigos, mais uma vez está apresentando problemas na estrutura, principalmente na cabeceira, que voltou a ceder depois das últimas chuvas.


Mas qual a novidade? Essa ponte apresenta problemas há muito tempo. Técnicos já estiveram no local! E aí? Medidas paliativas, medidas paliativas e paliativas.... Resultado, o problema está aí, mais uma vez. Coitados dos prefeitos, os que passaram e os que estão chegando. Bora lá implorar por ações efetivas do Governo do Estado. Mas, vamos acompanhar e ver quais as próximas medidas. Se forem só as paliativas, até eu que não entendo nada de engenharia, sei que em breve os problemas voltam a aparecer! E aí? Qual será o discurso da vez?


Ah, e antes que me perguntem.. “E as obras realizadas?”. Respondo... Obrigado pelas obras realizadas, os cidadãos merecem, e claro, pagam por elas!





Cristiano Mortari
Conexão Regional

Outras publicações

12 fev 21 | 7h01 Por Cristiano Mortari

Muito discurso, pouca ação. A população quer o problema resolvido!!

Muito discurso, pouca ação. A população quer o problema resolvido!!

Um ano acaba, outro inicia, e nossa região continua carente de atitudes em alguns setores. Falo sobre obras que dependem do Governo do Estado. Há muito tempo alguns problemas são levados no papo. Entra governo, sai governo, e por aqui, ficam as mesmas demandas, empurradas com a “barriga do discurso”.


Cansamos de ouvir que a revitalização e duplicação da SC-283, entre Concórdia e Chapecó, vai sair do papel. “Ah, já tem projeto”. Cansamos de ouvir que a rodovia entre Capinzal e Piratuba vai ser revitalizada. “Agora vai andar, o projeto foi licitado”. Cansamos de ouvir que a SC-469, que é a principal via de acesso a Alto Bela Vista, vai ser revitalizada. “O projeto será licitado em breve, mas ainda não foi”.


São discursos que ouvimos há anos de autoridades do Estado e o que vimos até agora, foram no máximo, as tradicionais medidas paliativas. O tapa-buraco, o ajuste, a melhora da sinalização, que até amenizam as situações, mas obras que resolvam definitivamente, nada! Sim, obras públicas são demoradas, dependem de uma burocracia enorme, de licitação do projeto, licitação dos serviços, contratação de empresa e por aí vai... Mas faz tempo que aguardamos estas demandas que cito aqui!


A vez da ponte:

O mais novo discurso, sobre um velho problema, é o de que “técnicos estarão no local para avaliar o problema”. Falo da famosa ponte que fica SC-154, sobre o Rio Jacutinga em Arabutã. Esta ponte é a principal ligação entre os municípios do Vale da Produção, Arabutã, Lindóia do Sul e Ipumirim. E adivinhem, amigos, mais uma vez está apresentando problemas na estrutura, principalmente na cabeceira, que voltou a ceder depois das últimas chuvas.


Mas qual a novidade? Essa ponte apresenta problemas há muito tempo. Técnicos já estiveram no local! E aí? Medidas paliativas, medidas paliativas e paliativas.... Resultado, o problema está aí, mais uma vez. Coitados dos prefeitos, os que passaram e os que estão chegando. Bora lá implorar por ações efetivas do Governo do Estado. Mas, vamos acompanhar e ver quais as próximas medidas. Se forem só as paliativas, até eu que não entendo nada de engenharia, sei que em breve os problemas voltam a aparecer! E aí? Qual será o discurso da vez?


Ah, e antes que me perguntem.. “E as obras realizadas?”. Respondo... Obrigado pelas obras realizadas, os cidadãos merecem, e claro, pagam por elas!