Opinião

09 jun 21 | 6h20

Massocco intensifica agenda e ouve bases para decidir sobre candidatura

Massocco intensifica agenda e ouve bases para decidir sobre candidatura
Imprimir

O vice-prefeito de Concórdia, Edílson Massocco, colocou o pé na estrada e está ouvindo suas bases políticas para decidir, conjuntamente, sobre uma candidatura a deputado Estadual por Concórdia e Amauc em 2022. Nas últimas semanas, o dinâmico e trabalhador político, fez várias visitas aos municípios da região para consultar correligionários do PL (prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças partidárias) a respeito do convite que recebeu do senador Jorginho Melo – presidente estadual da sigla – para ser um dos próximos representantes do Alto Uruguai Catarinense na Alesc. E ele tem feito assim: pela manhã e à tarde, cumpre sua missão e seus compromissos de vice-prefeito em Concórdia; à noite, realiza agenda nos municípios da Amauc!


Na região, para se ter uma ideia mais clara da força do PL, o partido conta com sete prefeitos e 28 vereadores, tendo apresentado um crescimento eleitoral de 600% nas Eleições de 2020. “Estamos ouvindo as pessoas. A Amauc merece a renovação”, afirmou recentemente Edílson Massocco. Ele entende que se o senador Jorginho Melo acabar sendo candidato a governador em 2022, é praticamente “uma obrigação” colocar o nome à disposição do pleito na condição de candidato à Assembleia Legislativa. A decisão oficial, porém, será comunicada no ano que vem, mais próximo do vencimento dos prazos eleitorais.


Nos últimos dias Massocco entregou emendas parlamentares do senador Jorginho Melo e da deputada federal Carmem Zanotto aos municípios de Concórdia, Arabutã, Ipumirim, Xavantina, Irani, Peritiba e Presidente Castello Branco. Até o final de julho, serão entregues R$ 8 milhões em emendas a diversos municípios da região. “Minha meta é entregar às cidades da microrregião R$ 12 milhões em emendas”, ressaltou.


O fato é que, com seu trabalho, seus muitos contatos e suas estratégias inteligentes, Massocco caminha a passos largos e firmes para eleger-se deputado Estadual na Eleição do ano que vem. Quem conhece o mínimo possível de política sabe que uma campanha dessa grandeza exige longo planejamento e ações antecipadas. Uma vitória à Alesc determina um trabalho com bastante antecedência, grupos leais e engajados, investimento financeiro, e, por fim – mas lá no fim mesmo -, um pouquinho de sorte. Nesse sentido, Massocco está fazendo muito bem o dever de casa, pavimentando com abnegada dedicação sua ascensão ao Parlamento Catarinense. Até o momento, está fazendo tudo certo!


Lúcio Mauro
Passando a limpo

09 jun 21 | 6h20 Por Lúcio Mauro

Massocco intensifica agenda e ouve bases para decidir sobre candidatura

Massocco intensifica agenda e ouve bases para decidir sobre candidatura

O vice-prefeito de Concórdia, Edílson Massocco, colocou o pé na estrada e está ouvindo suas bases políticas para decidir, conjuntamente, sobre uma candidatura a deputado Estadual por Concórdia e Amauc em 2022. Nas últimas semanas, o dinâmico e trabalhador político, fez várias visitas aos municípios da região para consultar correligionários do PL (prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças partidárias) a respeito do convite que recebeu do senador Jorginho Melo – presidente estadual da sigla – para ser um dos próximos representantes do Alto Uruguai Catarinense na Alesc. E ele tem feito assim: pela manhã e à tarde, cumpre sua missão e seus compromissos de vice-prefeito em Concórdia; à noite, realiza agenda nos municípios da Amauc!


Na região, para se ter uma ideia mais clara da força do PL, o partido conta com sete prefeitos e 28 vereadores, tendo apresentado um crescimento eleitoral de 600% nas Eleições de 2020. “Estamos ouvindo as pessoas. A Amauc merece a renovação”, afirmou recentemente Edílson Massocco. Ele entende que se o senador Jorginho Melo acabar sendo candidato a governador em 2022, é praticamente “uma obrigação” colocar o nome à disposição do pleito na condição de candidato à Assembleia Legislativa. A decisão oficial, porém, será comunicada no ano que vem, mais próximo do vencimento dos prazos eleitorais.


Nos últimos dias Massocco entregou emendas parlamentares do senador Jorginho Melo e da deputada federal Carmem Zanotto aos municípios de Concórdia, Arabutã, Ipumirim, Xavantina, Irani, Peritiba e Presidente Castello Branco. Até o final de julho, serão entregues R$ 8 milhões em emendas a diversos municípios da região. “Minha meta é entregar às cidades da microrregião R$ 12 milhões em emendas”, ressaltou.


O fato é que, com seu trabalho, seus muitos contatos e suas estratégias inteligentes, Massocco caminha a passos largos e firmes para eleger-se deputado Estadual na Eleição do ano que vem. Quem conhece o mínimo possível de política sabe que uma campanha dessa grandeza exige longo planejamento e ações antecipadas. Uma vitória à Alesc determina um trabalho com bastante antecedência, grupos leais e engajados, investimento financeiro, e, por fim – mas lá no fim mesmo -, um pouquinho de sorte. Nesse sentido, Massocco está fazendo muito bem o dever de casa, pavimentando com abnegada dedicação sua ascensão ao Parlamento Catarinense. Até o momento, está fazendo tudo certo!