Opinião

07 mai 21 | 16h13

Empresa Hodierna pede discussão para reequilíbrio e pode não mais circular aos sábados

Empresa Hodierna pede discussão para reequilíbrio e pode não mais circular aos sábados
Imprimir

A empresa Hodierna, concessionária do serviço de transporte coletivo urbano de passageiros em Concórdia, poderá suspender as operações aos sábados, já a partir dos próximos dias. Conforme informações apuradas pela Aliança FM, a empresa protocolou um ofício na Prefeitura no último dia 23, para discutir o assunto. No documento, a concessionária alega inviabilidade econômica, já que a demanda de passageiros é pouca durante esse dia em específico. Caso seja adotada, essa medida servirá para diminuir o prejuízo que a empresa está verificando e essa redução no itinerário duraria até que ocorra um fôlego financeiro.


De acordo como que foi buscado pela Aliança FM, outro ponto ressaltado pela empresa é a dificuldade financeira provocada pela pandemia. Com a interrupção dos serviços ocorrida no ano passado - com os Decretos de contingenciamento para evitar o avanço do

Coronavírus - e a posterior retomada com a demanda abaixo do esperado, a empresa também busca um reequilíbrio junto à Administração Municipal. A alegação é que essa negociação para o reequilíbrio estaria prevista dentro do atual contrato de concessão, iniciado em 2014.


Conforme informações, essa solicitação também já estaria balizada através de levantamento feito por um perito contábil e inserido dentro de um processo administrativo, que foi aberto pela Administração Municipal e que atestaria para essa necessidade de prover esse reequilíbrio. Antes da pandemia, o sistema de transporte coletivo de passageiros operava com uma média de oito mil passageiros por dia. Hoje, trabalha com no máximo 3,5 mil pessoas transportadas diariamente. Aos sábados, dia em que os ônibus poderão não mais circular por um tempo, o número de passageiros chegava a mil e hoje não alcança 200 pessoas.


Jocimar Soares
Radar

Outras publicações

07 mai 21 | 16h13 Por Jocimar Soares

Empresa Hodierna pede discussão para reequilíbrio e pode não mais circular aos sábados

Empresa Hodierna pede discussão para reequilíbrio e pode não mais circular aos sábados

A empresa Hodierna, concessionária do serviço de transporte coletivo urbano de passageiros em Concórdia, poderá suspender as operações aos sábados, já a partir dos próximos dias. Conforme informações apuradas pela Aliança FM, a empresa protocolou um ofício na Prefeitura no último dia 23, para discutir o assunto. No documento, a concessionária alega inviabilidade econômica, já que a demanda de passageiros é pouca durante esse dia em específico. Caso seja adotada, essa medida servirá para diminuir o prejuízo que a empresa está verificando e essa redução no itinerário duraria até que ocorra um fôlego financeiro.


De acordo como que foi buscado pela Aliança FM, outro ponto ressaltado pela empresa é a dificuldade financeira provocada pela pandemia. Com a interrupção dos serviços ocorrida no ano passado - com os Decretos de contingenciamento para evitar o avanço do

Coronavírus - e a posterior retomada com a demanda abaixo do esperado, a empresa também busca um reequilíbrio junto à Administração Municipal. A alegação é que essa negociação para o reequilíbrio estaria prevista dentro do atual contrato de concessão, iniciado em 2014.


Conforme informações, essa solicitação também já estaria balizada através de levantamento feito por um perito contábil e inserido dentro de um processo administrativo, que foi aberto pela Administração Municipal e que atestaria para essa necessidade de prover esse reequilíbrio. Antes da pandemia, o sistema de transporte coletivo de passageiros operava com uma média de oito mil passageiros por dia. Hoje, trabalha com no máximo 3,5 mil pessoas transportadas diariamente. Aos sábados, dia em que os ônibus poderão não mais circular por um tempo, o número de passageiros chegava a mil e hoje não alcança 200 pessoas.