Opinião

26 out 21 | 6h05

Balança comercial de Concórdia é positiva em US$ 2,21 milhões em 2021

Balança comercial de Concórdia é positiva em US$ 2,21 milhões em 2021
Imprimir

A balança comercial do município de Concórdia é positiva. Entre importações e exportações, nos nove meses desse ano de 2021 o saldo é de US$ 2,21 milhões. A informação é do Comex, que é um portal para acesso gratuito às estatísticas de comércio exterior do Brasil.


De janeiro a setembro, as empresas da maior cidade da região exportaram US$ 10,79 milhões, um crescimento de 129,7% em comparação com igual período do ano passado. Nesse mesmo período, estabelecimentos da Capital do Trabalho importaram de outros países US$ 8,58 milhões, o que dá um crescimento de 187,2%.


Esses números colocam Concórdia na 69ª colocação no ranking estadual e na 900ª no Brasil na balança comercial.


Conforme a Comex, a maior parte dos produtos exportados é de proteína animal, com 41% do valor exportado, o que dá US$ 4,45 milhões.


Por outro lado, Concórdia trouxe de outros países, de forma predominante, máquinas industriais, que somaram 35% das importações, ou US$ 2,96 milhões.


Os principais destinos da produção concordiense são Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Venezuela, Estados Unidos e Itália.


Já as importações vieram de países como Espanha, França, Alemanha, Dinamarca, Índia, China e Vietnã.

Jocimar Soares
Radar

Outras publicações

26 out 21 | 6h05 Por Jocimar Soares

Balança comercial de Concórdia é positiva em US$ 2,21 milhões em 2021

Balança comercial de Concórdia é positiva em US$ 2,21 milhões em 2021

A balança comercial do município de Concórdia é positiva. Entre importações e exportações, nos nove meses desse ano de 2021 o saldo é de US$ 2,21 milhões. A informação é do Comex, que é um portal para acesso gratuito às estatísticas de comércio exterior do Brasil.


De janeiro a setembro, as empresas da maior cidade da região exportaram US$ 10,79 milhões, um crescimento de 129,7% em comparação com igual período do ano passado. Nesse mesmo período, estabelecimentos da Capital do Trabalho importaram de outros países US$ 8,58 milhões, o que dá um crescimento de 187,2%.


Esses números colocam Concórdia na 69ª colocação no ranking estadual e na 900ª no Brasil na balança comercial.


Conforme a Comex, a maior parte dos produtos exportados é de proteína animal, com 41% do valor exportado, o que dá US$ 4,45 milhões.


Por outro lado, Concórdia trouxe de outros países, de forma predominante, máquinas industriais, que somaram 35% das importações, ou US$ 2,96 milhões.


Os principais destinos da produção concordiense são Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Venezuela, Estados Unidos e Itália.


Já as importações vieram de países como Espanha, França, Alemanha, Dinamarca, Índia, China e Vietnã.