Momento Agro

02 set 19 | 19h11 Por Jocimar Soares

Saretta quer estudo para implantação de políticas públicas para setor leiteiro

Assunto foi tratado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, nos últimos dias.

Saretta quer estudo para implantação de políticas públicas para setor leiteiro
Imprimir

A Assembleia Legislativa aprovou um pedido do deputado Neodi Saretta, encaminhado ao Secretário de Estado da Agricultura, para que seja feito um estudo para implantação de políticas públicas, que contribuam para a sustentabilidade da produção leiteira, em Santa Catarina.


Saretta explica que o setor enfrentado dificuldades em se adequar às Normativas 76 e 77 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA, que estabelecem os regulamentos técnicos e procedimentos para a produção. “Para fazer as adequações são necessários investimentos financeiros, que nem sempre podem ser suportados pelo produtor que já está sobrecarregado financeiramente devido as complicações de mercado. Por isso a necessidade de políticas públicas que auxiliem o produtor a se manter na atividade”, disse o deputado. 


O deputado relata que esta solicitação foi um pedido de Iporã do Oeste, através de uma Moção que relata a realidade da cadeia produtiva de leite no estado. 


(Fonte: Susana Rigo/Ascom/Deputado Neodi Saretta)


02 set 19 | 19h11 Por Jocimar Soares

Saretta quer estudo para implantação de políticas públicas para setor leiteiro

Assunto foi tratado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, nos últimos dias.

Saretta quer estudo para implantação de políticas públicas para setor leiteiro

A Assembleia Legislativa aprovou um pedido do deputado Neodi Saretta, encaminhado ao Secretário de Estado da Agricultura, para que seja feito um estudo para implantação de políticas públicas, que contribuam para a sustentabilidade da produção leiteira, em Santa Catarina.


Saretta explica que o setor enfrentado dificuldades em se adequar às Normativas 76 e 77 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA, que estabelecem os regulamentos técnicos e procedimentos para a produção. “Para fazer as adequações são necessários investimentos financeiros, que nem sempre podem ser suportados pelo produtor que já está sobrecarregado financeiramente devido as complicações de mercado. Por isso a necessidade de políticas públicas que auxiliem o produtor a se manter na atividade”, disse o deputado. 


O deputado relata que esta solicitação foi um pedido de Iporã do Oeste, através de uma Moção que relata a realidade da cadeia produtiva de leite no estado. 


(Fonte: Susana Rigo/Ascom/Deputado Neodi Saretta)