Agronegócio

06 jul 22 | 8h40 Por Jocimar Soares

OUÇA: Coopercentral Aurora reajusta valor do quilo vivo do suíno pago ao produtor

Aumento foi de R$ 0,10 e setor de proteína animal vê com otimismo safra de grãos, o que pode baratear o custo de produção

OUÇA: Coopercentral Aurora reajusta valor do quilo vivo do suíno pago ao produtor
Escute
Imprimir

A Coopercentral Aurora reajustou em R$ 0,10 o valor do quilo vivo do suíno pago ao produtor. Os novos valores passaram a valer a partir desta terça-feira, dia 5. Com isso, o valor do quilo vivo pago ao produtor pelo suíno terminado passou a ser de R$ 5,20. Já o quilo do leitão é de R$ 5,30. O presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos, Losivânio Luiz de Lorenzi, comemora o aumento, mas diz que esse reajuste ainda não é o suficiente para cobrir as perdas dos últimos meses. Por outro lado, o setor vê com alívio a perspectiva de safras de grãos, o que pode baratear os custos para o setor de proteína animal (OUÇA).

06 jul 22 | 8h40 Por Jocimar Soares

OUÇA: Coopercentral Aurora reajusta valor do quilo vivo do suíno pago ao produtor

Aumento foi de R$ 0,10 e setor de proteína animal vê com otimismo safra de grãos, o que pode baratear o custo de produção

OUÇA: Coopercentral Aurora reajusta valor do quilo vivo do suíno pago ao produtor

A Coopercentral Aurora reajustou em R$ 0,10 o valor do quilo vivo do suíno pago ao produtor. Os novos valores passaram a valer a partir desta terça-feira, dia 5. Com isso, o valor do quilo vivo pago ao produtor pelo suíno terminado passou a ser de R$ 5,20. Já o quilo do leitão é de R$ 5,30. O presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos, Losivânio Luiz de Lorenzi, comemora o aumento, mas diz que esse reajuste ainda não é o suficiente para cobrir as perdas dos últimos meses. Por outro lado, o setor vê com alívio a perspectiva de safras de grãos, o que pode baratear os custos para o setor de proteína animal (OUÇA).