Agronegócio

23 mar 21 | 9h58 Por Jocimar Soares

Movimento Econômico Agropecuário ultrapassa R$ 1 bilhão pela primeira vez em Concórdia

Conquista dá ao município o primeiro lugar no Estado de Santa Catarina

Movimento Econômico Agropecuário ultrapassa R$ 1 bilhão pela primeira vez em Concórdia
Imprimir

Agora é oficial. Concórdia ultrapassou a marca de R$ 1 bilhão em negócios gerados pela comercialização de produtos primários da agropecuária, tendo por base o ano de 2020. Essa conquista ocorre pela primeira vez nos 86 anos de existência do município. O movimento foi gerado através da compra e venda com a utilização da Nota Fiscal do Produtor Rural. 


A notícia foi dada pelo secretário de Desenvolvimento Agropecuário, Mauro Martini, ao prefeito Rogério Pacheco e o vice, Edilson Massocco, em reunião com os servidores da secretaria. Os números apresentados mostram uma grande evolução no meio rural de Concórdia, passando de R$ 660 milhões gerados no ano de 2016 para R$ 1,030 bilhão, computando os blocos recebidos até a primeira quinzena de março. Os números podem aumentar até o final do mês, quando se encerra o prazo para entrega das informações.


O prefeito Rogério Pacheco destaca que o crescimento desta matriz econômica também está aliada aos incentivos em horas máquinas concedidos pela administração. "Concedemos até quatro horas-máquina gratuita para os produtores, dobrando o que era concedido anteriormente. Além disso, para quem precisar de mais horas, subsidiamos em 50% o valor total em até sete horas trabalhadas", comentou o prefeito. Isso dá um bom impulso nas propriedades.


Para o vice-prefeito Edilson Massocco, outro fator importante é a concessão de equipamentos para as Associações de Agricultores. Com os investimentos feitos pela Prefeitura em novos maquinários como tratores, ensiladeiras, carretas, arados, entre outros, o agricultor ganhou em agilidade no preparo da terra para o plantio, possibilitando uma melhor produtividade, e consequentemente melhores resultados na safra. 


Por ordem na cadeia produtiva, os maiores geradores no movimento foram, a produção de suínos em primeiro lugar, seguido por aves e depois leite. Concórdia ocupa o primeiro lugar em produção de suínos em Santa Catarina, o segundo lugar em produção de aves e possui a maior bacia leiteira do Estado. Na compra e venda de produtos primários do agronegócio, o município se consolidou em 2020 em primeiro lugar com quase o dobro em relação aos demais municípios da região Oeste.


(Fonte: Lana Pinheiro/Secom/Prefeitura de Concórdia)


23 mar 21 | 9h58 Por Jocimar Soares

Movimento Econômico Agropecuário ultrapassa R$ 1 bilhão pela primeira vez em Concórdia

Conquista dá ao município o primeiro lugar no Estado de Santa Catarina

Movimento Econômico Agropecuário ultrapassa R$ 1 bilhão pela primeira vez em Concórdia

Agora é oficial. Concórdia ultrapassou a marca de R$ 1 bilhão em negócios gerados pela comercialização de produtos primários da agropecuária, tendo por base o ano de 2020. Essa conquista ocorre pela primeira vez nos 86 anos de existência do município. O movimento foi gerado através da compra e venda com a utilização da Nota Fiscal do Produtor Rural. 


A notícia foi dada pelo secretário de Desenvolvimento Agropecuário, Mauro Martini, ao prefeito Rogério Pacheco e o vice, Edilson Massocco, em reunião com os servidores da secretaria. Os números apresentados mostram uma grande evolução no meio rural de Concórdia, passando de R$ 660 milhões gerados no ano de 2016 para R$ 1,030 bilhão, computando os blocos recebidos até a primeira quinzena de março. Os números podem aumentar até o final do mês, quando se encerra o prazo para entrega das informações.


O prefeito Rogério Pacheco destaca que o crescimento desta matriz econômica também está aliada aos incentivos em horas máquinas concedidos pela administração. "Concedemos até quatro horas-máquina gratuita para os produtores, dobrando o que era concedido anteriormente. Além disso, para quem precisar de mais horas, subsidiamos em 50% o valor total em até sete horas trabalhadas", comentou o prefeito. Isso dá um bom impulso nas propriedades.


Para o vice-prefeito Edilson Massocco, outro fator importante é a concessão de equipamentos para as Associações de Agricultores. Com os investimentos feitos pela Prefeitura em novos maquinários como tratores, ensiladeiras, carretas, arados, entre outros, o agricultor ganhou em agilidade no preparo da terra para o plantio, possibilitando uma melhor produtividade, e consequentemente melhores resultados na safra. 


Por ordem na cadeia produtiva, os maiores geradores no movimento foram, a produção de suínos em primeiro lugar, seguido por aves e depois leite. Concórdia ocupa o primeiro lugar em produção de suínos em Santa Catarina, o segundo lugar em produção de aves e possui a maior bacia leiteira do Estado. Na compra e venda de produtos primários do agronegócio, o município se consolidou em 2020 em primeiro lugar com quase o dobro em relação aos demais municípios da região Oeste.


(Fonte: Lana Pinheiro/Secom/Prefeitura de Concórdia)