Agronegócio

09 set 15 | 12h00 Por Rádio Aliança

Governo Federal promete R$ 40 milhões para produção de abatedouro móvel

Promessa foi feita na última semana, no estande da Embrapa Suínos e Aves, na Expointer.

Governo Federal promete R$ 40 milhões para produção de abatedouro móvel
Imprimir

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MAPA, e o BNDES, juntos, irão disponibilizar R$ 40 milhões para o investimento na produção de abatedouros móveis. A confirmação foi feita na última semana durante a Expointer, em Esteio-RS. A notícia foi dada pela ministra Kátia Abreu durante visita ao estande da Embrapa Suínos e Aves, que desenvolveu e está expondo o abatedouro móvel, fabricado em um semireboque de caminhão. De acordo com informações, o recurso a ser investido na produção do abatedouro móvel é a fundo perdido.

Acompanhada da chefe geral da Embrapa Suínos e Aves, Janice Zanella, a ministra conheceu as instalações do abatedouro móvel, desenvolvido na parceria entre a Unidade, a Engmaq Máquinas e Equipamentos (Peritiba) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Santa Catarina (Fapesc).

A tecnologia do abatedouro móvel é uma estrutura que pode ser transportada para um local fixo pré-determinado para o abate de animais e tem os equipamentos necessários para refrigeração e miniprocessamento de carcaças, bem-estar e segurança dos trabalhadores. A capacidade de abate é de até 80 suínos por dia.

09 set 15 | 12h00 Por Rádio Aliança

Governo Federal promete R$ 40 milhões para produção de abatedouro móvel

Promessa foi feita na última semana, no estande da Embrapa Suínos e Aves, na Expointer.

Governo Federal promete R$ 40 milhões para produção de abatedouro móvel

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MAPA, e o BNDES, juntos, irão disponibilizar R$ 40 milhões para o investimento na produção de abatedouros móveis. A confirmação foi feita na última semana durante a Expointer, em Esteio-RS. A notícia foi dada pela ministra Kátia Abreu durante visita ao estande da Embrapa Suínos e Aves, que desenvolveu e está expondo o abatedouro móvel, fabricado em um semireboque de caminhão. De acordo com informações, o recurso a ser investido na produção do abatedouro móvel é a fundo perdido.

Acompanhada da chefe geral da Embrapa Suínos e Aves, Janice Zanella, a ministra conheceu as instalações do abatedouro móvel, desenvolvido na parceria entre a Unidade, a Engmaq Máquinas e Equipamentos (Peritiba) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Santa Catarina (Fapesc).

A tecnologia do abatedouro móvel é uma estrutura que pode ser transportada para um local fixo pré-determinado para o abate de animais e tem os equipamentos necessários para refrigeração e miniprocessamento de carcaças, bem-estar e segurança dos trabalhadores. A capacidade de abate é de até 80 suínos por dia.