Agronegócio

13 out 20 | 9h01 Por Jocimar Soares

Custo de produção de suínos e aves teve forte aumento em agosto

Informações são da Central de Inteligência da Embrapa Suínos e Aves

Custo de produção de suínos e aves teve forte aumento em agosto
Imprimir

Os custos mensais de produção de suínos e de frangos de corte, calculados pela Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa, tiveram uma forte elevação em agosto. O Índice de Custo de Produção de Suíno, conhecido como ICP, teve alta de 6,60% em relação ao mês anterior, estabelecendo novo recorde. Já o ICP frango fechou o oitavo mês de 2020 com aumento de 6,23%, em comparação a julho, também chegando ao nível mais alto desde o início da série histórica.


Conforme a Embrapa Suínos e Aves, a alta do custo de produção de suíno foi puxada pela variação de 5,93% nos gastos com a nutrição dos animais. Esse quesito já acumula alta de 17,63% em 2020 e de 24,71% nos últimos 12 meses. O custo por quilo vivo de suíno produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina passou dos R$ 4,73 em julho para R$ 3,65 em agosto.


Já para o ICP Frango, a nutrição das aves apresentou elevação de 5,18% e os de pinto de um dia 0,70%. Em 2020, a alta acumulada é de 20,56% e 25,69% nos últimos 12 meses. Com isso, conforme a Central de Inteligência da Embrapa Suínos e Aves, o custo de produção de frango passou dos R$ 3,44 em julho para R 3,65 em agosto.


Os índice de Custos de Produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves e Companhia Nacional do Abastecimento, a Conab.


13 out 20 | 9h01 Por Jocimar Soares

Custo de produção de suínos e aves teve forte aumento em agosto

Informações são da Central de Inteligência da Embrapa Suínos e Aves

Custo de produção de suínos e aves teve forte aumento em agosto

Os custos mensais de produção de suínos e de frangos de corte, calculados pela Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa, tiveram uma forte elevação em agosto. O Índice de Custo de Produção de Suíno, conhecido como ICP, teve alta de 6,60% em relação ao mês anterior, estabelecendo novo recorde. Já o ICP frango fechou o oitavo mês de 2020 com aumento de 6,23%, em comparação a julho, também chegando ao nível mais alto desde o início da série histórica.


Conforme a Embrapa Suínos e Aves, a alta do custo de produção de suíno foi puxada pela variação de 5,93% nos gastos com a nutrição dos animais. Esse quesito já acumula alta de 17,63% em 2020 e de 24,71% nos últimos 12 meses. O custo por quilo vivo de suíno produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina passou dos R$ 4,73 em julho para R$ 3,65 em agosto.


Já para o ICP Frango, a nutrição das aves apresentou elevação de 5,18% e os de pinto de um dia 0,70%. Em 2020, a alta acumulada é de 20,56% e 25,69% nos últimos 12 meses. Com isso, conforme a Central de Inteligência da Embrapa Suínos e Aves, o custo de produção de frango passou dos R$ 3,44 em julho para R 3,65 em agosto.


Os índice de Custos de Produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves e Companhia Nacional do Abastecimento, a Conab.