Momento Agro

06 mar 20 | 10h05 Por Jocimar Soares

BRF recebe 15 habilitações para exportar a Omã

Autorização pode render até cinco mil toneladas ao mês de produtos a serem exportados ao país do Oriente Médio.

BRF recebe 15 habilitações para exportar a Omã
Imprimir

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, acaba de receber 15 habilitações para exportação a Omã, abrindo uma nova oportunidade no mercado local.


A autorização foi concedida após uma missão de autoridades religiosas e sanitárias omanita visitar as unidades da companhia em 2019. No total, a BRF poderá exportar até 5 mil toneladas de alimentos ao mês para o país do Oriente Médio, onde atua desde a década de 80.


“A BRF está presente em Omã há mais de 30 anos e a habilitação das nossas plantas para exportação confirmam a qualidade dos nossos produtos, bem como reforça a nossa presença em mercados-chave da estratégia de crescimento da companhia”, afirma Fadi Felfeli, diretor executivo para Golfo e Turquia da BRF.


As plantas habilitadas estão nas cidades de Chapecó (SC), Dois Vizinhos (SC), Carambeí (PR), Jataí (GO), Francisco Beltrão (PR), Uberlândia (MG), Serafina Corrêa (RS), Garibaldi (RS), Rio Verde (GO), Buriti Alegre (GO) e Nova Mutum (MT). Outras duas plantas foram habilitadas na cidade de Lajeado no Rio grande do Sul e a planta de Capinzal (SC) recebeu duas habilitações, uma de frango e outra de industrializados. 


Líder brasileira e global em exportações de proteínas de frango, a BRF detém cerca de 12% do mercado global. Com exportações para Omã sob a marca Sadia, que é uma das líderes de mercado de proteína local, a companhia é a principal fornecedora no mercado griller. O país faz parte do segmento halal (muçulmano), que totalizou R$ 2,1 bilhões de receitas no 3T19. “Estamos consolidando nossa estratégia de ampliar os mercados internacionais, uma das principais alavancas da nossa estratégia no longo prazo”, finaliza Felfeli.


Sobre a BRF


Maior exportadora global de frango do mundo, a BRF está presente em mais de 140 países e é dona de marcas icônicas como Sadia, Perdigão e Qualy. Seu propósito é oferecer alimentos de qualidade cada vez mais saborosos e práticos, para pessoas em todo o mundo, por meio da gestão sustentável de uma cadeia viva, longa e complexa, que proporciona vida melhor a todos, do campo à mesa. Pautada pelos compromissos fundamentais de segurança, qualidade e integridade, a Companhia baseia sua estratégia em uma visão de longo prazo e visa gerar valor para seus 90 mil colaboradores, mais de 12 mil integrados, mais de 250 mil clientes no mundo, todos os seus acionistas e para a sociedade.


(Fonte: BRF)


06 mar 20 | 10h05 Por Jocimar Soares

BRF recebe 15 habilitações para exportar a Omã

Autorização pode render até cinco mil toneladas ao mês de produtos a serem exportados ao país do Oriente Médio.

BRF recebe 15 habilitações para exportar a Omã

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, acaba de receber 15 habilitações para exportação a Omã, abrindo uma nova oportunidade no mercado local.


A autorização foi concedida após uma missão de autoridades religiosas e sanitárias omanita visitar as unidades da companhia em 2019. No total, a BRF poderá exportar até 5 mil toneladas de alimentos ao mês para o país do Oriente Médio, onde atua desde a década de 80.


“A BRF está presente em Omã há mais de 30 anos e a habilitação das nossas plantas para exportação confirmam a qualidade dos nossos produtos, bem como reforça a nossa presença em mercados-chave da estratégia de crescimento da companhia”, afirma Fadi Felfeli, diretor executivo para Golfo e Turquia da BRF.


As plantas habilitadas estão nas cidades de Chapecó (SC), Dois Vizinhos (SC), Carambeí (PR), Jataí (GO), Francisco Beltrão (PR), Uberlândia (MG), Serafina Corrêa (RS), Garibaldi (RS), Rio Verde (GO), Buriti Alegre (GO) e Nova Mutum (MT). Outras duas plantas foram habilitadas na cidade de Lajeado no Rio grande do Sul e a planta de Capinzal (SC) recebeu duas habilitações, uma de frango e outra de industrializados. 


Líder brasileira e global em exportações de proteínas de frango, a BRF detém cerca de 12% do mercado global. Com exportações para Omã sob a marca Sadia, que é uma das líderes de mercado de proteína local, a companhia é a principal fornecedora no mercado griller. O país faz parte do segmento halal (muçulmano), que totalizou R$ 2,1 bilhões de receitas no 3T19. “Estamos consolidando nossa estratégia de ampliar os mercados internacionais, uma das principais alavancas da nossa estratégia no longo prazo”, finaliza Felfeli.


Sobre a BRF


Maior exportadora global de frango do mundo, a BRF está presente em mais de 140 países e é dona de marcas icônicas como Sadia, Perdigão e Qualy. Seu propósito é oferecer alimentos de qualidade cada vez mais saborosos e práticos, para pessoas em todo o mundo, por meio da gestão sustentável de uma cadeia viva, longa e complexa, que proporciona vida melhor a todos, do campo à mesa. Pautada pelos compromissos fundamentais de segurança, qualidade e integridade, a Companhia baseia sua estratégia em uma visão de longo prazo e visa gerar valor para seus 90 mil colaboradores, mais de 12 mil integrados, mais de 250 mil clientes no mundo, todos os seus acionistas e para a sociedade.


(Fonte: BRF)