Geral

19 nov 20 | 15h30 Por Jocimar Soares

Trechos de rodovias que cortam a Amauc poderão receber pedágios

Estradas estaduais e federais da microrregião vão passar por estudos de viabilidade econômica

Trechos de rodovias que cortam a Amauc poderão receber pedágios
Imprimir

Rodovias estaduais e federais que cortam a microrregião da Amauc poderão receber pedágios. Vários trechos de estradas da região foram contemplados para um estudo de viabilidade técnica e econômica de concessão para instalação de pegádios nas rodovias.


Nesta semana, o Governo de Santa Catarina firmou parceria com a EPL, Empresa de Planejamento e Lojística, ligada ao Ministério da Infraestrutura para esse estudo.


Em todo o Estado, são 2.309,20 km de rodovias e a maior parte delas se encontra na região Oeste de Santa Catarina.


Foram inseridas nesse estudo de viabilidade


A BR 153 de Irani à Ponte Serrada, num trecho de 23 KM;


Entroncamento com a SC 463 (Jaborá) a Catanduvas, num trecho de 3,60 km;


Catanduvas ao entroncamento com a BR 153 para Irani, num trecho de 27,60 km;


Entroncamento com a SC 463 (para Jaborá) ao entroncamento com a BR 283 (para Concórdia), trecho de 7 km;


Entroncamento com a BR 283 (para Concórdia) ao entroncamento com a SC 284;


Entrada pelo acesso leste de Concórdia a entrada pelo acesso norte, num trajeto de 5,37 km. O novo traçado não está no plano rodoviário;


Entrada do acesso norte de Concórdia a entrada da SC 390, num trecho de 3,86 km;


Concórdia, entrada da SC 390, a entrada para a SC 154, em Arabutã, num trecho de 10,30 km;


Entrada da SC 154 para Arabutã e entrada para a SC 154, em Itá, num trajeto de 8,26 km;


Entrada para a SC 154 (Itá) até a entrada da SC 155 (Seara), num trajeto de 17,79 km;


Entrada da SC 155 (Seara) a entrada da SC 155 (Xavantina), 3,70 km;


Entrada da SC 155 (Xavantina) a entrada da SC 156 (Paial), num trecho de 3,45 km;


Entrada da SC 156 (Paial) a entrada da SC 156 (Arvoredo), num trecho de 8,95 km;


Entrada do acesso a Arvoredo a entrada da SC 157 e SC 480 até Cordilheira Alta, num trecho de 9,33 km;


Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Infraestrutura, caso exista a viabilidade, será feita a modelagem da concessão. Por meio desses estudos poderá se avaliar e saber o investimento e o início da instalação dos pedágios.

19 nov 20 | 15h30 Por Jocimar Soares

Trechos de rodovias que cortam a Amauc poderão receber pedágios

Estradas estaduais e federais da microrregião vão passar por estudos de viabilidade econômica

Trechos de rodovias que cortam a Amauc poderão receber pedágios

Rodovias estaduais e federais que cortam a microrregião da Amauc poderão receber pedágios. Vários trechos de estradas da região foram contemplados para um estudo de viabilidade técnica e econômica de concessão para instalação de pegádios nas rodovias.


Nesta semana, o Governo de Santa Catarina firmou parceria com a EPL, Empresa de Planejamento e Lojística, ligada ao Ministério da Infraestrutura para esse estudo.


Em todo o Estado, são 2.309,20 km de rodovias e a maior parte delas se encontra na região Oeste de Santa Catarina.


Foram inseridas nesse estudo de viabilidade


A BR 153 de Irani à Ponte Serrada, num trecho de 23 KM;


Entroncamento com a SC 463 (Jaborá) a Catanduvas, num trecho de 3,60 km;


Catanduvas ao entroncamento com a BR 153 para Irani, num trecho de 27,60 km;


Entroncamento com a SC 463 (para Jaborá) ao entroncamento com a BR 283 (para Concórdia), trecho de 7 km;


Entroncamento com a BR 283 (para Concórdia) ao entroncamento com a SC 284;


Entrada pelo acesso leste de Concórdia a entrada pelo acesso norte, num trajeto de 5,37 km. O novo traçado não está no plano rodoviário;


Entrada do acesso norte de Concórdia a entrada da SC 390, num trecho de 3,86 km;


Concórdia, entrada da SC 390, a entrada para a SC 154, em Arabutã, num trecho de 10,30 km;


Entrada da SC 154 para Arabutã e entrada para a SC 154, em Itá, num trajeto de 8,26 km;


Entrada para a SC 154 (Itá) até a entrada da SC 155 (Seara), num trajeto de 17,79 km;


Entrada da SC 155 (Seara) a entrada da SC 155 (Xavantina), 3,70 km;


Entrada da SC 155 (Xavantina) a entrada da SC 156 (Paial), num trecho de 3,45 km;


Entrada da SC 156 (Paial) a entrada da SC 156 (Arvoredo), num trecho de 8,95 km;


Entrada do acesso a Arvoredo a entrada da SC 157 e SC 480 até Cordilheira Alta, num trecho de 9,33 km;


Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Infraestrutura, caso exista a viabilidade, será feita a modelagem da concessão. Por meio desses estudos poderá se avaliar e saber o investimento e o início da instalação dos pedágios.