Geral

17 out 19 | 10h32 Por Cristiano Mortari

Sicredi destaca impacto positivo do segmento no Dia Internacional das Cooperativas de Crédito

Comemoração neste ano tem como tema “Serviço Local. Alcance Global”

Sicredi destaca impacto positivo do segmento no Dia Internacional das Cooperativas de Crédito
Imprimir

Celebrado anualmente na terceira quinta-feira de outubro, o Dia Internacional das Cooperativas de Crédito (DICC) neste ano será comemorado no dia 17. A data exalta a contribuição das cooperativas de crédito em todo o mundo para tornar realidade os sonhos pessoais e profissionais dos seus associados por meio da atuação local.Integrante do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo, o Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 116 anos, cujas raízes estão ligadas ao surgimento do cooperativismo de crédito no Brasil–celebra também o crescimento sólido e sustentável da sua atuação, que hoje compreende 22 estados e o Distrito Federal, com presença em mais de 1.300 municípios brasileiros.


Neste ano, o Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (World Council of Credit Unions – Woccu, na sigla em inglês) anunciou como tema da data comemorativa “Serviço Local. Alcance Global”. O objetivo é destacar como a soma da atuação local das cooperativas de crédito resulta em um impacto positivo mundial. No Brasil, a campanha do DICC é liderada pela Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito (Confebras), com apoio da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB). Saiba mais sobre a campanha em confebras.coop.br/dicc2019.


Crescimento do cooperativismo de crédito:

A abrangência internacional das cooperativas de crédito é evidenciada pelo Woccu. Os dados mais recentes divulgados pela entidade internacional mostram que o segmento já conta com mais de 260 milhões de associados e 89 mil cooperativas de crédito, localizadas em 117 países. A taxa de penetração do segmento – que é calculada dividindo o número total de membros de cooperativas de crédito pela população em idade economicamente ativa de 15 a 64 anos – é de 9,09% no mundo, 11,03% na América Latina e 6,66% no Brasil.


Embora pequena, quando comparada a países da Europa, aos Estados Unidos e ao Canadá, por exemplo, a participação das cooperativas de crédito no Sistema Financeiro Nacional (SFN) tem registrado um constante incremento.


Segundo o Anuário do Cooperativismo Brasileiro 2019, o número de associados cresceu 42% no país entre 2014 e 2018, chegando a 9,8 milhões de pessoas. São 909 cooperativas de crédito, que empregam mais de 63 mil pessoas e têm uma carteira de crédito superior a R$ 115 bilhões. Essas cooperativas totalizam R$ 190 bilhões em ativos e R$ 41,1 bilhões em patrimônio líquido. Ao todo, as cooperativas de crédito brasileiras disponibilizam mais de 6.200 pontos de atendimento, sendo que em 594 municípios elas são a única instituição financeira presente fisicamente, evidenciando o papel de acesso a serviços e produtos financeiros.


Resultados do Sicredi no 1º semestre:

De acordo com as Demonstrações Financeiras Combinadas do Sicredi no primeiro semestre de 2019, o resultado líquido da instituição financeira cooperativa no período cresceu 10%,quando comparado ao primeiro semestre de 2018, chegando a R$ 1,5 bilhão, enquanto que o patrimônio líquido registrou aumento de 16,2%, superando a marca dos R$ 16 bilhões. Já os ativos atingiram R$ 99,2 bilhões, crescimento de 13% no comparativo com o mesmo período do ano passado.


Na captação, o Sicredi obteve um crescimento de 13,3% em depósitos totais, alcançando R$ 64,8 bilhões. A carteira de poupança – um dos focos da instituição financeira cooperativa, tendo em vista que incrementa e auxilia a fomentar o crédito rural – teve um aumento de 20,9%, ultrapassando o volume de R$ 14 bilhões. Já a carteira de crédito, no período, totalizou R$ 60,8 bilhões, incremento de 33% em relação ao primeiro semestre de 2018. Por sua vez, a carteira de crédito rural do Sicredi fechou em R$ 21,4 bilhões, com crescimento de 24,5%, enquanto que a receita de crédito registrou um aumento de 20%, totalizando R$ 4,95 bilhões.


Outro dado relevante é o número de associados do Sicredi. No começo deste ano, a instituição ultrapassou a marca de 4 milhões de cooperados e registrou crescimento de 10,5% até junho deste ano. Atualmente, o Sicredi conta com 112 cooperativas de crédito filiadas, está presente em 22 estados e no Distrito Federal e em 1.334 cidades brasileiras, sendo que em mais de 200 delas é a única instituição financeira presente.


No primeiro semestre deste ano, o Sicredi também registrou crescimento no número de pontos de atendimento, totalizando 1.752 em todo o Brasil. De janeiro a junho, foram inauguradas mais de 70 agências, uma delas em Belo Horizonte, marcando a chegada da instituição na capital de Minas Gerais.


Distribuição de resultados aos associados:

Em 2018, do montante de R$ 677 milhões gerados no exercício de 2017, com base nas decisões tomadas nas assembleias gerais, R$ 526 milhões foram distribuídos aos associados, representando 77,7% do total. É a maior distribuição de resultados registrada até o momento na história do Sicredi, seguindo uma sequência de desempenhos positivos da instituição.


O montante pago de juros sobre o capital próprio aos associados foi de R$ 390 milhões, representando 14% do resultado do exercício. Após decisão nas assembleias, a distribuição dos resultados é feita por depósito na conta-corrente do associado ou por meio de integralização na cota capital, proporcionalmente à receita que cada associado gerou para a sua cooperativa de crédito, por meio da utilização de produtos e serviços.


Ações de impacto positivo:

No âmbito da responsabilidade social, o Programa A União Faz a Vida, liderado pela Fundação Sicredi, um dos maiores programas sociais voltados para a educação de crianças e adolescentes de escolas públicas e privadas no Brasil,mobilizou, em 2018, cerca de 25 mil educadores e 284 mil crianças e adolescentes em mais de 1.900 escolas de 369 municípios. O Programa tem o objetivo de incluir no dia a dia dos estudantes da educação básica valores de cooperação e cidadania para formar cidadãos mais justos, solidários, que respeitem a diversidade e que dialoguem para tomar decisões.


Com o objetivo de promover a sustentabilidade por meio da gestão do negócio, parte dos recursos que o Sicredi oferece na forma de crédito são alocados na chamada Economia Verde. Em 2018, a instituição apresentou aumento significativo nos produtos e serviços da Economia Verde, chegando a R$ 10,1 bilhões, valor 29% maior do que no período anterior. Em microcrédito, modalidade que auxilia o desenvolvimento de pequenos empreendimentos, a concentração da carteira atingiu R$ 1,9 bilhão em 2018.


Outra iniciativa da instituição são as chamadas cooperativas escolares, associações de estudantes com a finalidade educativa que busca formular uma proposta pedagógica de participação dos jovens em atividades práticas que possibilitem a eles a formação de futuros líderes, gestores, empreendedores e cidadãos com senso de responsabilidade e participação, por meio da vivência de um modelo cooperativo sustentável. Ao todo, são mais de 100 cooperativas escolares no Brasil.


O Sicredi também desenvolve o Programa Crescer que, em 2018, impactou mais de 39,7 mil pessoas. Voltada para a educação cooperativa, o programa tem como objetivo, além de oferecer formação de novas lideranças para o Sicredi, ampliar a atuação dos associados em suas comunidades, expandindo as práticas de cidadania e ligadas ao desenvolvimento local.


Fonte: Cristiane Menoncin / Ascom Sicredi UniEstados


17 out 19 | 10h32 Por Cristiano Mortari

Sicredi destaca impacto positivo do segmento no Dia Internacional das Cooperativas de Crédito

Comemoração neste ano tem como tema “Serviço Local. Alcance Global”

Sicredi destaca impacto positivo do segmento no Dia Internacional das Cooperativas de Crédito

Celebrado anualmente na terceira quinta-feira de outubro, o Dia Internacional das Cooperativas de Crédito (DICC) neste ano será comemorado no dia 17. A data exalta a contribuição das cooperativas de crédito em todo o mundo para tornar realidade os sonhos pessoais e profissionais dos seus associados por meio da atuação local.Integrante do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo, o Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 116 anos, cujas raízes estão ligadas ao surgimento do cooperativismo de crédito no Brasil–celebra também o crescimento sólido e sustentável da sua atuação, que hoje compreende 22 estados e o Distrito Federal, com presença em mais de 1.300 municípios brasileiros.


Neste ano, o Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (World Council of Credit Unions – Woccu, na sigla em inglês) anunciou como tema da data comemorativa “Serviço Local. Alcance Global”. O objetivo é destacar como a soma da atuação local das cooperativas de crédito resulta em um impacto positivo mundial. No Brasil, a campanha do DICC é liderada pela Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito (Confebras), com apoio da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB). Saiba mais sobre a campanha em confebras.coop.br/dicc2019.


Crescimento do cooperativismo de crédito:

A abrangência internacional das cooperativas de crédito é evidenciada pelo Woccu. Os dados mais recentes divulgados pela entidade internacional mostram que o segmento já conta com mais de 260 milhões de associados e 89 mil cooperativas de crédito, localizadas em 117 países. A taxa de penetração do segmento – que é calculada dividindo o número total de membros de cooperativas de crédito pela população em idade economicamente ativa de 15 a 64 anos – é de 9,09% no mundo, 11,03% na América Latina e 6,66% no Brasil.


Embora pequena, quando comparada a países da Europa, aos Estados Unidos e ao Canadá, por exemplo, a participação das cooperativas de crédito no Sistema Financeiro Nacional (SFN) tem registrado um constante incremento.


Segundo o Anuário do Cooperativismo Brasileiro 2019, o número de associados cresceu 42% no país entre 2014 e 2018, chegando a 9,8 milhões de pessoas. São 909 cooperativas de crédito, que empregam mais de 63 mil pessoas e têm uma carteira de crédito superior a R$ 115 bilhões. Essas cooperativas totalizam R$ 190 bilhões em ativos e R$ 41,1 bilhões em patrimônio líquido. Ao todo, as cooperativas de crédito brasileiras disponibilizam mais de 6.200 pontos de atendimento, sendo que em 594 municípios elas são a única instituição financeira presente fisicamente, evidenciando o papel de acesso a serviços e produtos financeiros.


Resultados do Sicredi no 1º semestre:

De acordo com as Demonstrações Financeiras Combinadas do Sicredi no primeiro semestre de 2019, o resultado líquido da instituição financeira cooperativa no período cresceu 10%,quando comparado ao primeiro semestre de 2018, chegando a R$ 1,5 bilhão, enquanto que o patrimônio líquido registrou aumento de 16,2%, superando a marca dos R$ 16 bilhões. Já os ativos atingiram R$ 99,2 bilhões, crescimento de 13% no comparativo com o mesmo período do ano passado.


Na captação, o Sicredi obteve um crescimento de 13,3% em depósitos totais, alcançando R$ 64,8 bilhões. A carteira de poupança – um dos focos da instituição financeira cooperativa, tendo em vista que incrementa e auxilia a fomentar o crédito rural – teve um aumento de 20,9%, ultrapassando o volume de R$ 14 bilhões. Já a carteira de crédito, no período, totalizou R$ 60,8 bilhões, incremento de 33% em relação ao primeiro semestre de 2018. Por sua vez, a carteira de crédito rural do Sicredi fechou em R$ 21,4 bilhões, com crescimento de 24,5%, enquanto que a receita de crédito registrou um aumento de 20%, totalizando R$ 4,95 bilhões.


Outro dado relevante é o número de associados do Sicredi. No começo deste ano, a instituição ultrapassou a marca de 4 milhões de cooperados e registrou crescimento de 10,5% até junho deste ano. Atualmente, o Sicredi conta com 112 cooperativas de crédito filiadas, está presente em 22 estados e no Distrito Federal e em 1.334 cidades brasileiras, sendo que em mais de 200 delas é a única instituição financeira presente.


No primeiro semestre deste ano, o Sicredi também registrou crescimento no número de pontos de atendimento, totalizando 1.752 em todo o Brasil. De janeiro a junho, foram inauguradas mais de 70 agências, uma delas em Belo Horizonte, marcando a chegada da instituição na capital de Minas Gerais.


Distribuição de resultados aos associados:

Em 2018, do montante de R$ 677 milhões gerados no exercício de 2017, com base nas decisões tomadas nas assembleias gerais, R$ 526 milhões foram distribuídos aos associados, representando 77,7% do total. É a maior distribuição de resultados registrada até o momento na história do Sicredi, seguindo uma sequência de desempenhos positivos da instituição.


O montante pago de juros sobre o capital próprio aos associados foi de R$ 390 milhões, representando 14% do resultado do exercício. Após decisão nas assembleias, a distribuição dos resultados é feita por depósito na conta-corrente do associado ou por meio de integralização na cota capital, proporcionalmente à receita que cada associado gerou para a sua cooperativa de crédito, por meio da utilização de produtos e serviços.


Ações de impacto positivo:

No âmbito da responsabilidade social, o Programa A União Faz a Vida, liderado pela Fundação Sicredi, um dos maiores programas sociais voltados para a educação de crianças e adolescentes de escolas públicas e privadas no Brasil,mobilizou, em 2018, cerca de 25 mil educadores e 284 mil crianças e adolescentes em mais de 1.900 escolas de 369 municípios. O Programa tem o objetivo de incluir no dia a dia dos estudantes da educação básica valores de cooperação e cidadania para formar cidadãos mais justos, solidários, que respeitem a diversidade e que dialoguem para tomar decisões.


Com o objetivo de promover a sustentabilidade por meio da gestão do negócio, parte dos recursos que o Sicredi oferece na forma de crédito são alocados na chamada Economia Verde. Em 2018, a instituição apresentou aumento significativo nos produtos e serviços da Economia Verde, chegando a R$ 10,1 bilhões, valor 29% maior do que no período anterior. Em microcrédito, modalidade que auxilia o desenvolvimento de pequenos empreendimentos, a concentração da carteira atingiu R$ 1,9 bilhão em 2018.


Outra iniciativa da instituição são as chamadas cooperativas escolares, associações de estudantes com a finalidade educativa que busca formular uma proposta pedagógica de participação dos jovens em atividades práticas que possibilitem a eles a formação de futuros líderes, gestores, empreendedores e cidadãos com senso de responsabilidade e participação, por meio da vivência de um modelo cooperativo sustentável. Ao todo, são mais de 100 cooperativas escolares no Brasil.


O Sicredi também desenvolve o Programa Crescer que, em 2018, impactou mais de 39,7 mil pessoas. Voltada para a educação cooperativa, o programa tem como objetivo, além de oferecer formação de novas lideranças para o Sicredi, ampliar a atuação dos associados em suas comunidades, expandindo as práticas de cidadania e ligadas ao desenvolvimento local.


Fonte: Cristiane Menoncin / Ascom Sicredi UniEstados