Geral

03 mai 22 | 18h42 Por André Krüger

Saretta propõe mais prazo para inscrições e seleção à Bolsa Estudante

Pedido já foi encaminhado nesta semana ao Governo do Estado

Saretta propõe mais prazo para inscrições e seleção à Bolsa Estudante
Imprimir

O deputado estadual, Neodi Saretta, do PT concordiense, encaminhou pedido ao Governador do estado para que seja prorrogado o prazo de inscrições no programa Bolsa Estudante, bem como a alteração no período mínimo exigido no Cadastro Único (CadÚnico) para acesso ao programa. Saretta explica que o prazo de cadastro das famílias no CadÚnico, requisito exigido para acesso à bolsa, prejudicou muitos estudantes. “O prazo estipulado de inscrição no CadÚnico, para fins de direito à bolsa estudante, era dezembro de 2021. Como muitas famílias se inscreveram depois, um grande número de estudantes ficou de fora do benefício, por isso a necessidade de fazer as alterações”, pontua o parlamentar.  


O programa Bolsa Estudante foi criado para combater a evasão escolar de estudantes do Ensino Médio regular e Ensino Médio da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede estadual de ensino. O programa oferece um auxílio financeiro de até R$ 6.250, que será pago aos estudantes beneficiados em 11 parcelas de R$ 568 e, neste ano, serão retroativas ao mês de fevereiro.


Para ter direito ao auxílio, além de estar matriculado no Ensino Médio regular ou Ensino Médio da EJA em escolas da rede estadual, e ter frequência mínima de 75%, a família do estudante deve estar inscrita no CadÚnico. Até dois integrantes de uma mesma família poderão receber o benefício. As inscrições ao programa encerraram em 18 de abril.


Com informações Ascom Susana Rigo.

03 mai 22 | 18h42 Por André Krüger

Saretta propõe mais prazo para inscrições e seleção à Bolsa Estudante

Pedido já foi encaminhado nesta semana ao Governo do Estado

Saretta propõe mais prazo para inscrições e seleção à Bolsa Estudante

O deputado estadual, Neodi Saretta, do PT concordiense, encaminhou pedido ao Governador do estado para que seja prorrogado o prazo de inscrições no programa Bolsa Estudante, bem como a alteração no período mínimo exigido no Cadastro Único (CadÚnico) para acesso ao programa. Saretta explica que o prazo de cadastro das famílias no CadÚnico, requisito exigido para acesso à bolsa, prejudicou muitos estudantes. “O prazo estipulado de inscrição no CadÚnico, para fins de direito à bolsa estudante, era dezembro de 2021. Como muitas famílias se inscreveram depois, um grande número de estudantes ficou de fora do benefício, por isso a necessidade de fazer as alterações”, pontua o parlamentar.  


O programa Bolsa Estudante foi criado para combater a evasão escolar de estudantes do Ensino Médio regular e Ensino Médio da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede estadual de ensino. O programa oferece um auxílio financeiro de até R$ 6.250, que será pago aos estudantes beneficiados em 11 parcelas de R$ 568 e, neste ano, serão retroativas ao mês de fevereiro.


Para ter direito ao auxílio, além de estar matriculado no Ensino Médio regular ou Ensino Médio da EJA em escolas da rede estadual, e ter frequência mínima de 75%, a família do estudante deve estar inscrita no CadÚnico. Até dois integrantes de uma mesma família poderão receber o benefício. As inscrições ao programa encerraram em 18 de abril.


Com informações Ascom Susana Rigo.