Geral

13 mai 20 | 14h52 Por André Krüger

Saretta pede prorrogação de financiamentos contraídos junto ao Fundo de Desenvolvimento Rural

Medidas para auxiliar produtores rurais, durante a estiagem

Saretta pede prorrogação de financiamentos contraídos junto ao Fundo de Desenvolvimento Rural
Imprimir

Em decorrência do anúncio do pacote de medidas para auxiliar produtores rurais, durante a estiagem, o deputado Neodi Saretta pediu que o Governo do Estado prorrogue o prazo de vencimento das parcelas de financiamentos contraídos junto ao Fundo de Desenvolvimento Rural, até início de 2021. Saretta ressalta que muitos agricultores estão sofrendo com os problemas causados pela estiagem com perdas da lavoura. Além disso, a alta do dólar e a pandemia do novo coronavírus também afetam a agricultura. “A intenção do governo é muito meritória, mas é necessário de um prazo maior, pois muitos produtores vão precisar de mais tempo para tentar recuperar os prejuízos atuais”, disse o deputado.


Conforme o pacote de medidas do Governo do Estado, as parcelas anuais que venceriam em março, abril, maio ou junho deverão ser pagas no dia 3 de agosto. Já os contratos com vencimento após 30 de junho de 2020 não serão prorrogados, assim como aqueles produtores inadimplentes com o Fundo de Desenvolvimento Rural por 90 dias ou mais.



Fonte: Ascom

13 mai 20 | 14h52 Por André Krüger

Saretta pede prorrogação de financiamentos contraídos junto ao Fundo de Desenvolvimento Rural

Medidas para auxiliar produtores rurais, durante a estiagem

Saretta pede prorrogação de financiamentos contraídos junto ao Fundo de Desenvolvimento Rural

Em decorrência do anúncio do pacote de medidas para auxiliar produtores rurais, durante a estiagem, o deputado Neodi Saretta pediu que o Governo do Estado prorrogue o prazo de vencimento das parcelas de financiamentos contraídos junto ao Fundo de Desenvolvimento Rural, até início de 2021. Saretta ressalta que muitos agricultores estão sofrendo com os problemas causados pela estiagem com perdas da lavoura. Além disso, a alta do dólar e a pandemia do novo coronavírus também afetam a agricultura. “A intenção do governo é muito meritória, mas é necessário de um prazo maior, pois muitos produtores vão precisar de mais tempo para tentar recuperar os prejuízos atuais”, disse o deputado.


Conforme o pacote de medidas do Governo do Estado, as parcelas anuais que venceriam em março, abril, maio ou junho deverão ser pagas no dia 3 de agosto. Já os contratos com vencimento após 30 de junho de 2020 não serão prorrogados, assim como aqueles produtores inadimplentes com o Fundo de Desenvolvimento Rural por 90 dias ou mais.



Fonte: Ascom