Geral

21 set 21 | 15h03 Por André Krüger

Preço da gasolina varia até R$ 0,75 em cidades de SC; veja onde é mais barato

Pesquisa da ANP na última semana analisou preços em 19 municípios do Estado. Preço médio chega a ultrapassar os R$ 6; confira os valores por cidade

Preço da gasolina varia até R$ 0,75 em cidades de SC; veja onde é mais barato
Imprimir

Um dos itens mais pesquisados diariamente, o preço da gasolina chega a variar até 13,9% nos municípios catarinenses avaliados na última pesquisa da ANP (Agência Nacional de Petróleo). A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 18 de setembro.


Para compor esse cenário estadual, foram analisados os preços de 212 postos de gasolina em 19 cidades de Santa Catarina. O preço mais baixo foi constatado em Florianópolis, onde o combustível era vendido por R$ 5,39.


Na outra ponta dessa lista, o valor mais alto cobrado no Estado foi de R$ 6,14, em Balneário Camboriú e em Concórdia. No bolso dos clientes, essa diferença pesa o equivalente a R$ 0,75.


O preço médio do combustível mais alto do Estado fica em Concórdia, no Oeste. É a única cidade em que a média é acima de R$ 6. Por lá, o preço mínimo encontrado foi R$ 6,08.


Na média, a cidade mais “barata” para abastecer em Santa Catarina fica no Norte do Estado, em Joinville. Lá, o preço mais alto é de R$ 5,79, enquanto o menor valor encontrado foi de R$ 5,67.


Já na Capital, o preço da gasolina chega a quase R$ 6 e a diferença nos valores pode chegar a R$ 0,60. O preço mais elevado foi visto nos bairros Capoeiras, Estreito e Centro, onde a gasolina está R$ 5,99. O valor mais em conta foi visto em um posto do Abraão, a R$ 5,39.


Confira o preço médio de cada município pesquisado em SC (em ordem alfabética):

Araranguá: R$ 5,793

Balneário Camboriú: R$ 5,929

Biguaçu: R$ 5,979

Blumenau: R$ 5,823

Brusque: R$ 5,858

Caçador: R$ 5,964

Chapecó: R$ 5,923

Concórdia: R$ 6,113

Criciúma: R$ 5,791

Florianópolis: R$ 5,916

Itajaí: R$ 5,727

Jaraguá do Sul: R$ 5,762

Joinville: R$ 5,716

Lages: R$ 5,974

Laguna: R$ 5,847

Mafra: R$ 5,742

Palhoça: R$ 5,993

São José: R$ 5,991

Tubarão: R$ 5,791


Valor do ICMS sobre a gasolina ainda está no debate


Nesta segunda-feira (20), 20 governadores responderam às acusações do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), com relação ao aumento do ICMS no combustível, por meio de uma carta.


Segundo eles, nos últimos 12 meses, o preço da gasolina registrou um aumento superior a 40%, “embora nenhum Estado tenha aumentado o ICMS incidente sobre os combustíveis”.


Para os signatários, o problema envolvendo o tema é nacional, “e, não somente, de uma unidade federativa”. Eles mandaram um claro recado ao mandatário, ao dizerem que “falar a verdade é o primeiro passo para resolver um problema”. O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, não assinou o documento.


Fonte: ND Mais

21 set 21 | 15h03 Por André Krüger

Preço da gasolina varia até R$ 0,75 em cidades de SC; veja onde é mais barato

Pesquisa da ANP na última semana analisou preços em 19 municípios do Estado. Preço médio chega a ultrapassar os R$ 6; confira os valores por cidade

Preço da gasolina varia até R$ 0,75 em cidades de SC; veja onde é mais barato

Um dos itens mais pesquisados diariamente, o preço da gasolina chega a variar até 13,9% nos municípios catarinenses avaliados na última pesquisa da ANP (Agência Nacional de Petróleo). A pesquisa foi realizada entre os dias 12 e 18 de setembro.


Para compor esse cenário estadual, foram analisados os preços de 212 postos de gasolina em 19 cidades de Santa Catarina. O preço mais baixo foi constatado em Florianópolis, onde o combustível era vendido por R$ 5,39.


Na outra ponta dessa lista, o valor mais alto cobrado no Estado foi de R$ 6,14, em Balneário Camboriú e em Concórdia. No bolso dos clientes, essa diferença pesa o equivalente a R$ 0,75.


O preço médio do combustível mais alto do Estado fica em Concórdia, no Oeste. É a única cidade em que a média é acima de R$ 6. Por lá, o preço mínimo encontrado foi R$ 6,08.


Na média, a cidade mais “barata” para abastecer em Santa Catarina fica no Norte do Estado, em Joinville. Lá, o preço mais alto é de R$ 5,79, enquanto o menor valor encontrado foi de R$ 5,67.


Já na Capital, o preço da gasolina chega a quase R$ 6 e a diferença nos valores pode chegar a R$ 0,60. O preço mais elevado foi visto nos bairros Capoeiras, Estreito e Centro, onde a gasolina está R$ 5,99. O valor mais em conta foi visto em um posto do Abraão, a R$ 5,39.


Confira o preço médio de cada município pesquisado em SC (em ordem alfabética):

Araranguá: R$ 5,793

Balneário Camboriú: R$ 5,929

Biguaçu: R$ 5,979

Blumenau: R$ 5,823

Brusque: R$ 5,858

Caçador: R$ 5,964

Chapecó: R$ 5,923

Concórdia: R$ 6,113

Criciúma: R$ 5,791

Florianópolis: R$ 5,916

Itajaí: R$ 5,727

Jaraguá do Sul: R$ 5,762

Joinville: R$ 5,716

Lages: R$ 5,974

Laguna: R$ 5,847

Mafra: R$ 5,742

Palhoça: R$ 5,993

São José: R$ 5,991

Tubarão: R$ 5,791


Valor do ICMS sobre a gasolina ainda está no debate


Nesta segunda-feira (20), 20 governadores responderam às acusações do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), com relação ao aumento do ICMS no combustível, por meio de uma carta.


Segundo eles, nos últimos 12 meses, o preço da gasolina registrou um aumento superior a 40%, “embora nenhum Estado tenha aumentado o ICMS incidente sobre os combustíveis”.


Para os signatários, o problema envolvendo o tema é nacional, “e, não somente, de uma unidade federativa”. Eles mandaram um claro recado ao mandatário, ao dizerem que “falar a verdade é o primeiro passo para resolver um problema”. O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, não assinou o documento.


Fonte: ND Mais