Geral

07 ago 19 | 6h00 Por Jocimar Soares

Homens são condenados por assalto violento em Presidente Castello Branco

Crime aconteceu em maio de 2018 na área central da cidade.

Homens são condenados por assalto violento em Presidente Castello Branco
Imprimir

Um assalto que chamou a atenção da comunidade oestina, em maio do ano passado, foi julgado pela Vara Criminal da comarca de Concórdia neste mês. Trata-se de um roubo cometido no centro do município de Presidente Castelo Branco.


No mínimo três agentes invadiram o local onde funcionava uma empresa de importação e locação de máquinas de grua, utilizadas mediante fichas para os consumidores tentarem "capturar" bichos de pelúcia.


Dois dos agentes identificados foram condenados a 13 anos e quatro meses de reclusão, em regime fechado. O terceiro participante está foragido. A condenação foi por roubo com emprego de arma de fogo e concurso de agentes - quando o crime é cometido por mais de uma pessoa e causa maior intimidação à vítima e/ou dificulta sua defesa.


O crime


De acordo com a denúncia, no dia 26 de maio de 2018, por volta de 20h, os dois acusados, acompanhados por no mínimo mais um agente, invadiram o local. Armados e mediante violência, os assaltantes renderam o casal proprietário da empresa, familiares e três funcionários.


As vítimas foram ameaçadas e amarradas durante a ação. Foram levados R$ 216 mil em espécie, além de celulares e um veículo. O roubo aconteceu no dia em que o proprietário havia feito o recolhimento dos valores nas máquinas alocadas em estabelecimentos diversos.


(Fonte: Elizandra Gomes/TJSC)




07 ago 19 | 6h00 Por Jocimar Soares

Homens são condenados por assalto violento em Presidente Castello Branco

Crime aconteceu em maio de 2018 na área central da cidade.

Homens são condenados por assalto violento em Presidente Castello Branco

Um assalto que chamou a atenção da comunidade oestina, em maio do ano passado, foi julgado pela Vara Criminal da comarca de Concórdia neste mês. Trata-se de um roubo cometido no centro do município de Presidente Castelo Branco.


No mínimo três agentes invadiram o local onde funcionava uma empresa de importação e locação de máquinas de grua, utilizadas mediante fichas para os consumidores tentarem "capturar" bichos de pelúcia.


Dois dos agentes identificados foram condenados a 13 anos e quatro meses de reclusão, em regime fechado. O terceiro participante está foragido. A condenação foi por roubo com emprego de arma de fogo e concurso de agentes - quando o crime é cometido por mais de uma pessoa e causa maior intimidação à vítima e/ou dificulta sua defesa.


O crime


De acordo com a denúncia, no dia 26 de maio de 2018, por volta de 20h, os dois acusados, acompanhados por no mínimo mais um agente, invadiram o local. Armados e mediante violência, os assaltantes renderam o casal proprietário da empresa, familiares e três funcionários.


As vítimas foram ameaçadas e amarradas durante a ação. Foram levados R$ 216 mil em espécie, além de celulares e um veículo. O roubo aconteceu no dia em que o proprietário havia feito o recolhimento dos valores nas máquinas alocadas em estabelecimentos diversos.


(Fonte: Elizandra Gomes/TJSC)