Geral

30 jun 22 | 19h49 Por Jocimar Soares

Governo do Estado repassa mais de R$ 3 milhões para o HSF

Governador Carlos Moisés da Silva cumpriu agenda em Concórdia no fim da tarde desta quinta-feira, dia 30

Governo do Estado repassa mais de R$ 3 milhões para o HSF
Imprimir

O governador Carlos Moisés visitou o Hospital São Francisco, de Concórdia, no Oeste, no fim da tarde desta quinta-feira, 30, e autorizou R$ 3 milhões para o custeio e manutenção dos serviços hospitalares. A unidade, que completa 87 anos no sábado, está enquadrada no porte 5 da Política Hospitalar Catarinense (PHC), podendo receber até R$ 1,5 milhão em apoio mensalmente.


"Diminuir o sofrimento das pessoas, este é o nosso objetivo, este é o sentido de governar. É isso que estamos fazendo. Aqui no São Francisco absolutamente não é diferente. Saio daqui muito feliz, porque vejo um hospital humanizado, bonito e aconchegante”, disse o governador. O chefe do Executivo estadual também reforçou a meta de zerar as filas de cirurgias eletivas, saindo de 11 mil para 22 mil procedimentos por mês até o fim do ano em todo o estado.


Desde 2019 o hospital já recebeu mais de R$ 39 milhões em investimentos do Governo do Estado. A unidade é referência para atendimento dos pacientes de toda a região da Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense (Amauc), compreendendo 14 municípios, além de receber pacientes de alta complexidade, de outras regiões do estado.


O diretor-geral do Hospital São Francisco, Claudemir Andrighi, destacou que a Política Hospitalar Catarinense, criada pelo Governo do Estado, vem salvando os hospitais, garantindo o não fechamento dos leitos e das unidades.


“A PHC veio na hora certa, no momento em que vivemos a maior crise hospitalar com a Covid-19. Ainda temos os resquícios da pandemia na gestão, mas os recursos mensais recebidos fazem a diferença. A presença do governador vem aprimorar e fortalecer ainda mais nosso sistema. Recebemos talvez uns dois governadores em toda história aqui na instituição. E hoje, Carlos Moisés tem olhado com atenção para a saúde e para nosso hospital. É importante pedir recurso, mas também é fundamental agradecer”, disse Andrighi.


Em 2021, o hospital realizou mais de 1,2 milhão de exames de imagem, entre tomografia, ressonância, raio-x, ultrassom, mamografia, densitometria óssea, e exames laboratoriais, além de 8.842 procedimentos cirúrgicos, 1.818 partos e mais de 100 mil atendimentos nos serviços de emergência. Ao todo, são 216 leitos de internação.


(Fonte: Secom)

30 jun 22 | 19h49 Por Jocimar Soares

Governo do Estado repassa mais de R$ 3 milhões para o HSF

Governador Carlos Moisés da Silva cumpriu agenda em Concórdia no fim da tarde desta quinta-feira, dia 30

Governo do Estado repassa mais de R$ 3 milhões para o HSF

O governador Carlos Moisés visitou o Hospital São Francisco, de Concórdia, no Oeste, no fim da tarde desta quinta-feira, 30, e autorizou R$ 3 milhões para o custeio e manutenção dos serviços hospitalares. A unidade, que completa 87 anos no sábado, está enquadrada no porte 5 da Política Hospitalar Catarinense (PHC), podendo receber até R$ 1,5 milhão em apoio mensalmente.


"Diminuir o sofrimento das pessoas, este é o nosso objetivo, este é o sentido de governar. É isso que estamos fazendo. Aqui no São Francisco absolutamente não é diferente. Saio daqui muito feliz, porque vejo um hospital humanizado, bonito e aconchegante”, disse o governador. O chefe do Executivo estadual também reforçou a meta de zerar as filas de cirurgias eletivas, saindo de 11 mil para 22 mil procedimentos por mês até o fim do ano em todo o estado.


Desde 2019 o hospital já recebeu mais de R$ 39 milhões em investimentos do Governo do Estado. A unidade é referência para atendimento dos pacientes de toda a região da Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense (Amauc), compreendendo 14 municípios, além de receber pacientes de alta complexidade, de outras regiões do estado.


O diretor-geral do Hospital São Francisco, Claudemir Andrighi, destacou que a Política Hospitalar Catarinense, criada pelo Governo do Estado, vem salvando os hospitais, garantindo o não fechamento dos leitos e das unidades.


“A PHC veio na hora certa, no momento em que vivemos a maior crise hospitalar com a Covid-19. Ainda temos os resquícios da pandemia na gestão, mas os recursos mensais recebidos fazem a diferença. A presença do governador vem aprimorar e fortalecer ainda mais nosso sistema. Recebemos talvez uns dois governadores em toda história aqui na instituição. E hoje, Carlos Moisés tem olhado com atenção para a saúde e para nosso hospital. É importante pedir recurso, mas também é fundamental agradecer”, disse Andrighi.


Em 2021, o hospital realizou mais de 1,2 milhão de exames de imagem, entre tomografia, ressonância, raio-x, ultrassom, mamografia, densitometria óssea, e exames laboratoriais, além de 8.842 procedimentos cirúrgicos, 1.818 partos e mais de 100 mil atendimentos nos serviços de emergência. Ao todo, são 216 leitos de internação.


(Fonte: Secom)