Geral

01 abr 24 | 6h20 Por Luan De Bortoli

Geração de emprego: Concórdia tem fevereiro positivo, mas abaixo na comparação com a década

Serviços e indústria foram os setores com melhor desempenho.

Geração de emprego: Concórdia tem fevereiro positivo, mas abaixo na comparação com a década
Imprimir

O mês de fevereiro manteve um saldo positivo de 397 vagas na geração de empregos em Concórdia, mas ligeiramente abaixo dos números alcançados em janeiro e também no retrospecto dos meses de fevereiro de anos anteriores. Os dados o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) foram divulgados na última semana pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

O resultado positivo é uma diferença de 2.071 contrações e 1.674 desligamentos (que podem ser demissão ou troca de cidade, por exemplo). Embora com desempenho positivo, o número representa uma queda na comparação com saldo de 428 registros no mês de janeiro em Concórdia.

O levantamento realizado pela reportagem da Aliança FM apontou, no entanto, que o segundo mês deste ano apresentou um dos piores resultados na comparação com fevereiro de outros anos, aparecendo entre os quatro piores, junto de 2015 (pior da década), 2016 (ambos anos de crise) e 2017. 

Ainda conforme as informações disponibilizadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego, no mês passado, o setor de serviços apresentou o melhor resultado em Concórdia, com 332 vagas criadas, seguido da indústria. A construção apresentou o pior desempenho, com saldo negativo (-34), seguido da agricultura (-7).

O Brasil fechou o mês de fevereiro com saldo positivo de 306.111 empregos com carteira assinada, resultado acima do esperado. Com o impulso dos serviços e da indústria, Santa Catarina gerou 26.367 novos empregos em fevereiro e manteve o segundo lugar no ranking dos estados que mais abrem vagas no país, atrás apenas de São Paulo. 

01 abr 24 | 6h20 Por Luan De Bortoli

Geração de emprego: Concórdia tem fevereiro positivo, mas abaixo na comparação com a década

Serviços e indústria foram os setores com melhor desempenho.

Geração de emprego: Concórdia tem fevereiro positivo, mas abaixo na comparação com a década

O mês de fevereiro manteve um saldo positivo de 397 vagas na geração de empregos em Concórdia, mas ligeiramente abaixo dos números alcançados em janeiro e também no retrospecto dos meses de fevereiro de anos anteriores. Os dados o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) foram divulgados na última semana pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

O resultado positivo é uma diferença de 2.071 contrações e 1.674 desligamentos (que podem ser demissão ou troca de cidade, por exemplo). Embora com desempenho positivo, o número representa uma queda na comparação com saldo de 428 registros no mês de janeiro em Concórdia.

O levantamento realizado pela reportagem da Aliança FM apontou, no entanto, que o segundo mês deste ano apresentou um dos piores resultados na comparação com fevereiro de outros anos, aparecendo entre os quatro piores, junto de 2015 (pior da década), 2016 (ambos anos de crise) e 2017. 

Ainda conforme as informações disponibilizadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego, no mês passado, o setor de serviços apresentou o melhor resultado em Concórdia, com 332 vagas criadas, seguido da indústria. A construção apresentou o pior desempenho, com saldo negativo (-34), seguido da agricultura (-7).

O Brasil fechou o mês de fevereiro com saldo positivo de 306.111 empregos com carteira assinada, resultado acima do esperado. Com o impulso dos serviços e da indústria, Santa Catarina gerou 26.367 novos empregos em fevereiro e manteve o segundo lugar no ranking dos estados que mais abrem vagas no país, atrás apenas de São Paulo.