Esportes

16 abr 21 | 9h03 Por André Krüger

Ponte Preta define compra de Moisés, que pertence ao Concórdia Atlético Clube

Time de Campinas terá 100% dos direitos federativos e 50% dos direitos econômicos

Ponte Preta define compra de Moisés, que pertence ao Concórdia Atlético Clube
Imprimir

A Ponte Preta definiu na tarde da quinta-feira, dia 15, junto ao Concórdia Atlético Clube, a compra do atacante Moisés. O atleta já está atuando desde o ano passado no time de campinas. A Ponte exerceu formalmente a cláusula do contrato de empréstimo que dá preferência à Macaca para compra de 50% dos direitos econômicos e 100% dos federativos do jogador mediante o pagamento de R$ 500 mil. Essa cláusula estava prevista no contrato de empréstimo entre as duas direções, cujo prazo termina no fim desse mês.


O pagamento será feito à vista até o dia 30 deste mês, conforme estabelece o documento e o contrato entre Macaca e Moisés irá até 2024.


Hoje, Moisés tem contrato até dezembro de 2022 com o Concórdia Atlético Clube.


Os direitos econômicos são resultado da multa rescisória e seu valor corresponde à cláusula indenizatória recebida pelo clube por ocasião da transferência do jogador — com o qual tem contrato — para outro time. No momento da transação, as pessoas físicas e jurídicas participantes podem negociar essa cláusula.


O direito federativo de um atleta é o vínculo que ele tem com um clube por meio do contrato. É o que permite que o clube inscreva o jogador na federação correspondente.

16 abr 21 | 9h03 Por André Krüger

Ponte Preta define compra de Moisés, que pertence ao Concórdia Atlético Clube

Time de Campinas terá 100% dos direitos federativos e 50% dos direitos econômicos

Ponte Preta define compra de Moisés, que pertence ao Concórdia Atlético Clube

A Ponte Preta definiu na tarde da quinta-feira, dia 15, junto ao Concórdia Atlético Clube, a compra do atacante Moisés. O atleta já está atuando desde o ano passado no time de campinas. A Ponte exerceu formalmente a cláusula do contrato de empréstimo que dá preferência à Macaca para compra de 50% dos direitos econômicos e 100% dos federativos do jogador mediante o pagamento de R$ 500 mil. Essa cláusula estava prevista no contrato de empréstimo entre as duas direções, cujo prazo termina no fim desse mês.


O pagamento será feito à vista até o dia 30 deste mês, conforme estabelece o documento e o contrato entre Macaca e Moisés irá até 2024.


Hoje, Moisés tem contrato até dezembro de 2022 com o Concórdia Atlético Clube.


Os direitos econômicos são resultado da multa rescisória e seu valor corresponde à cláusula indenizatória recebida pelo clube por ocasião da transferência do jogador — com o qual tem contrato — para outro time. No momento da transação, as pessoas físicas e jurídicas participantes podem negociar essa cláusula.


O direito federativo de um atleta é o vínculo que ele tem com um clube por meio do contrato. É o que permite que o clube inscreva o jogador na federação correspondente.