Esportes

25 jan 22 | 10h11 Por Jocimar Soares

OUÇA: Objetivo é retornar à Liga Nacional já em 2023

Novo presidente da ACF revela que por pouco o clube não adquiriu uma vaga na competição no ano passado

OUÇA: Objetivo é retornar à Liga Nacional já em 2023
Escute
Imprimir

Voltar a Liga Nacional em 2023! Esse é o objetivo da nova diretoria da Associação Concordiense de Futsal para a temporada de 2022. Conforme informado pela Aliança FM, na última semana o empresário Marlos Franceschini reassumiu a presidência do time para esse ano. Ele foi mandatário do clube no período de 2016 a 2017. Em entrevista ao Canal 101 da Aliança FM, Marlos destacou que pretende disputar os campeonatos previstos para esse ano mesclando atletas adultos com a base, diferente de anos anteriores em que o time adulto era formado por sub-20.


Franceschini destaca também que por pouco a ACF não retornou para a Liga Nacional já neste ano. O novo presidente garante que houve sinalização de aporte de recursos para a compra do time concordiense por uma vaga na Liga Nacional. Porém, houve mudança no regimento da competição brasileira, diminuindo de 24 para 22 equipes participantes. Marlos Franceschini disse que haveria essa condição, porém faltou uma vaga disponível (OUÇA)

25 jan 22 | 10h11 Por Jocimar Soares

OUÇA: Objetivo é retornar à Liga Nacional já em 2023

Novo presidente da ACF revela que por pouco o clube não adquiriu uma vaga na competição no ano passado

OUÇA: Objetivo é retornar à Liga Nacional já em 2023

Voltar a Liga Nacional em 2023! Esse é o objetivo da nova diretoria da Associação Concordiense de Futsal para a temporada de 2022. Conforme informado pela Aliança FM, na última semana o empresário Marlos Franceschini reassumiu a presidência do time para esse ano. Ele foi mandatário do clube no período de 2016 a 2017. Em entrevista ao Canal 101 da Aliança FM, Marlos destacou que pretende disputar os campeonatos previstos para esse ano mesclando atletas adultos com a base, diferente de anos anteriores em que o time adulto era formado por sub-20.


Franceschini destaca também que por pouco a ACF não retornou para a Liga Nacional já neste ano. O novo presidente garante que houve sinalização de aporte de recursos para a compra do time concordiense por uma vaga na Liga Nacional. Porém, houve mudança no regimento da competição brasileira, diminuindo de 24 para 22 equipes participantes. Marlos Franceschini disse que haveria essa condição, porém faltou uma vaga disponível (OUÇA)