Esportes

08 jul 20 | 14h22 Por André Krüger

Concordiense Antonela Bassani entre as finalistas de concurso da Ferrari

Concurso da Ferrari tem duas brasileiras entre as finalistas

Concordiense Antonela Bassani entre as finalistas de concurso da Ferrari
Escute
Imprimir

A concordiense Antonela Bassani, de 14 anos, está entre as finalistas no concurso da Ferrari e da Federação Internacional de Automobilismo. A modalidade vai escolher uma piloto para fazer parte da academia da escuderia italiana. A primeira etapa da seleção vai ser em outubro no circuito francês de Paul Ricard.


Antonella é uma das meninas de idade entre 12 a 16 anos que estão na briga por uma vaga. Antonella começou no kart com apenas quatros anos. Ele disse que ficou muito emocionada por fazer parte das 20 selecionadas para participar da segunda fase do concurso da Ferrari.


Antonella tem longa trajetória na categoria deste esporte. Entre os resultados de destaque tem um vice-campeonato do Sul-Americano de Rotax, e um vice no Brasileiro de Rotax, ambos conquistados em 2016. No ano seguinte, em Portugal, ficou em oitava no Rotax Max Challenge Grand Finals, melhor colocação de uma brasileira em campeonatos mundiais.



08 jul 20 | 14h22 Por André Krüger

Concordiense Antonela Bassani entre as finalistas de concurso da Ferrari

Concurso da Ferrari tem duas brasileiras entre as finalistas

Concordiense Antonela Bassani entre as finalistas de concurso da Ferrari

A concordiense Antonela Bassani, de 14 anos, está entre as finalistas no concurso da Ferrari e da Federação Internacional de Automobilismo. A modalidade vai escolher uma piloto para fazer parte da academia da escuderia italiana. A primeira etapa da seleção vai ser em outubro no circuito francês de Paul Ricard.


Antonella é uma das meninas de idade entre 12 a 16 anos que estão na briga por uma vaga. Antonella começou no kart com apenas quatros anos. Ele disse que ficou muito emocionada por fazer parte das 20 selecionadas para participar da segunda fase do concurso da Ferrari.


Antonella tem longa trajetória na categoria deste esporte. Entre os resultados de destaque tem um vice-campeonato do Sul-Americano de Rotax, e um vice no Brasileiro de Rotax, ambos conquistados em 2016. No ano seguinte, em Portugal, ficou em oitava no Rotax Max Challenge Grand Finals, melhor colocação de uma brasileira em campeonatos mundiais.