Esportes

20 mar 20 | 17h28 Por Jocimar Soares

Clubes catarinenses disponibilizam suas estruturas no combate ao Covid-19

Quatro clubes disponibilizaram sua estrutura para uso das secretarias de Saúde, no que for necessário.

Clubes catarinenses disponibilizam suas estruturas no combate ao Covid-19
Imprimir

Atentos aos efeitos causados pela pandemia do Covid-19, os envolvidos com o futebol catarinense demonstram ações de solidariedade com a população neste momento delicado. 


Além de medidas próprias para evitar a proliferação do vírus e a conscientização dos torcedores através das redes sociais, quatro clubes já disponibilizaram suas estruturas para uso das Secretarias de Saúde no que for necessário.


Criciúma, Figueirense, Avaí e Juventus colocaram, dentre outros, seus centros de treinamentos à disposição do governo. Os presidentes – Jaime Dal Farra, Norton Boppré, Amaro Lúcio da Silva (presidente em atividade) e Cristiano da Rosa Humenhuk, respectivamente – ressaltaram apoio total à causa. Quartos, refeitórios, lavanderias são alguns dos espaços prontos para receber os infectados. 


Esse é um símbolo da união que precisamos adotar para superar as fases de preocupação e, posteriormente, voltarmos ainda mais fortes às rotinas. O futebol catarinense está ao lado da população do Estado para o que for preciso.


(Fonte: Federação Catarinense de Futebol)

20 mar 20 | 17h28 Por Jocimar Soares

Clubes catarinenses disponibilizam suas estruturas no combate ao Covid-19

Quatro clubes disponibilizaram sua estrutura para uso das secretarias de Saúde, no que for necessário.

Clubes catarinenses disponibilizam suas estruturas no combate ao Covid-19

Atentos aos efeitos causados pela pandemia do Covid-19, os envolvidos com o futebol catarinense demonstram ações de solidariedade com a população neste momento delicado. 


Além de medidas próprias para evitar a proliferação do vírus e a conscientização dos torcedores através das redes sociais, quatro clubes já disponibilizaram suas estruturas para uso das Secretarias de Saúde no que for necessário.


Criciúma, Figueirense, Avaí e Juventus colocaram, dentre outros, seus centros de treinamentos à disposição do governo. Os presidentes – Jaime Dal Farra, Norton Boppré, Amaro Lúcio da Silva (presidente em atividade) e Cristiano da Rosa Humenhuk, respectivamente – ressaltaram apoio total à causa. Quartos, refeitórios, lavanderias são alguns dos espaços prontos para receber os infectados. 


Esse é um símbolo da união que precisamos adotar para superar as fases de preocupação e, posteriormente, voltarmos ainda mais fortes às rotinas. O futebol catarinense está ao lado da população do Estado para o que for preciso.


(Fonte: Federação Catarinense de Futebol)