Esportes

24 jul 21 | 7h49 Por Jocimar Soares

Atleta da ACTM perde e se despede do torneio simples nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Ela é atleta da Associação Concordiense de Tênis de Mesa

Atleta da ACTM perde e se despede do torneio simples nos Jogos Olímpicos de Tóquio
Imprimir

A brasileira Jessica Yamada se despediu, na madrugada deste sábado (24) do torneio individual de tênis de mesa dos Jogos Olímpicos. Ela foi superada pela suíça Rachel Moret, por 4 a 2 (6/11, 11/6, 4/11, 11/7, 6/11 e 12/14), no Ginásio Metropolitano de Tóquio, em partida onde não faltou luta, mas em que oscilou muito e encontrou dificuldades com os saques da adversária. Foi a primeira participação olímpica da atleta.


Jessica não começou bem a partida. Errando na recepção, permitiu que a adversária abrisse 3 a 0 no placar. Aos poucos, se tranquilizou, mas não conseguiu ainda mostrar seu melhor jogo, perdendo por 11 a 6.


No segundo set, Jessica voltou de forma arrasadora. Abriu 4 a 0, variando bem os golpes. A mesa-tenista brasileira chegou a permitir que Rachel reagisse, mas voltou a retomar o controle da mesa e devolveu o placar da primeira parcial.


Tudo deu errado para Jessica Yamada no terceiro set, que até começou equilibrado. Mas, a partir do 2 a 2, uma sequência de erros fez com que a brasileira ficasse longe da vitória. Rachel abriu 10 a 2, Jessica chegou a marcar duas vezes, mas a suíça fechou.


A brasileira dominou novamente o confronto no quarto set, fechando em 11 a 7 e empatando a partida. Mas Rachel Moret complicou a vida da brasileira nos dois seguintes, com boa variação de jogadas, vencendo a quinta parcial e praticamente encaminhando a vitória.


Na sexta parcial, porém, quando Jessica perdia por 8 a 2, conseguiu reagir e salvou três match points. Virou o jogo para 11 a 10, mas não fechou. Rachel contou também com a sorte, com as bolas resvalando na “casquinha” da mesa, finalizando em 14 a 12.


“Primeiro, estou muito feliz de estar aqui, depois de tantos protocolos e dificuldades. Fiquei muito feliz de participar, de poder estar lá. Recebi muitas mensagens, senti toda a energia do pessoal do Brasil torcendo por mim, me acompanhando”, agradeceu a atleta, que fez uma análise bem serena após o confronto:


“Infelizmente, acabei perdendo. Um ponto forte meu é perceber rápido o que está acontecendo para achar uma solução. Mas nesse jogo eu não consegui. Eu demorei muito para encontrar soluções, cometendo os mesmos erros, jogando da forma que ela gosta. Isso dificultou para fazer os pontos. Acho que eu estava irregular, e os momentos que joguei mal fizeram falta no final”.


Jessica Yamada ainda vai participar do torneio de equipes, onde jogará ao lado de Bruna Takahashi e Carol Kumahara, a partir do 1, quando enfrenta a seleção de Hong Kong.


(Fonte: Fato e Ação Comunicação)

24 jul 21 | 7h49 Por Jocimar Soares

Atleta da ACTM perde e se despede do torneio simples nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Ela é atleta da Associação Concordiense de Tênis de Mesa

Atleta da ACTM perde e se despede do torneio simples nos Jogos Olímpicos de Tóquio

A brasileira Jessica Yamada se despediu, na madrugada deste sábado (24) do torneio individual de tênis de mesa dos Jogos Olímpicos. Ela foi superada pela suíça Rachel Moret, por 4 a 2 (6/11, 11/6, 4/11, 11/7, 6/11 e 12/14), no Ginásio Metropolitano de Tóquio, em partida onde não faltou luta, mas em que oscilou muito e encontrou dificuldades com os saques da adversária. Foi a primeira participação olímpica da atleta.


Jessica não começou bem a partida. Errando na recepção, permitiu que a adversária abrisse 3 a 0 no placar. Aos poucos, se tranquilizou, mas não conseguiu ainda mostrar seu melhor jogo, perdendo por 11 a 6.


No segundo set, Jessica voltou de forma arrasadora. Abriu 4 a 0, variando bem os golpes. A mesa-tenista brasileira chegou a permitir que Rachel reagisse, mas voltou a retomar o controle da mesa e devolveu o placar da primeira parcial.


Tudo deu errado para Jessica Yamada no terceiro set, que até começou equilibrado. Mas, a partir do 2 a 2, uma sequência de erros fez com que a brasileira ficasse longe da vitória. Rachel abriu 10 a 2, Jessica chegou a marcar duas vezes, mas a suíça fechou.


A brasileira dominou novamente o confronto no quarto set, fechando em 11 a 7 e empatando a partida. Mas Rachel Moret complicou a vida da brasileira nos dois seguintes, com boa variação de jogadas, vencendo a quinta parcial e praticamente encaminhando a vitória.


Na sexta parcial, porém, quando Jessica perdia por 8 a 2, conseguiu reagir e salvou três match points. Virou o jogo para 11 a 10, mas não fechou. Rachel contou também com a sorte, com as bolas resvalando na “casquinha” da mesa, finalizando em 14 a 12.


“Primeiro, estou muito feliz de estar aqui, depois de tantos protocolos e dificuldades. Fiquei muito feliz de participar, de poder estar lá. Recebi muitas mensagens, senti toda a energia do pessoal do Brasil torcendo por mim, me acompanhando”, agradeceu a atleta, que fez uma análise bem serena após o confronto:


“Infelizmente, acabei perdendo. Um ponto forte meu é perceber rápido o que está acontecendo para achar uma solução. Mas nesse jogo eu não consegui. Eu demorei muito para encontrar soluções, cometendo os mesmos erros, jogando da forma que ela gosta. Isso dificultou para fazer os pontos. Acho que eu estava irregular, e os momentos que joguei mal fizeram falta no final”.


Jessica Yamada ainda vai participar do torneio de equipes, onde jogará ao lado de Bruna Takahashi e Carol Kumahara, a partir do 1, quando enfrenta a seleção de Hong Kong.


(Fonte: Fato e Ação Comunicação)