Esportes

11 set 19 | 9h14 Por Cristiano Mortari

AAU perde para a Unip pela Liga Nacional de Handebol Feminino

Jogo foi disputado na noite de terça-feira, dia 10, em Concórdia.

AAU perde para a Unip pela Liga Nacional de Handebol Feminino
Imprimir

Em partida válida pela Liga Nacional 2019, a AAU UnC Concórdia recebeu na noite desta terça (10 set), a UNIP/São Bernardo do Campo (SP), e diante do seu torcedor sofreu sua primeira derrota na competição.


As visitantes vinham de uma derrota para o E.C. Pinheiros (SP).

Já as comandadas do técnico Alexandre Schneider, após empate na estreia da competição com o Blumenau/FURB (SC), visavam sua primeira vitória e mais que isso, tinham como objetivo reencontrar seu jogo.


E tentando explorar as falhas de defesa da equipe paulista, o técnico concordiense optou por atuar com sete jogadoras em linha nos momentos de ataque, mas, a superioridade numérica não surtiu o efeito esperado e, mesmo quando a equipe paulista se viu sem duas jogadoras excluídas por dois minutos, a AAU não conseguiu virar o marcador.


Em contrapartida o time do ABC paulista aproveitou a falta da arqueira concordiense e anotou vários gols em tiros longos.


No final o placar anotava 24 a 22 (12 a 11), para a UNIP, que teve como destaque da partida a goleira Flávia Vidal.


O técnico da AAU UnC Concórdia disse que se avaliar sobre o prisma das constantes falhas de ataque, a opção de jogar sem a defensora foi um dos fatores preponderantes para a derrota, mesmo a equipe tendo apresentado em alguns momentos um bom handebol.


“O problema em um jogo desses é a leitura que cada um faz, principalmente o jogador que está com a posse de bola. E hoje em alguns momentos a leitura foi errada […] e nós estávamos arriscando mais pois nosso ataque posicional não estava bem, e tivemos alguns bons momentos, mas em outros entregamos a bola e sofremos alguns gols”.


Schneider disse ser importante jogar com uma equipe forte como a UNIP, arriscando e treinando esse sistema de ataque para que a equipe possa utilizar em outros momentos.


Sem muito tempo para assimilar esta derrota, o técnico já visualiza o próximo confronto, que acontece nesta quinta (12 set) às 19h30, no Ginásio da Universidade do Contestado contra o E.C. Pinheiros (SP).


“É mais um jogo tão difícil como esse, então teremos que ter os mesmos cuidados” – disse Schneider.


O que preocupa o técnico é que após o Mundial, algumas atletas perderam a confiança em alguns momentos do jogo, principalmente nos decisivos, mas ele acredita que a equipe irá reagir e irá fazer uma boa fase de classificação, chegando mais uma vez às finais da Liga Nacional.


(Fonte: Marcos Terras/Ascom/AAU)

11 set 19 | 9h14 Por Cristiano Mortari

AAU perde para a Unip pela Liga Nacional de Handebol Feminino

Jogo foi disputado na noite de terça-feira, dia 10, em Concórdia.

AAU perde para a Unip pela Liga Nacional de Handebol Feminino

Em partida válida pela Liga Nacional 2019, a AAU UnC Concórdia recebeu na noite desta terça (10 set), a UNIP/São Bernardo do Campo (SP), e diante do seu torcedor sofreu sua primeira derrota na competição.


As visitantes vinham de uma derrota para o E.C. Pinheiros (SP).

Já as comandadas do técnico Alexandre Schneider, após empate na estreia da competição com o Blumenau/FURB (SC), visavam sua primeira vitória e mais que isso, tinham como objetivo reencontrar seu jogo.


E tentando explorar as falhas de defesa da equipe paulista, o técnico concordiense optou por atuar com sete jogadoras em linha nos momentos de ataque, mas, a superioridade numérica não surtiu o efeito esperado e, mesmo quando a equipe paulista se viu sem duas jogadoras excluídas por dois minutos, a AAU não conseguiu virar o marcador.


Em contrapartida o time do ABC paulista aproveitou a falta da arqueira concordiense e anotou vários gols em tiros longos.


No final o placar anotava 24 a 22 (12 a 11), para a UNIP, que teve como destaque da partida a goleira Flávia Vidal.


O técnico da AAU UnC Concórdia disse que se avaliar sobre o prisma das constantes falhas de ataque, a opção de jogar sem a defensora foi um dos fatores preponderantes para a derrota, mesmo a equipe tendo apresentado em alguns momentos um bom handebol.


“O problema em um jogo desses é a leitura que cada um faz, principalmente o jogador que está com a posse de bola. E hoje em alguns momentos a leitura foi errada […] e nós estávamos arriscando mais pois nosso ataque posicional não estava bem, e tivemos alguns bons momentos, mas em outros entregamos a bola e sofremos alguns gols”.


Schneider disse ser importante jogar com uma equipe forte como a UNIP, arriscando e treinando esse sistema de ataque para que a equipe possa utilizar em outros momentos.


Sem muito tempo para assimilar esta derrota, o técnico já visualiza o próximo confronto, que acontece nesta quinta (12 set) às 19h30, no Ginásio da Universidade do Contestado contra o E.C. Pinheiros (SP).


“É mais um jogo tão difícil como esse, então teremos que ter os mesmos cuidados” – disse Schneider.


O que preocupa o técnico é que após o Mundial, algumas atletas perderam a confiança em alguns momentos do jogo, principalmente nos decisivos, mas ele acredita que a equipe irá reagir e irá fazer uma boa fase de classificação, chegando mais uma vez às finais da Liga Nacional.


(Fonte: Marcos Terras/Ascom/AAU)