Esportes

14 ago 19 | 6h10 Por Jocimar Soares

AAU inicia Liga Nacional para defender o título

Time concordiense inicia a disputa no próximo dia 29. Competição começa dia 15.

AAU inicia Liga Nacional para defender o título
Imprimir

Inicia nesta quinta, 15 de agosto, a 23ª edição da Liga Nacional de Handebol Feminino. A competição está dividida em três grupos, sendo: Conferência Centro-Oeste/Sudeste, Conferência Norte/Nordeste e Conferência Sul/São Paulo, grupo esse que além da AAU UnC Concórdia, conta com a também catarinense, Blumenau/Furb, UNIP/São Bernardo e E.C. Pinheiros, de São Paulo, Cascavel e Maringá, do Paraná.


Segundo o técnico Alexandre Schneider, essa foi a melhor maneira que os clubes encontraram para a competição deste ano que contará também com a parceria da CBHb (Confederação Brasileira de Handebol).


” Os clubes se colocaram a disposição para auxiliar a confederação, principalmente porque ela passa por um momento de reestruturação em função dos problemas que ocorreram (administrativos e financeiros), mudança da CBHb de Aracajú para São Paulo, falta de pessoal etc. Então estaremos neste momento auxiliando na organização desta competição que para nós é a mais importante no calendário nacional”. – afirma o técnico da AAU.


Para este ano, os clubes enfrentaram uma certa dificuldade em função do calendário, já que a proposta de datas foi sugerida com um certo atraso e, em função disso, os clubes já estão pensando em 2020, onde a ideia é iniciar a Liga na segunda quinzena de abril com uma nova proposta, uma nova cara.


” Esse ano nós vamos fazer mais ou menos com a mesma estrutura do que foi a Liga do ano passado, regionalizada em um primeiro momento e depois fazendo uma fase final que será realizada este ano, por decisão dos clubes e em função de todos os problemas apresentados, em São Paulo” – destacou o técnico concordiense.


O primeiro jogo colocará frente a frente a equipe de Cascavel (PR), que vai até o ABC paulista enfrentar a UNIP/São Bernardo e, no dia 17 (sábado), será a vez de jogar contra o E.C. Pinheiros.


Clássico Catarinense


A primeira partida da AAU acontecerá no dia 29 de agosto (quinta), enfrentando fora de casa sua principal adversária no estado, a equipe Blumenau/FURB, 


Depois as concordienses fazem duas partidas dentro de casa; No dia 10 de setembro (terça), contra o E.C. Pinheiros, e no dia 12 (quinta), contra a UNIP/São Bernardo. Ambas as partidas marcadas para às 19h30.


Essa primeira fase da Liga ocorre até o mês de novembro e a fase final, segundo o técnico Alexandre, deve ocorrer de 18 a 22 de dezembro.


“A gente queria antecipar as finais mas, como este ano acontece o mundial feminino de handebol, preferimos não prejudicar nenhum clube. Não que tenhamos atletas convocadas para o mundial, mas, temos técnicos que estarão envolvidos. Então preferimos não prejudicar ninguém. Então a princípio a ideia é concluir a Liga 2019 no dia 22 de dezembro” – disse Schneider.


Sobre a equipe da AAU que irá disputar a Liga, o técnico disse que a princípio o elenco irá sentir muito a saída da Tauani, já que a cinco/seis anos ela se tornou a base da defesa, principalmente no sistema que é trabalhado.

Segundo ele, houve um primeiro contato com uma atleta que era de São Bernardo (SP) e, além dela existe o estudo de outras possibilidades.


“Mas não é neste momento a prioridade. Nós temos as atletas juvenis que venceram os joguinhos abertos e estiveram com a gente no Mundial de Clubes na China. Então nesta fase classificatória talvez iremos trabalhar e dar a elas essa responsabilidade, ou também, mudar o sistema de defesa. Vamos treinar essa possibilidade também, para que possamos a exemplo dos anos anteriores, ter uma defesa forte. E claro, em função da questão orçamentária, estamos estudando a possibilidade ou não de trazer alguma atleta. Mas neste primeiro momento, nos primeiro jogos, não creio que teremos alguém diferente” – concluiu Schneider.


(Fonte: Marcos Terras/Ascom/AAU)



14 ago 19 | 6h10 Por Jocimar Soares

AAU inicia Liga Nacional para defender o título

Time concordiense inicia a disputa no próximo dia 29. Competição começa dia 15.

AAU inicia Liga Nacional para defender o título

Inicia nesta quinta, 15 de agosto, a 23ª edição da Liga Nacional de Handebol Feminino. A competição está dividida em três grupos, sendo: Conferência Centro-Oeste/Sudeste, Conferência Norte/Nordeste e Conferência Sul/São Paulo, grupo esse que além da AAU UnC Concórdia, conta com a também catarinense, Blumenau/Furb, UNIP/São Bernardo e E.C. Pinheiros, de São Paulo, Cascavel e Maringá, do Paraná.


Segundo o técnico Alexandre Schneider, essa foi a melhor maneira que os clubes encontraram para a competição deste ano que contará também com a parceria da CBHb (Confederação Brasileira de Handebol).


” Os clubes se colocaram a disposição para auxiliar a confederação, principalmente porque ela passa por um momento de reestruturação em função dos problemas que ocorreram (administrativos e financeiros), mudança da CBHb de Aracajú para São Paulo, falta de pessoal etc. Então estaremos neste momento auxiliando na organização desta competição que para nós é a mais importante no calendário nacional”. – afirma o técnico da AAU.


Para este ano, os clubes enfrentaram uma certa dificuldade em função do calendário, já que a proposta de datas foi sugerida com um certo atraso e, em função disso, os clubes já estão pensando em 2020, onde a ideia é iniciar a Liga na segunda quinzena de abril com uma nova proposta, uma nova cara.


” Esse ano nós vamos fazer mais ou menos com a mesma estrutura do que foi a Liga do ano passado, regionalizada em um primeiro momento e depois fazendo uma fase final que será realizada este ano, por decisão dos clubes e em função de todos os problemas apresentados, em São Paulo” – destacou o técnico concordiense.


O primeiro jogo colocará frente a frente a equipe de Cascavel (PR), que vai até o ABC paulista enfrentar a UNIP/São Bernardo e, no dia 17 (sábado), será a vez de jogar contra o E.C. Pinheiros.


Clássico Catarinense


A primeira partida da AAU acontecerá no dia 29 de agosto (quinta), enfrentando fora de casa sua principal adversária no estado, a equipe Blumenau/FURB, 


Depois as concordienses fazem duas partidas dentro de casa; No dia 10 de setembro (terça), contra o E.C. Pinheiros, e no dia 12 (quinta), contra a UNIP/São Bernardo. Ambas as partidas marcadas para às 19h30.


Essa primeira fase da Liga ocorre até o mês de novembro e a fase final, segundo o técnico Alexandre, deve ocorrer de 18 a 22 de dezembro.


“A gente queria antecipar as finais mas, como este ano acontece o mundial feminino de handebol, preferimos não prejudicar nenhum clube. Não que tenhamos atletas convocadas para o mundial, mas, temos técnicos que estarão envolvidos. Então preferimos não prejudicar ninguém. Então a princípio a ideia é concluir a Liga 2019 no dia 22 de dezembro” – disse Schneider.


Sobre a equipe da AAU que irá disputar a Liga, o técnico disse que a princípio o elenco irá sentir muito a saída da Tauani, já que a cinco/seis anos ela se tornou a base da defesa, principalmente no sistema que é trabalhado.

Segundo ele, houve um primeiro contato com uma atleta que era de São Bernardo (SP) e, além dela existe o estudo de outras possibilidades.


“Mas não é neste momento a prioridade. Nós temos as atletas juvenis que venceram os joguinhos abertos e estiveram com a gente no Mundial de Clubes na China. Então nesta fase classificatória talvez iremos trabalhar e dar a elas essa responsabilidade, ou também, mudar o sistema de defesa. Vamos treinar essa possibilidade também, para que possamos a exemplo dos anos anteriores, ter uma defesa forte. E claro, em função da questão orçamentária, estamos estudando a possibilidade ou não de trazer alguma atleta. Mas neste primeiro momento, nos primeiro jogos, não creio que teremos alguém diferente” – concluiu Schneider.


(Fonte: Marcos Terras/Ascom/AAU)