ELEIÇÕES 2022

03 ago 22 | 9h56 Por Jocimar Soares

MDB vai homologar Mano Cadore no lugar de Zagonel na corrida à Alesc

Substituição será feita nesta quarta-feira, dia 3, em Florianópolis junto ao TRE.

MDB vai homologar Mano Cadore no lugar de Zagonel na corrida à Alesc
Imprimir

Com a desistência já anunciada de Closmar Zagonel, o MDB da região de Concórdia vai indicar o nome do ex-vereador Marnio Cadore para concorrer a deputado estadual pela região. A informação é de lideranças da sigla na região. Conforme apurado pela Aliança FM, a documentação com o nome de Cadore já está em Florianópolis para ser entregue ao Tribunal Regional Eleitoral. Com isso, o Alto Uruguai de Santa Catarina volta a ter dois nomes dentro do partido disputando a uma das cadeiras na Assembleia Legislativa em 2022.


A troca de nomes para as Eleições de 2022 é prevista através de Resolução do Tribunal Superior Eleitoral e a substituição deve ser feita pelo partido político ou federação partidária. O prazo para homologações junto a Justiça Eleitoral vai até o dia 15 de agosto.


Conforme já informado pela Aliança FM, Closmar Zagonel, que é vereador em Concórdia, havia sido homologado como candidato a deputado estadual pelo MDB no dia 23 de julho, durante convenção do partido em Florianópolis. Alegando o que ele considera excesso de candidaturas à Alesc na Amauc, que até então são sete, ele anunciou desistência de concorrer ao pleito no último dia 28. Em entrevista à Aliança FM, Zagonel disse que impasses dentro do partido o impediram de se estruturar para o pleito.


O substituto Marnio Cadore, ou Mano Cadore, já foi vereador em Concórdia, secretário Municipal da Agricultura e gerente na extinta Secretaria de Desenvolvimento Regional.


03 ago 22 | 9h56 Por Jocimar Soares

MDB vai homologar Mano Cadore no lugar de Zagonel na corrida à Alesc

Substituição será feita nesta quarta-feira, dia 3, em Florianópolis junto ao TRE.

MDB vai homologar Mano Cadore no lugar de Zagonel na corrida à Alesc

Com a desistência já anunciada de Closmar Zagonel, o MDB da região de Concórdia vai indicar o nome do ex-vereador Marnio Cadore para concorrer a deputado estadual pela região. A informação é de lideranças da sigla na região. Conforme apurado pela Aliança FM, a documentação com o nome de Cadore já está em Florianópolis para ser entregue ao Tribunal Regional Eleitoral. Com isso, o Alto Uruguai de Santa Catarina volta a ter dois nomes dentro do partido disputando a uma das cadeiras na Assembleia Legislativa em 2022.


A troca de nomes para as Eleições de 2022 é prevista através de Resolução do Tribunal Superior Eleitoral e a substituição deve ser feita pelo partido político ou federação partidária. O prazo para homologações junto a Justiça Eleitoral vai até o dia 15 de agosto.


Conforme já informado pela Aliança FM, Closmar Zagonel, que é vereador em Concórdia, havia sido homologado como candidato a deputado estadual pelo MDB no dia 23 de julho, durante convenção do partido em Florianópolis. Alegando o que ele considera excesso de candidaturas à Alesc na Amauc, que até então são sete, ele anunciou desistência de concorrer ao pleito no último dia 28. Em entrevista à Aliança FM, Zagonel disse que impasses dentro do partido o impediram de se estruturar para o pleito.


O substituto Marnio Cadore, ou Mano Cadore, já foi vereador em Concórdia, secretário Municipal da Agricultura e gerente na extinta Secretaria de Desenvolvimento Regional.