Coronavírus

18 jun 21 | 12h25 Por Cristiano Mortari

Saretta propõe vacinação de trabalhadores de agroindústrias e de supermercados

O deputado argumenta que os profissionais desta área nunca pararam as atividades e atuam em locais fechados

Saretta propõe vacinação de trabalhadores de agroindústrias e de supermercados
Imprimir

O deputado Neodi Saretta propôs que os trabalhadores de supermercados e das agroindústrias sejam imunizados o quanto antes. Ele, que também é presidente da comissão de Saúde, disse que esse grupo nunca parou, mesmo quando houve medidas mais restritivas. “O ideal seria ter vacinas para todos, mas quero deixar registrada a angustia dos trabalhadores de supermercados e também das agroindústrias que não paralisariam em nenhum momento”, destaca.

 

Conforme Saretta, esses trabalhadores, além de ficarem em locais fechados, os que fazem parte dos grupos prioritários, têm tido dificuldade em ir fazer a vacina, já que há casos de municípios que só vacinam algumas horas no dia e ainda com necessidade de agendamento em sites. “Esses trabalhadores estão dentro de uma fábrica nesses horários, por isso é preciso que os municípios encontrem alternativos e horários para facilitar a vacinação”, detalha. 

 

O deputado disse ainda que a vacinação da população anda a passos leitos e que é preciso mais agilidade, já que Santa Catarina voltou a ter lotação de leitos de UTI, inclusive com pessoas na fila de espera. 

 

Além desse grupo de trabalhadores de supermercados e das indústrias, o deputado também propôs a imunização dos bancários. Saretta ainda foi relator do projeto que incluiu as lactantes como prioridade na imunização.


Vacina da gripe: O deputado Neodi Saretta quer estender a vacinação da gripe às pessoas que estão fora dos grupos prioritários, devido a baixa procura em SC. "A imunização desafoga os prontos-socorros e o sistema hospitalar que estão sobrecarregados. Não adianta ter vacina guardada no estoque", salienta.

18 jun 21 | 12h25 Por Cristiano Mortari

Saretta propõe vacinação de trabalhadores de agroindústrias e de supermercados

O deputado argumenta que os profissionais desta área nunca pararam as atividades e atuam em locais fechados

Saretta propõe vacinação de trabalhadores de agroindústrias e de supermercados

O deputado Neodi Saretta propôs que os trabalhadores de supermercados e das agroindústrias sejam imunizados o quanto antes. Ele, que também é presidente da comissão de Saúde, disse que esse grupo nunca parou, mesmo quando houve medidas mais restritivas. “O ideal seria ter vacinas para todos, mas quero deixar registrada a angustia dos trabalhadores de supermercados e também das agroindústrias que não paralisariam em nenhum momento”, destaca.

 

Conforme Saretta, esses trabalhadores, além de ficarem em locais fechados, os que fazem parte dos grupos prioritários, têm tido dificuldade em ir fazer a vacina, já que há casos de municípios que só vacinam algumas horas no dia e ainda com necessidade de agendamento em sites. “Esses trabalhadores estão dentro de uma fábrica nesses horários, por isso é preciso que os municípios encontrem alternativos e horários para facilitar a vacinação”, detalha. 

 

O deputado disse ainda que a vacinação da população anda a passos leitos e que é preciso mais agilidade, já que Santa Catarina voltou a ter lotação de leitos de UTI, inclusive com pessoas na fila de espera. 

 

Além desse grupo de trabalhadores de supermercados e das indústrias, o deputado também propôs a imunização dos bancários. Saretta ainda foi relator do projeto que incluiu as lactantes como prioridade na imunização.


Vacina da gripe: O deputado Neodi Saretta quer estender a vacinação da gripe às pessoas que estão fora dos grupos prioritários, devido a baixa procura em SC. "A imunização desafoga os prontos-socorros e o sistema hospitalar que estão sobrecarregados. Não adianta ter vacina guardada no estoque", salienta.