Coronavírus

13 jan 21 | 8h24 Por Jocimar Soares

Idoso de 65 anos é a 51ª morte provocada pelo coronavírus em Concórdia

Vítima estava internada no hospital São Francisco desde o dia nove de dezembro

Idoso de 65 anos é a 51ª morte provocada pelo coronavírus em Concórdia
Imprimir

Um idoso de 65 anos, que morava no bairro Santa Cruz, é a 51ª morte provocada pelo coronavírus em Concórdia, isso desde o início da pandemia. Ele estava internado no Hospital São Francisco desde o dia 9 de dezembro e morreu na tarde de terça-feira, dia 12. A vítima tinha comorbidades, como hipertensão.


Com isso, o maior município da Amauc já acumula sete mortes somente nesse ano de 2021 em decorrência de complicações da doença.


O primeiro nesse ano ocorreu no dia 1 de janeiro./ Foi de um homem de 40 anos, morador do bairro Redin;


O segundo, de uma idosa de 92 anos que morava no Centro, ocorreu no dia 4;


A terceira morte foi no dia 5. Foi uma mulher de 80 anos, que morava em Planalto;


O quarto falecimento do ano de 2021 por complicações do coronavírus foi no dia 7, com um homem de 86 anos, que morava em Sede Brum.


O quinto óbito ocorreu no dia 9, com um idoso de 70 anos, que morava no Industriários;


A sexta morte ocorreu no último dia 10, com um homem de 92 anos, que morava no centro;


Por fim, a sétima ocorreu na manhã de hoje com esse homem de 65 anos. Todas as vítimas desse ano estavam internadas.


13 jan 21 | 8h24 Por Jocimar Soares

Idoso de 65 anos é a 51ª morte provocada pelo coronavírus em Concórdia

Vítima estava internada no hospital São Francisco desde o dia nove de dezembro

Idoso de 65 anos é a 51ª morte provocada pelo coronavírus em Concórdia

Um idoso de 65 anos, que morava no bairro Santa Cruz, é a 51ª morte provocada pelo coronavírus em Concórdia, isso desde o início da pandemia. Ele estava internado no Hospital São Francisco desde o dia 9 de dezembro e morreu na tarde de terça-feira, dia 12. A vítima tinha comorbidades, como hipertensão.


Com isso, o maior município da Amauc já acumula sete mortes somente nesse ano de 2021 em decorrência de complicações da doença.


O primeiro nesse ano ocorreu no dia 1 de janeiro./ Foi de um homem de 40 anos, morador do bairro Redin;


O segundo, de uma idosa de 92 anos que morava no Centro, ocorreu no dia 4;


A terceira morte foi no dia 5. Foi uma mulher de 80 anos, que morava em Planalto;


O quarto falecimento do ano de 2021 por complicações do coronavírus foi no dia 7, com um homem de 86 anos, que morava em Sede Brum.


O quinto óbito ocorreu no dia 9, com um idoso de 70 anos, que morava no Industriários;


A sexta morte ocorreu no último dia 10, com um homem de 92 anos, que morava no centro;


Por fim, a sétima ocorreu na manhã de hoje com esse homem de 65 anos. Todas as vítimas desse ano estavam internadas.