Coronavírus

19 nov 20 | 7h58 Por Jocimar Soares

Confira algumas restrições com a volta da região no nível gravíssimo de covid

Restrições passam a ser mais rígidas a partir da reclassificação regional, divulgada nesta semana

Confira algumas restrições com a volta da região no nível gravíssimo de covid
Imprimir

Com o reingresso da região do Alto Uruguai de Santa Catarina no nível gravíssimo de transmissão para coronavírus, confirmado nesta semana pela Secretaria de Estado da Saúde, algumas restrições voltam a valer nos 14 municípios.


Conforme já informado pela Rádio Aliança nesta semana, o Centro de Operações de Emergência em Saúde, vinculada ao órgão estadual divulgou o novo mapa de risco nesta semana e reclassificou a Amauc como risco gravíssimo, mediante vários critérios, dentre eles ocupação de leitos hospitalares destinados para o tratamento do coronavírus. A última vez que a região esteve nesse nível foi no mês de agosto.


Com isso, conforme Portaria estão proibidos de funcionar casas noturnas, boates, PUBs e afins; fica proibida a realização de eventos e ficam autorizados eventos na modalidade drive in.


Os hotéis, pousadas, albergues e afins terão ocupação limitada em 30%; atividades industriais como agroindústrias, indústrias de alimentos e indústrias de insumos de saúde terão capacidade limitada a 50%.


Shoppings, centros comerciais e galerias passam a funcionar com 50% de capacidade de público. Os chamados cursos livres ou técnicos podem ser realizados, mediante o seguimento de vários critérios sanitários.


Também ficam proibidos congressos, palestras, seminários e afins; templos religiosos ou igrejas devem ter lotação máxima de 30%. Os museus também ficam com atividades suspensas, assim como feiras e exposições.


Essa proibição se estende aos parques aquáticos e complexos de águas termais


Eventos e competições esportivas poderão ser realizadas somente em modalidades sem contato físico e somente com atletas maiores de 16 anos.


As academias de ginástica, musculação, crossfit, funcionais, estúdios, danças, escolas de natação, hidroginástica, hidroterapia, academias de lutas e áreas afins podem funcionar com até 30% de sua capacidade.


O futebol recreativo será proibido, assim como os jogos coletivos recreativos, treinos e jogos de futsal.


O transporte público terá que ser feito com 50% da lotação máxima.


A permanência de pessoas ou aglomerações em espaços públicos de uso coletivo, como parques e praças também ficará restrita, com exceção da prática de esportes individuais.

19 nov 20 | 7h58 Por Jocimar Soares

Confira algumas restrições com a volta da região no nível gravíssimo de covid

Restrições passam a ser mais rígidas a partir da reclassificação regional, divulgada nesta semana

Confira algumas restrições com a volta da região no nível gravíssimo de covid

Com o reingresso da região do Alto Uruguai de Santa Catarina no nível gravíssimo de transmissão para coronavírus, confirmado nesta semana pela Secretaria de Estado da Saúde, algumas restrições voltam a valer nos 14 municípios.


Conforme já informado pela Rádio Aliança nesta semana, o Centro de Operações de Emergência em Saúde, vinculada ao órgão estadual divulgou o novo mapa de risco nesta semana e reclassificou a Amauc como risco gravíssimo, mediante vários critérios, dentre eles ocupação de leitos hospitalares destinados para o tratamento do coronavírus. A última vez que a região esteve nesse nível foi no mês de agosto.


Com isso, conforme Portaria estão proibidos de funcionar casas noturnas, boates, PUBs e afins; fica proibida a realização de eventos e ficam autorizados eventos na modalidade drive in.


Os hotéis, pousadas, albergues e afins terão ocupação limitada em 30%; atividades industriais como agroindústrias, indústrias de alimentos e indústrias de insumos de saúde terão capacidade limitada a 50%.


Shoppings, centros comerciais e galerias passam a funcionar com 50% de capacidade de público. Os chamados cursos livres ou técnicos podem ser realizados, mediante o seguimento de vários critérios sanitários.


Também ficam proibidos congressos, palestras, seminários e afins; templos religiosos ou igrejas devem ter lotação máxima de 30%. Os museus também ficam com atividades suspensas, assim como feiras e exposições.


Essa proibição se estende aos parques aquáticos e complexos de águas termais


Eventos e competições esportivas poderão ser realizadas somente em modalidades sem contato físico e somente com atletas maiores de 16 anos.


As academias de ginástica, musculação, crossfit, funcionais, estúdios, danças, escolas de natação, hidroginástica, hidroterapia, academias de lutas e áreas afins podem funcionar com até 30% de sua capacidade.


O futebol recreativo será proibido, assim como os jogos coletivos recreativos, treinos e jogos de futsal.


O transporte público terá que ser feito com 50% da lotação máxima.


A permanência de pessoas ou aglomerações em espaços públicos de uso coletivo, como parques e praças também ficará restrita, com exceção da prática de esportes individuais.