Coronavírus

23 mar 20 | 16h01 Por Jocimar Soares

Apenas um estabelecimento comercial notificado por estar aberto, durante o domingo na região

De acordo com a Polícia Militar, foram 17 processos de orientação para estabelecimentos que estavam descumprindo o Decreto 515/2020.

Apenas um estabelecimento comercial notificado por estar aberto, durante o domingo na região
Imprimir

A Polícia Militar de Concórdia notificou apenas um estabelecimento no domingo, dia 22, por estar de portas abertas, em descumprimento ao Decreto Estadual, que restringe o funcionamento de empresas durante o período de quarentena contra o coronavírus. A informação é do Batalhão da Polícia Militar de Concórdia e o dado se refere a toda a região.


Também durante o domingo, foram 17 procedimentos de orientação, em que há uma primeira abordagem dos policiais sugerindo o fechamento do local até a quarta-feira, dia 25. Caso não haja o acatamento do proprietário ou responsável pelo local, ocorre a notificação, que implica em processo judicial.


Até a quarta-feira, dia 25, a PM irá intensificar a fiscalização sobre o não funcionamento de estabelecimentos considerados não essenciais, em cumprimento ao Decreto 515/2020.

23 mar 20 | 16h01 Por Jocimar Soares

Apenas um estabelecimento comercial notificado por estar aberto, durante o domingo na região

De acordo com a Polícia Militar, foram 17 processos de orientação para estabelecimentos que estavam descumprindo o Decreto 515/2020.

Apenas um estabelecimento comercial notificado por estar aberto, durante o domingo na região

A Polícia Militar de Concórdia notificou apenas um estabelecimento no domingo, dia 22, por estar de portas abertas, em descumprimento ao Decreto Estadual, que restringe o funcionamento de empresas durante o período de quarentena contra o coronavírus. A informação é do Batalhão da Polícia Militar de Concórdia e o dado se refere a toda a região.


Também durante o domingo, foram 17 procedimentos de orientação, em que há uma primeira abordagem dos policiais sugerindo o fechamento do local até a quarta-feira, dia 25. Caso não haja o acatamento do proprietário ou responsável pelo local, ocorre a notificação, que implica em processo judicial.


Até a quarta-feira, dia 25, a PM irá intensificar a fiscalização sobre o não funcionamento de estabelecimentos considerados não essenciais, em cumprimento ao Decreto 515/2020.