Coronavírus

01 mai 21 | 16h25 Por Jocimar Soares

Amauc apresenta pioras nos quesitos do mapa sanitário e permanece no risco gravíssimo

Atualização do Mapa Sanitário foi feito na manhã deste sábado, dia 1 de maio

Amauc apresenta pioras nos quesitos do mapa sanitário e permanece no risco gravíssimo
Imprimir

Depois de ter uma semana com sinais de melhoras, a região do Alto Uruguai de Santa Catarina voltou a ter a nota quatro, a pior, em todos os pontos da metodologia do Mapa de Risco elaborado pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde, o Coes. A atualização do Mapa Sanitário foi divulgada na manhã deste sábado, dia 1 de maio, pela Secretaria de Estado da Saúde. Com isso, a Amauc permanece no risco Gravíssimo de Transmissão para o novo Coronavírus, situação essa que perdura desde a primeira semana de janeiro.


Em comparação com a atualização do Mapa Sanitário, divulgada no último dia 24, a região teve pioras na metodologia do Evento Sentinela, que tinha nota 3,5 e na Transmissibilidade que estava com a nota 2,5. Ambas agora foram para a nota 4,0. Já nos iten Monitoramento e Capacidade de Atenção, as notas permanecem quatro.


O Evento Sentinela mede o comportamento da pandemia por ocorrências de óbitos por covid. A Transmissibilidade mede a variação no número de confirmação positiva e casos infectantes da doença./ Já o Monitoramento trata do percentual de positividade de exame PCR pelo Laboratório Central, o Lacen. E Capacidade de Atenção, que avalia a ocupação de leitos de UTI reservado para Coronavírus.

01 mai 21 | 16h25 Por Jocimar Soares

Amauc apresenta pioras nos quesitos do mapa sanitário e permanece no risco gravíssimo

Atualização do Mapa Sanitário foi feito na manhã deste sábado, dia 1 de maio

Amauc apresenta pioras nos quesitos do mapa sanitário e permanece no risco gravíssimo

Depois de ter uma semana com sinais de melhoras, a região do Alto Uruguai de Santa Catarina voltou a ter a nota quatro, a pior, em todos os pontos da metodologia do Mapa de Risco elaborado pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde, o Coes. A atualização do Mapa Sanitário foi divulgada na manhã deste sábado, dia 1 de maio, pela Secretaria de Estado da Saúde. Com isso, a Amauc permanece no risco Gravíssimo de Transmissão para o novo Coronavírus, situação essa que perdura desde a primeira semana de janeiro.


Em comparação com a atualização do Mapa Sanitário, divulgada no último dia 24, a região teve pioras na metodologia do Evento Sentinela, que tinha nota 3,5 e na Transmissibilidade que estava com a nota 2,5. Ambas agora foram para a nota 4,0. Já nos iten Monitoramento e Capacidade de Atenção, as notas permanecem quatro.


O Evento Sentinela mede o comportamento da pandemia por ocorrências de óbitos por covid. A Transmissibilidade mede a variação no número de confirmação positiva e casos infectantes da doença./ Já o Monitoramento trata do percentual de positividade de exame PCR pelo Laboratório Central, o Lacen. E Capacidade de Atenção, que avalia a ocupação de leitos de UTI reservado para Coronavírus.