Concórdia

04 nov 19 | 14h42 Por Analu Slongo

Um novo olhar sobre a relação da polícia com a comunidade

Projeto desenvolvido na EBM Santa Rita, em Concórdia, trabalha questões como disciplina e respeito

Um novo olhar sobre a relação da polícia com a comunidade
Escute
Imprimir

 “Sou Concórdia, sou da paz! Sou estudante, sou cidadão”. É com essa mensagem em coro que os alunos da EBM Santa Rita de Concórdia encerram as atividades do projeto “Sou Estudante, Sou Cidadão”, que é realizado pela Polícia Militar (PM) de Concórdia. Mais que reprimir ou penalizar, a intenção do grupo do 20º Batalhão da PM é mostrar que os policiais podem dar outra contribuição à sociedade, que vá além da segurança.


O coordenador projeto, subcomandante major Carmiliano Amarante, diz que a iniciativa é de Balneário Camboriú e em Concórdia começou em junho deste ano. Todas as tardes a polícia vai até a escola e reforça alguns princípios aos alunos como disciplina, respeito e hierarquia. Amarante observa que já é possível perceber uma nova relação entre os alunos e a polícia (ouça o áudio acima).


Outro resultado do trabalho realizado pela polícia na escola é a aproximação com os familiares dos alunos. Os estudantes que são destaques na semana recebem uma medalha e a família vai até o educandário para participar deste momento. Neste dia também são realizadas apresentações culturais.


O adolescente, Iago Anderson Pereira, 14 anos, diz que o projeto trouxe coragem à vida dele. O garoto está mais confiante e quer cursar faculdade de Direito ou Administração.


A diretora da EBM Santa Rita, Fernanda Pellizzaro, detalha que percebe várias mudanças no comportamento das crianças. “A relação deles entre colegas e com os professores melhorou bastante. Eles estão mais organizados dentro e fora da sala”, pontua.


O projeto na EBM Santa Rita terá durabilidade até o fim do ano letivo de 2019. Para 2020 a Polícia Militar pretende fazer uma parceria com a Secretaria de Educação e levar esta proposta para outras escolas.



04 nov 19 | 14h42 Por Analu Slongo

Um novo olhar sobre a relação da polícia com a comunidade

Projeto desenvolvido na EBM Santa Rita, em Concórdia, trabalha questões como disciplina e respeito

Um novo olhar sobre a relação da polícia com a comunidade

 “Sou Concórdia, sou da paz! Sou estudante, sou cidadão”. É com essa mensagem em coro que os alunos da EBM Santa Rita de Concórdia encerram as atividades do projeto “Sou Estudante, Sou Cidadão”, que é realizado pela Polícia Militar (PM) de Concórdia. Mais que reprimir ou penalizar, a intenção do grupo do 20º Batalhão da PM é mostrar que os policiais podem dar outra contribuição à sociedade, que vá além da segurança.


O coordenador projeto, subcomandante major Carmiliano Amarante, diz que a iniciativa é de Balneário Camboriú e em Concórdia começou em junho deste ano. Todas as tardes a polícia vai até a escola e reforça alguns princípios aos alunos como disciplina, respeito e hierarquia. Amarante observa que já é possível perceber uma nova relação entre os alunos e a polícia (ouça o áudio acima).


Outro resultado do trabalho realizado pela polícia na escola é a aproximação com os familiares dos alunos. Os estudantes que são destaques na semana recebem uma medalha e a família vai até o educandário para participar deste momento. Neste dia também são realizadas apresentações culturais.


O adolescente, Iago Anderson Pereira, 14 anos, diz que o projeto trouxe coragem à vida dele. O garoto está mais confiante e quer cursar faculdade de Direito ou Administração.


A diretora da EBM Santa Rita, Fernanda Pellizzaro, detalha que percebe várias mudanças no comportamento das crianças. “A relação deles entre colegas e com os professores melhorou bastante. Eles estão mais organizados dentro e fora da sala”, pontua.


O projeto na EBM Santa Rita terá durabilidade até o fim do ano letivo de 2019. Para 2020 a Polícia Militar pretende fazer uma parceria com a Secretaria de Educação e levar esta proposta para outras escolas.