Concórdia

14 jun | 17h42 Por Rádio Aliança

Prefeito suspende prestação de serviços por empresa com conduta suspeita

Decreto foi uma consequência dos fatos divulgados por meio de vídeos, nesta semana.

Prefeito suspende prestação de serviços por empresa com conduta suspeita
Imprimir

Por meio de decreto, o prefeito Rogério Luciano Pacheco determinou a suspensão de todas as atas de Registro de Preço, decorrentes de licitação, formalizadas com a empresa terceirizada que foi flagrada mantendo o motor de uma máquina ligado, em período que não estava executando o serviço. Cuja irregularidade teria ocorrido em horário de almoço. Além disso, o Decreto suspende a execução de todo e qualquer serviço por parte da empresa perante a Administração Municipal.


Este encaminhamento foi uma consequência da divulgação dos fatos, assim como a abertura do Processo Administrativo. A prefeitura divulgou uma nota de esclarecimento, ainda na quinta-feira, afirmando que todos os encaminhamentos necessários foram dados desde a data do ocorrido e que este seria o terceiro contrato (do gênero) que estaria sendo apurado e suspenso. A suspensão dos serviços será mantida até a conclusão do Processo Administrativo.

 

(Fonte: Edila Souza/Ascom/Prefeitura de Concórdia)

14 jun | 17h42 Por Rádio Aliança

Prefeito suspende prestação de serviços por empresa com conduta suspeita

Decreto foi uma consequência dos fatos divulgados por meio de vídeos, nesta semana.

Prefeito suspende prestação de serviços por empresa com conduta suspeita

Por meio de decreto, o prefeito Rogério Luciano Pacheco determinou a suspensão de todas as atas de Registro de Preço, decorrentes de licitação, formalizadas com a empresa terceirizada que foi flagrada mantendo o motor de uma máquina ligado, em período que não estava executando o serviço. Cuja irregularidade teria ocorrido em horário de almoço. Além disso, o Decreto suspende a execução de todo e qualquer serviço por parte da empresa perante a Administração Municipal.


Este encaminhamento foi uma consequência da divulgação dos fatos, assim como a abertura do Processo Administrativo. A prefeitura divulgou uma nota de esclarecimento, ainda na quinta-feira, afirmando que todos os encaminhamentos necessários foram dados desde a data do ocorrido e que este seria o terceiro contrato (do gênero) que estaria sendo apurado e suspenso. A suspensão dos serviços será mantida até a conclusão do Processo Administrativo.

 

(Fonte: Edila Souza/Ascom/Prefeitura de Concórdia)