Concórdia

15 jun 21 | 11h00 Por Cristiano Mortari

Obras de reforma da UPA de Concórdia estão paradas

Nova licitação será realizada para definir a empresa que deve terminar o serviço

Obras de reforma da UPA de Concórdia estão paradas
Imprimir

As obras de reformas na estrutura da Unidade de Pronto Atendimento, a UPA, que está sendo transformada em um posto de saúde de Estratégia Saúde da Família, ESF, estão paradas. De acordo com informações da Prefeitura, a empresa responsável parou o serviço e agora o município precisa fazer nova licitação.

 

O secretário de Planejamento, Daniel Faganello, explica que a empresa que estava fazendo a reforma paralisou as atividades por conta. “Cerca de 80% do trabalho está concluído, mas a empresa parou a obra. Notificamos e solicitamos a retomada imediata, mas até o momento não houve um retorno. Então iniciamos um processo administrativo e agora teremos que licitar o restante da obra”, detalha. “Já comunicamos a empresa que desta forma ela deve parar a execução e estamos providenciando a nova licitação”, acrescenta.

 

A Prefeitura não informou o exato motivo da paralisação por parte da empresa, mesmo com os aditivos de prazo que forma dados no decorrer do serviço. “Existem alguns questionamentos que estão sendo tratados na esfera administrativa, mas isso o departamento jurídico da Prefeitura está avaliando, para que o processo tenha a devida transparência e legalidade”, relatou Faganello.


Ainda em fevereiro, em entrevista ao Jornalismo da Aliança FM, a secretária de Saúde, Leide Mara Bender, afirmou que a expectativa de entrega da obra seria o segundo semestre deste ano.


A UPA:

A estrutura da UPA de Concórdia foi construída ainda em 2015, no Loteamento Jardim Europa, mas nunca foi aberta. Ela passa por reformas e adequações estruturais. As modificações estão sendo feitas para adequar a estrutura para uma ESF, conforme protocolos exigidos pelo Ministério da Saúde. O investimento na obra é de mais de R$ 540 mil.

15 jun 21 | 11h00 Por Cristiano Mortari

Obras de reforma da UPA de Concórdia estão paradas

Nova licitação será realizada para definir a empresa que deve terminar o serviço

Obras de reforma da UPA de Concórdia estão paradas

As obras de reformas na estrutura da Unidade de Pronto Atendimento, a UPA, que está sendo transformada em um posto de saúde de Estratégia Saúde da Família, ESF, estão paradas. De acordo com informações da Prefeitura, a empresa responsável parou o serviço e agora o município precisa fazer nova licitação.

 

O secretário de Planejamento, Daniel Faganello, explica que a empresa que estava fazendo a reforma paralisou as atividades por conta. “Cerca de 80% do trabalho está concluído, mas a empresa parou a obra. Notificamos e solicitamos a retomada imediata, mas até o momento não houve um retorno. Então iniciamos um processo administrativo e agora teremos que licitar o restante da obra”, detalha. “Já comunicamos a empresa que desta forma ela deve parar a execução e estamos providenciando a nova licitação”, acrescenta.

 

A Prefeitura não informou o exato motivo da paralisação por parte da empresa, mesmo com os aditivos de prazo que forma dados no decorrer do serviço. “Existem alguns questionamentos que estão sendo tratados na esfera administrativa, mas isso o departamento jurídico da Prefeitura está avaliando, para que o processo tenha a devida transparência e legalidade”, relatou Faganello.


Ainda em fevereiro, em entrevista ao Jornalismo da Aliança FM, a secretária de Saúde, Leide Mara Bender, afirmou que a expectativa de entrega da obra seria o segundo semestre deste ano.


A UPA:

A estrutura da UPA de Concórdia foi construída ainda em 2015, no Loteamento Jardim Europa, mas nunca foi aberta. Ela passa por reformas e adequações estruturais. As modificações estão sendo feitas para adequar a estrutura para uma ESF, conforme protocolos exigidos pelo Ministério da Saúde. O investimento na obra é de mais de R$ 540 mil.