Concórdia

04 set 20 | 6h00 Por Jocimar Soares

Obras da nova adutora da Casan em fase final de implantação

Investimento da Estatal ultrapassou os R$ 4 milhões

Obras da nova adutora da Casan em fase final de implantação
Imprimir

Está em fase final de implantação a Adutora do Merlo, com 2.700 metros de extensão. Conforme informações da Casan, faltam somente detalhes, como registro de descarga, a ser instalado nos próximos dias, para que os trabalhos encerrem. Para concluir o Projeto da Adutora do Merlo seguem os serviços para finalizar a Estação de Recalque de Água Tratada (ERAT) e a nova subestação.




A nova rede de distribuição vai beneficiar toda a região Leste da cidade, formada pelos bairros Portinari, Morro do Merlo, Bem Viver, Linhão São José, Frei Lency 1 e 2, Loteamento Bernardi, São Cristóvão, Posto Cem, Santa Terezinha, entre outros. Serão atendidas aproximadamente 3 mil unidades consumidoras, o que equivale a mais de 13 mil moradores de bairros altos.




“A obra resolverá problemas antigos na região do São Cristóvão, região alta, distante da área central, que não para de crescer e por isso exige esse investimento”, explica o chefe da Agência Casan, engenheiro Helton Carneiro. O investimento é de R$ 4.095.000,00 e se soma a uma dezena de outras obras que fazem parte do Plano de Ação implementado em abril de 2019.




A nova Estação de Recalque de Água Tratada (ERAT), que está sendo construída junto à Estação de Tratamento de Água (ETA) no Bairro Floresta, é parte desse trabalho. A adutora foi assentada em um caminho paralelo às redes existentes na Getúlio Vargas e passa pelo Morro do Merlo, permitindo que o abastecimento, a partir desse ponto, se dê por gravidade.




 “Devido ao diâmetro maior, a nova rede terá capacidade de conduzir até quatro vezes mais água do que a que se encontra hoje em operação”, compara o engenheiro Helton.


(Fonte: Assessoria de Comunicação da Casan)

04 set 20 | 6h00 Por Jocimar Soares

Obras da nova adutora da Casan em fase final de implantação

Investimento da Estatal ultrapassou os R$ 4 milhões

Obras da nova adutora da Casan em fase final de implantação

Está em fase final de implantação a Adutora do Merlo, com 2.700 metros de extensão. Conforme informações da Casan, faltam somente detalhes, como registro de descarga, a ser instalado nos próximos dias, para que os trabalhos encerrem. Para concluir o Projeto da Adutora do Merlo seguem os serviços para finalizar a Estação de Recalque de Água Tratada (ERAT) e a nova subestação.




A nova rede de distribuição vai beneficiar toda a região Leste da cidade, formada pelos bairros Portinari, Morro do Merlo, Bem Viver, Linhão São José, Frei Lency 1 e 2, Loteamento Bernardi, São Cristóvão, Posto Cem, Santa Terezinha, entre outros. Serão atendidas aproximadamente 3 mil unidades consumidoras, o que equivale a mais de 13 mil moradores de bairros altos.




“A obra resolverá problemas antigos na região do São Cristóvão, região alta, distante da área central, que não para de crescer e por isso exige esse investimento”, explica o chefe da Agência Casan, engenheiro Helton Carneiro. O investimento é de R$ 4.095.000,00 e se soma a uma dezena de outras obras que fazem parte do Plano de Ação implementado em abril de 2019.




A nova Estação de Recalque de Água Tratada (ERAT), que está sendo construída junto à Estação de Tratamento de Água (ETA) no Bairro Floresta, é parte desse trabalho. A adutora foi assentada em um caminho paralelo às redes existentes na Getúlio Vargas e passa pelo Morro do Merlo, permitindo que o abastecimento, a partir desse ponto, se dê por gravidade.




 “Devido ao diâmetro maior, a nova rede terá capacidade de conduzir até quatro vezes mais água do que a que se encontra hoje em operação”, compara o engenheiro Helton.


(Fonte: Assessoria de Comunicação da Casan)