Concórdia

14 fev 20 | 6h00 Por Jocimar Soares

Mutirão de combate ao Aedes aegypti será no sábado, 15

Município registrou os primeiros casos confirmados de dengue nesta semana.

Mutirão de combate ao Aedes aegypti será no sábado, 15
Imprimir

Concórdia está em alerta com o registro dos primeiros casos de dengue adquirido dentro do próprio município nesta semana. Há quem minimize e afirme que não há motivo para tanto alarde, mas o fato é que, pelo motivo de não ser um caso “importado”, os casos da doença podem crescer em uma proporção devastadora. De acordo com o Ministério da Saúde, “A dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. Após picar uma pessoa infectada com um dos quatro sorotipos do vírus, a fêmea pode transmitir o vírus para outras pessoas”.


 A preocupação da Administração Municipal é com a saúde pública e para evitar que a situação se agrave, algumas ações estão sendo desenvolvidas. Uma delas é o Dia D de combate à dengue que acontecerá no sábado, dia 15. Será realizado um mutirão com agentes de saúde e centenas de voluntários que passarão a partir das 7h30, pelos cinco bairros com maior número de focos do mosquito. São eles: Catarina Fontana, Industriários, Itaíba, Imperial e Nações.


É importante que a população seja receptiva com os voluntários, que estarão identificados, afinal, essa é uma luta de todos. O objetivo é preservar a saúde e a vida das pessoas. 


E mesmo que o mutirão não passe pelo seu bairro, alguns cuidados devem ser tomados como: 

- Para se proteger de picadas de mosquito, use repelente.

- Manter a caixa d’agua com a tampa completamente vedada. Retire a água acumulada na laje. 

– Bloqueie o cano de sustentação da antena parabólica para que não acumule água em seu interior. 

– Mantenha as calhas para água desentupidas.

– Guarde pneus velhos e outros objetos que possam acumular água em locais secos e abrigados da chuva.

– Lave semanalmente, com escova, a parte interna dos tanques utilizados para armazenar água.

– Não use pratos nos vasos de plantas.

– coloque latas, tampas de garrafas, cascas de ovos e outras embalagens vazias em sacos plásticos bem fechados antes de descarta-los. Mantenha-os fora do alcance de animais até o recolhimento. Mantenha os ralos vedados e desentupidos.

–Troque, semanalmente, a água dos vasos com plantas aquáticas e lave a parte interna do vaso com escova.

– Trate a água de piscinas com cloro e limpe-as uma vez por semana. Utilizar uma capa como cobertura não impede os focos do mosquito.

– Plantas como bromélias devem ser evitadas porque acumulam água.

– Lave, com escova, os potes de comida e de água dos animais no mínimo duas vezes por semana.

– Elimine qualquer objeto que possa acumular água, como parte de garrafas de vidro utilizadas em cima de muros.


(Fonte: Edila Souza/Ascom/Prefeitura de Concórdia)

14 fev 20 | 6h00 Por Jocimar Soares

Mutirão de combate ao Aedes aegypti será no sábado, 15

Município registrou os primeiros casos confirmados de dengue nesta semana.

Mutirão de combate ao Aedes aegypti será no sábado, 15

Concórdia está em alerta com o registro dos primeiros casos de dengue adquirido dentro do próprio município nesta semana. Há quem minimize e afirme que não há motivo para tanto alarde, mas o fato é que, pelo motivo de não ser um caso “importado”, os casos da doença podem crescer em uma proporção devastadora. De acordo com o Ministério da Saúde, “A dengue é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. Após picar uma pessoa infectada com um dos quatro sorotipos do vírus, a fêmea pode transmitir o vírus para outras pessoas”.


 A preocupação da Administração Municipal é com a saúde pública e para evitar que a situação se agrave, algumas ações estão sendo desenvolvidas. Uma delas é o Dia D de combate à dengue que acontecerá no sábado, dia 15. Será realizado um mutirão com agentes de saúde e centenas de voluntários que passarão a partir das 7h30, pelos cinco bairros com maior número de focos do mosquito. São eles: Catarina Fontana, Industriários, Itaíba, Imperial e Nações.


É importante que a população seja receptiva com os voluntários, que estarão identificados, afinal, essa é uma luta de todos. O objetivo é preservar a saúde e a vida das pessoas. 


E mesmo que o mutirão não passe pelo seu bairro, alguns cuidados devem ser tomados como: 

- Para se proteger de picadas de mosquito, use repelente.

- Manter a caixa d’agua com a tampa completamente vedada. Retire a água acumulada na laje. 

– Bloqueie o cano de sustentação da antena parabólica para que não acumule água em seu interior. 

– Mantenha as calhas para água desentupidas.

– Guarde pneus velhos e outros objetos que possam acumular água em locais secos e abrigados da chuva.

– Lave semanalmente, com escova, a parte interna dos tanques utilizados para armazenar água.

– Não use pratos nos vasos de plantas.

– coloque latas, tampas de garrafas, cascas de ovos e outras embalagens vazias em sacos plásticos bem fechados antes de descarta-los. Mantenha-os fora do alcance de animais até o recolhimento. Mantenha os ralos vedados e desentupidos.

–Troque, semanalmente, a água dos vasos com plantas aquáticas e lave a parte interna do vaso com escova.

– Trate a água de piscinas com cloro e limpe-as uma vez por semana. Utilizar uma capa como cobertura não impede os focos do mosquito.

– Plantas como bromélias devem ser evitadas porque acumulam água.

– Lave, com escova, os potes de comida e de água dos animais no mínimo duas vezes por semana.

– Elimine qualquer objeto que possa acumular água, como parte de garrafas de vidro utilizadas em cima de muros.


(Fonte: Edila Souza/Ascom/Prefeitura de Concórdia)