Concórdia

24 jun 19 | 9h13 Por Cristiano Mortari

Moradores e motoristas voltam a cobrar melhorias na SC-390 em Concórdia

Os buracos na pista estão preocupando os usuários

Moradores e motoristas voltam a cobrar melhorias na SC-390 em Concórdia
Escute
Imprimir

Moradores voltaram a cobrar medidas e melhorias na SC-390, entre Concórdia e o trevo de acesso à BR-153. Os buracos na pista preocupam os motorista e principalmente as famílias que residem nas proximidades. Além de prejuízos nos carros, os usuários relatam que com frequência observam manobras de motoristas na tentativa de desviar os buracos. Um acidente, com danos materiais, aconteceu no início da tarde desta segunda-eira, dia 24, quando um motorista, possivelmente, tentava desviar de uma "cratera".


O Deinfra já informou que pretende fazer uma operação tapa buracos. Uma pintura ao redor dos mais fundos até já foi feita, mas a recuperação ainda não iniciou. “Estamos cansados de esperar e nos preocupamos com a situação. Faz mais de duas semanas que aguardamos as obras”, reclama uma moradora do Bairro Jardim Sul, que prefere não se identificar. “Nós mesmos já entramos em contato com o Deinfra. Será que estão aguardando um acidente? Será que será preciso um carro capotar para tomarem providências?”, questiona ela. “Já solicitamos também a roçada nas laterais da pista e isso eles já fizeram”, registra a moradora.


Outro morador do Bairro também destaca a preocupação com os buracos. “Esta via já é antiga e percebemos que com a passagem de caminhões e outros veículos pesados, o asfalto foi ficando com as marcas na pista. A água da chuva acaba correndo no asfalto ao invés de cair na valas laterais e isso vai aumentando os buracos”, relata ele. “Realmente é muito perigoso. Alguns motoristas conhecem o trajeto e desviam, mas sempre tem os que não passam por aqui com frequência, não conseguem ver e caem. Temos relatos de pessoas que quase bateram o carro ao tentar desviar”, conta o morador.


Ainda no início de junho o Jornalismo da Aliança fez contato com o Deinfra. O superintendente da região Oeste, Bruno Valdermar Trennepol, informou, na oportunidade, que uma operação tapa buracos seria feita em breve na rodovia. Na última semana, um novo contato foi feito.


Trennepol destacou que o Deinfra depende das usinas que fornecem massa e por isso, o serviço acaba demorando um pouco em algumas situações.


24 jun 19 | 9h13 Por Cristiano Mortari

Moradores e motoristas voltam a cobrar melhorias na SC-390 em Concórdia

Os buracos na pista estão preocupando os usuários

Moradores e motoristas voltam a cobrar melhorias na SC-390 em Concórdia

Moradores voltaram a cobrar medidas e melhorias na SC-390, entre Concórdia e o trevo de acesso à BR-153. Os buracos na pista preocupam os motorista e principalmente as famílias que residem nas proximidades. Além de prejuízos nos carros, os usuários relatam que com frequência observam manobras de motoristas na tentativa de desviar os buracos. Um acidente, com danos materiais, aconteceu no início da tarde desta segunda-eira, dia 24, quando um motorista, possivelmente, tentava desviar de uma "cratera".


O Deinfra já informou que pretende fazer uma operação tapa buracos. Uma pintura ao redor dos mais fundos até já foi feita, mas a recuperação ainda não iniciou. “Estamos cansados de esperar e nos preocupamos com a situação. Faz mais de duas semanas que aguardamos as obras”, reclama uma moradora do Bairro Jardim Sul, que prefere não se identificar. “Nós mesmos já entramos em contato com o Deinfra. Será que estão aguardando um acidente? Será que será preciso um carro capotar para tomarem providências?”, questiona ela. “Já solicitamos também a roçada nas laterais da pista e isso eles já fizeram”, registra a moradora.


Outro morador do Bairro também destaca a preocupação com os buracos. “Esta via já é antiga e percebemos que com a passagem de caminhões e outros veículos pesados, o asfalto foi ficando com as marcas na pista. A água da chuva acaba correndo no asfalto ao invés de cair na valas laterais e isso vai aumentando os buracos”, relata ele. “Realmente é muito perigoso. Alguns motoristas conhecem o trajeto e desviam, mas sempre tem os que não passam por aqui com frequência, não conseguem ver e caem. Temos relatos de pessoas que quase bateram o carro ao tentar desviar”, conta o morador.


Ainda no início de junho o Jornalismo da Aliança fez contato com o Deinfra. O superintendente da região Oeste, Bruno Valdermar Trennepol, informou, na oportunidade, que uma operação tapa buracos seria feita em breve na rodovia. Na última semana, um novo contato foi feito.


Trennepol destacou que o Deinfra depende das usinas que fornecem massa e por isso, o serviço acaba demorando um pouco em algumas situações.