Concórdia

19 fev 21 | 7h21 Por Jocimar Soares

Mais de 70 vagas temporárias no IBGE em Concórdia

Vagas são para os trabalhos no Censo Demográfico que será realizado nesse ano

Mais de 70 vagas temporárias no IBGE em Concórdia
Imprimir

Setenta e sete vagas temporárias serão abertas na agência do IBGE de Concórdia para o Censo de 2021. Conforme o instituto, são 68 cargos para recenseadores e nove para agentes censitários. Os recenseadores farão o trabalho em cada domicílio. Já os agentes, realizarão o trabalho de supervisão.


Para recenseadores são 151 vagas na regional de Concórdia, sendo Alto Bela Vista (2), Arabutã (4), Ipira (4), Ipumirim (7), Irani (9), Itá (6), Lindóia do Sul (4), Paial (2), Passos Maia (4), Peritiba (3), Piratuba (5), Ponte Serrada (10), Presidente Castello Branco (2), Seara (17) e Xavantina (4).


Para agentes censitários, são 20 vagas, sendo Concórdia (9), Ipira (2), Ipumirim (2), Irani (1), Itá (1), Ponte Serrada (2) e Seara (3).


As inscrições para ACM e ACS começam nesta sexta-feira (19) e vão até 15 de março. Já para recenseador, as inscrições serão realizadas de 23 de fevereiro a 19 de março. Para concorrer à função de recenseador, o candidato deve ter nível fundamental completo, e para ACM e ACS, ensino médio concluído. No ato da inscrição, o candidato poderá escolher a área de trabalho e em qual cidade realizará a prova. A taxa de inscrição (R$ 39,49 para ACM e ACS, e R$ 25,77 para recenseador) poderá ser paga pela internet ou fisicamente em qualquer banco ou casa lotérica.  


As vagas são temporárias e os contratos terão duração prevista de três meses para a função de recenseador e de cinco meses para ACM e ACS, podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade orçamentária. 


Para as vagas de nível médio, os mais bem colocados em cada município ocuparão a vaga de ACM, que será o responsável pela coordenação da coleta do Censo 2021 naquela cidade. Já o ACS supervisiona as equipes de recenseadores. As remunerações dessas duas funções são de R$ 2.100 para ACM e R$ 1.700 para ACS, com jornada de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias.


Além do salário, ACM e ACS terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação em vigor e conforme o estabelecido no edital.


As provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas. Elas serão aplicadas no dia 18 de abril para ACM e ACS, e no dia 25 de abril para recenseadores. Essa diferença de datas permite ao candidato participar dos dois processos seletivos. O cronograma detalhado de ambos os processos seletivos está disponível nos editais.


Com o adiamento do Censo para 2021 devido à pandemia de Covid-19, os processos seletivos para ACM, ACS e recenseadores abertos em 2020 foram cancelados. Quem se inscreveu na seleção do ano passado não está com a inscrição garantida para os processos seletivos deste ano. É preciso fazer nova inscrição e pagar a taxa para garantir a participação na nova seleção.


A partir de agosto até outubro deste ano, cerca de 213 milhões de habitantes, em aproximadamente 71 milhões de endereços, serão visitados pelos recenseadores nos 5.570 municípios do país. A pesquisa revelará entre outras informações, as características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo. Realizado a cada dez anos, o Censo Demográfico é a principal fonte de referência para o conhecimento das condições de vida da população em todos os municípios do país. 


(Com informações do IBGE)

19 fev 21 | 7h21 Por Jocimar Soares

Mais de 70 vagas temporárias no IBGE em Concórdia

Vagas são para os trabalhos no Censo Demográfico que será realizado nesse ano

Mais de 70 vagas temporárias no IBGE em Concórdia

Setenta e sete vagas temporárias serão abertas na agência do IBGE de Concórdia para o Censo de 2021. Conforme o instituto, são 68 cargos para recenseadores e nove para agentes censitários. Os recenseadores farão o trabalho em cada domicílio. Já os agentes, realizarão o trabalho de supervisão.


Para recenseadores são 151 vagas na regional de Concórdia, sendo Alto Bela Vista (2), Arabutã (4), Ipira (4), Ipumirim (7), Irani (9), Itá (6), Lindóia do Sul (4), Paial (2), Passos Maia (4), Peritiba (3), Piratuba (5), Ponte Serrada (10), Presidente Castello Branco (2), Seara (17) e Xavantina (4).


Para agentes censitários, são 20 vagas, sendo Concórdia (9), Ipira (2), Ipumirim (2), Irani (1), Itá (1), Ponte Serrada (2) e Seara (3).


As inscrições para ACM e ACS começam nesta sexta-feira (19) e vão até 15 de março. Já para recenseador, as inscrições serão realizadas de 23 de fevereiro a 19 de março. Para concorrer à função de recenseador, o candidato deve ter nível fundamental completo, e para ACM e ACS, ensino médio concluído. No ato da inscrição, o candidato poderá escolher a área de trabalho e em qual cidade realizará a prova. A taxa de inscrição (R$ 39,49 para ACM e ACS, e R$ 25,77 para recenseador) poderá ser paga pela internet ou fisicamente em qualquer banco ou casa lotérica.  


As vagas são temporárias e os contratos terão duração prevista de três meses para a função de recenseador e de cinco meses para ACM e ACS, podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade orçamentária. 


Para as vagas de nível médio, os mais bem colocados em cada município ocuparão a vaga de ACM, que será o responsável pela coordenação da coleta do Censo 2021 naquela cidade. Já o ACS supervisiona as equipes de recenseadores. As remunerações dessas duas funções são de R$ 2.100 para ACM e R$ 1.700 para ACS, com jornada de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias.


Além do salário, ACM e ACS terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação em vigor e conforme o estabelecido no edital.


As provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas. Elas serão aplicadas no dia 18 de abril para ACM e ACS, e no dia 25 de abril para recenseadores. Essa diferença de datas permite ao candidato participar dos dois processos seletivos. O cronograma detalhado de ambos os processos seletivos está disponível nos editais.


Com o adiamento do Censo para 2021 devido à pandemia de Covid-19, os processos seletivos para ACM, ACS e recenseadores abertos em 2020 foram cancelados. Quem se inscreveu na seleção do ano passado não está com a inscrição garantida para os processos seletivos deste ano. É preciso fazer nova inscrição e pagar a taxa para garantir a participação na nova seleção.


A partir de agosto até outubro deste ano, cerca de 213 milhões de habitantes, em aproximadamente 71 milhões de endereços, serão visitados pelos recenseadores nos 5.570 municípios do país. A pesquisa revelará entre outras informações, as características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo. Realizado a cada dez anos, o Censo Demográfico é a principal fonte de referência para o conhecimento das condições de vida da população em todos os municípios do país. 


(Com informações do IBGE)