Concórdia

13 jan 20 | 10h31 Por Analu Slongo

Homem suspeito de matar prefeito de Imbuia tem prisão preventiva decretada

Ele será detido assim que deixar a UTI do Hospital Regional de Rio do Sul

Homem suspeito de matar prefeito de Imbuia tem prisão preventiva decretada
Imprimir

O juiz da 2ª Vara da Comarca de Ituporanga, a pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), decretou na última sexta-feira, 10 de janeiro, a prisão preventiva do homem que é suspeito de assassinar o prefeito de Imbuia. Segundo a polícia, o homem matou a tiros João Schwambach, na quarta-feira 8 de janeiro, em frente à Prefeitura Municipal, e depois tentou se suicidar.


O mandado de prisão deve ser cumprido assim que ele deixar a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional de Rio do Sul, onde foi internado após tentar se matar depois do crime. O pedido de prisão preventiva foi feito para garantir a ordem pública e a instrução processual.


O Promotor de Justiça, José Geraldo Rossi, descreve no pedido de prisão preventiva que "há prova da existência do crime e indícios suficientes de autoria", inclusive com vídeos que mostram o crime. O Ministério Público também argumenta que detenção do suspeito impede, em caso de recuperação da saúde dele, "que o conduzido procure as eventuais testemunhas do crime , interferindo na formação de provas”.


O suspeito foi autuado por homicídio qualificado - sem chance de defesa para a vítima e motivo fútil. A Polícia Civil, que investiga o caso, disse que ainda não se sabe a motivação do homicídio. Na casa dele foi apreendida ainda a arma do crime, que não tinha registro.


Fonte: MPSC e G1.com

13 jan 20 | 10h31 Por Analu Slongo

Homem suspeito de matar prefeito de Imbuia tem prisão preventiva decretada

Ele será detido assim que deixar a UTI do Hospital Regional de Rio do Sul

Homem suspeito de matar prefeito de Imbuia tem prisão preventiva decretada

O juiz da 2ª Vara da Comarca de Ituporanga, a pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), decretou na última sexta-feira, 10 de janeiro, a prisão preventiva do homem que é suspeito de assassinar o prefeito de Imbuia. Segundo a polícia, o homem matou a tiros João Schwambach, na quarta-feira 8 de janeiro, em frente à Prefeitura Municipal, e depois tentou se suicidar.


O mandado de prisão deve ser cumprido assim que ele deixar a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional de Rio do Sul, onde foi internado após tentar se matar depois do crime. O pedido de prisão preventiva foi feito para garantir a ordem pública e a instrução processual.


O Promotor de Justiça, José Geraldo Rossi, descreve no pedido de prisão preventiva que "há prova da existência do crime e indícios suficientes de autoria", inclusive com vídeos que mostram o crime. O Ministério Público também argumenta que detenção do suspeito impede, em caso de recuperação da saúde dele, "que o conduzido procure as eventuais testemunhas do crime , interferindo na formação de provas”.


O suspeito foi autuado por homicídio qualificado - sem chance de defesa para a vítima e motivo fútil. A Polícia Civil, que investiga o caso, disse que ainda não se sabe a motivação do homicídio. Na casa dele foi apreendida ainda a arma do crime, que não tinha registro.


Fonte: MPSC e G1.com