Concórdia

07 nov 19 | 9h12 Por Jocimar Soares

Futuro da estrutura que hoje abriga o CNEC em discussão

Venda com prioridade para a Administração Municipal e até declaração do espaço como de Utilidade Pública estão sendo discutidas na Câmara de Vereadores.

Futuro da estrutura que hoje abriga o CNEC em discussão
Imprimir

Na tentativa de beneficiar a comunidade com a utilização do imóvel onde atualmente está instalado o Colégio Cenecista (Cnec) em Concórdia, vereadores que cumprem agenda em Brasília se reuniram nesta quarta-feira (6) com o presidente nacional da instituição. André Rizelo (PT), Evandro Pegoraro (PT) e Valcir Zanella (PSDB) tentam tratativas para que o município possa adquirir o imóvel.


Conforme os vereadores, o presidente nacional do Cnec, Alexandre dos Santos, garantiu que será dada prioridade à proposta que o município poderá fazer para a aquisição da unidade, situada em área nobre no Centro da cidade. Ainda conforme Santos, a instituição encerra as atividades letivas no próximo ano, mas irá cumprir com todas as obrigações legais com seus funcionários.


Sobre uma eventual proposta do Executivo à entidade, ainda não há informações oficiais. Nesta semana, vereadores da bancada petista protocolaram na Câmara uma Indicação sugerindo a aquisição do imóvel ou mesmo um contrato de comodato. Já o vereador Claiton Casagrande (PL) protocolou uma proposição pedindo que o imóvel seja declarado como de utilidade pública. Ambas as ideias serão debatidas no próximo bloco de sessões da Câmara, que inicia no dia 11.


(Fonte: Daisy Trombetta/Ascom/Câmara de Vereadores)

07 nov 19 | 9h12 Por Jocimar Soares

Futuro da estrutura que hoje abriga o CNEC em discussão

Venda com prioridade para a Administração Municipal e até declaração do espaço como de Utilidade Pública estão sendo discutidas na Câmara de Vereadores.

Futuro da estrutura que hoje abriga o CNEC em discussão

Na tentativa de beneficiar a comunidade com a utilização do imóvel onde atualmente está instalado o Colégio Cenecista (Cnec) em Concórdia, vereadores que cumprem agenda em Brasília se reuniram nesta quarta-feira (6) com o presidente nacional da instituição. André Rizelo (PT), Evandro Pegoraro (PT) e Valcir Zanella (PSDB) tentam tratativas para que o município possa adquirir o imóvel.


Conforme os vereadores, o presidente nacional do Cnec, Alexandre dos Santos, garantiu que será dada prioridade à proposta que o município poderá fazer para a aquisição da unidade, situada em área nobre no Centro da cidade. Ainda conforme Santos, a instituição encerra as atividades letivas no próximo ano, mas irá cumprir com todas as obrigações legais com seus funcionários.


Sobre uma eventual proposta do Executivo à entidade, ainda não há informações oficiais. Nesta semana, vereadores da bancada petista protocolaram na Câmara uma Indicação sugerindo a aquisição do imóvel ou mesmo um contrato de comodato. Já o vereador Claiton Casagrande (PL) protocolou uma proposição pedindo que o imóvel seja declarado como de utilidade pública. Ambas as ideias serão debatidas no próximo bloco de sessões da Câmara, que inicia no dia 11.


(Fonte: Daisy Trombetta/Ascom/Câmara de Vereadores)