Concórdia

15 set 20 | 14h15 Por Cristiano Mortari

Empresas apresentam orçamento para projeto da nova barragem de Concórdia no dia 28

Prefeitura acredita que o investimento será de mais de R$ 500 mil. Empreendimento será construído na região de São Cristóvão

Empresas apresentam orçamento para projeto da nova barragem de Concórdia no dia 28
Imprimir

As empresas interessadas em elaborar o projeto executivo da nova barragem de contenção de cheias, que será construída na região do Bairro São Cristóvão em Concórdia, vão apresentar as propostas no dia 28 deste mês. A Prefeitura estima que o projeto deve custar mais de R$ 530 mil.


De acordo com o assessor de Planejamento da Prefeitura, engenheiro Daniel Faganello, a necessidade de uma nova barragem foi apontada por estudos da Epagri/Ciram, que tem uma parceria com o município para fazer o monitoramento das condições do tempo e das possibilidades de cheias. Ele relata que a barragem construída no Parque de Exposições perdeu capacidade de armazenamento. “Estudos mostram que ocorreu uma diferença significativa no volume possível de ser armazenado pela barragem construída no Parque, de 269.534 para 190.865,99 metros cúbicos, uma diferença de 78.668,01. Isso representa percentualmente uma redução de 29,46 % da capacidade de armazenar a água”, detalha.


Faganello também explica que a capacidade de armazenamento na barragem do Parque diminuiu em função de uma acomodação do terreno. “Com o tempo a estrutura vai se acomodando, ou seja, pedras vão se encaixando, o material pode ter baixado no terreno e o espaço de armazenamento acabou diminuindo. Hoje a a barragem perdeu quase 80 mil metros cúbicos em relação à capacidade para qual foi projetada”, ressalta o engenheiro.


Em função disso a decisão foi tomada e uma nova barragem será construída para ampliar a capacidade de armazenamento de água, para que alagamentos no centro da cidade sejam evitados.


Funcionamento:

A nova barragem terá um sistema de automático de operação que vai permitir o controle de vasão de água por computador, diferente da barragem já construída, que necessita de uma pessoa no local para abrir ou fechar os vertedouros, conforme o aumento da chuva. A barragem do Parque também vai receber o sistema nos próximos meses.



15 set 20 | 14h15 Por Cristiano Mortari

Empresas apresentam orçamento para projeto da nova barragem de Concórdia no dia 28

Prefeitura acredita que o investimento será de mais de R$ 500 mil. Empreendimento será construído na região de São Cristóvão

Empresas apresentam orçamento para projeto da nova barragem de Concórdia no dia 28

As empresas interessadas em elaborar o projeto executivo da nova barragem de contenção de cheias, que será construída na região do Bairro São Cristóvão em Concórdia, vão apresentar as propostas no dia 28 deste mês. A Prefeitura estima que o projeto deve custar mais de R$ 530 mil.


De acordo com o assessor de Planejamento da Prefeitura, engenheiro Daniel Faganello, a necessidade de uma nova barragem foi apontada por estudos da Epagri/Ciram, que tem uma parceria com o município para fazer o monitoramento das condições do tempo e das possibilidades de cheias. Ele relata que a barragem construída no Parque de Exposições perdeu capacidade de armazenamento. “Estudos mostram que ocorreu uma diferença significativa no volume possível de ser armazenado pela barragem construída no Parque, de 269.534 para 190.865,99 metros cúbicos, uma diferença de 78.668,01. Isso representa percentualmente uma redução de 29,46 % da capacidade de armazenar a água”, detalha.


Faganello também explica que a capacidade de armazenamento na barragem do Parque diminuiu em função de uma acomodação do terreno. “Com o tempo a estrutura vai se acomodando, ou seja, pedras vão se encaixando, o material pode ter baixado no terreno e o espaço de armazenamento acabou diminuindo. Hoje a a barragem perdeu quase 80 mil metros cúbicos em relação à capacidade para qual foi projetada”, ressalta o engenheiro.


Em função disso a decisão foi tomada e uma nova barragem será construída para ampliar a capacidade de armazenamento de água, para que alagamentos no centro da cidade sejam evitados.


Funcionamento:

A nova barragem terá um sistema de automático de operação que vai permitir o controle de vasão de água por computador, diferente da barragem já construída, que necessita de uma pessoa no local para abrir ou fechar os vertedouros, conforme o aumento da chuva. A barragem do Parque também vai receber o sistema nos próximos meses.