Concórdia

10 set 19 | 12h58 Por Cristiano Mortari

Defesa Civil de Concórdia realiza reunião para definir estratégias em função da estiagem

Autoridades recomendam a economia de água. BRF vai fazer o transporte com carretas para abastecer a empresa

Defesa Civil de Concórdia realiza reunião para definir estratégias em função da estiagem
Imprimir

A precipitação de chuva tem sido abaixo da média nas últimas semanas, causando um cenário de estiagem na região, situação que preocupa, especialmente a atividade agrícola, além da falta para consumo doméstico. Por conta disso, nesta terça-feira, 10 de setembro, a Defesa Civil convocou uma reunião com o poder público para traçar estratégias de ação se essa condição persistir pelas próximas semanas.


Segundo Adilson de Oliveira, da Defesa Civil estadual, a previsão dos meteorologistas apontam que o cenário atual deve permanecer por 30 dias, pelo menos, devendo voltar a média normal de chuva na metade do mês de outubro. Com essa informação, a principal recomendação é o consumo consciente de água, evitando desperdícios.


Durante a reunião, o diretor do Departamento de Trânsito do município, Rudimar Vitto, informou que a empresa BRF fez um comunicado ao setor, de que até quinta-feira, 12 de setembro, vai começar o abastecimento da fábrica com carretas. Vão ser 36 carretas, com capacidade de 27 mil litros, transportando 216 cargas por dia. Toda a logística para o transporte de água vai impactar no trânsito da cidade e no trevo em frente a BRF "Vamos ter um fluxo intenso de veículos pesados no centro da cidade, causando lentidão e possíveis congestionamentos", comenta Vitto.


A situação é preocupante também para o setor agrícola, especialmente na criação de animais e nas plantações. Por isso representantes das secretarias de Urbanismo e Obras e Agricultura participaram da reunião. Gilberto João Chaves, da Defesa Civil municipal, explica que os dados levantados hoje serão documentados e encaminhados para a esfera estadual, que vão servir de base para solicitações futuras.


Fonte: Prefeitura de Concórdia

10 set 19 | 12h58 Por Cristiano Mortari

Defesa Civil de Concórdia realiza reunião para definir estratégias em função da estiagem

Autoridades recomendam a economia de água. BRF vai fazer o transporte com carretas para abastecer a empresa

Defesa Civil de Concórdia realiza reunião para definir estratégias em função da estiagem

A precipitação de chuva tem sido abaixo da média nas últimas semanas, causando um cenário de estiagem na região, situação que preocupa, especialmente a atividade agrícola, além da falta para consumo doméstico. Por conta disso, nesta terça-feira, 10 de setembro, a Defesa Civil convocou uma reunião com o poder público para traçar estratégias de ação se essa condição persistir pelas próximas semanas.


Segundo Adilson de Oliveira, da Defesa Civil estadual, a previsão dos meteorologistas apontam que o cenário atual deve permanecer por 30 dias, pelo menos, devendo voltar a média normal de chuva na metade do mês de outubro. Com essa informação, a principal recomendação é o consumo consciente de água, evitando desperdícios.


Durante a reunião, o diretor do Departamento de Trânsito do município, Rudimar Vitto, informou que a empresa BRF fez um comunicado ao setor, de que até quinta-feira, 12 de setembro, vai começar o abastecimento da fábrica com carretas. Vão ser 36 carretas, com capacidade de 27 mil litros, transportando 216 cargas por dia. Toda a logística para o transporte de água vai impactar no trânsito da cidade e no trevo em frente a BRF "Vamos ter um fluxo intenso de veículos pesados no centro da cidade, causando lentidão e possíveis congestionamentos", comenta Vitto.


A situação é preocupante também para o setor agrícola, especialmente na criação de animais e nas plantações. Por isso representantes das secretarias de Urbanismo e Obras e Agricultura participaram da reunião. Gilberto João Chaves, da Defesa Civil municipal, explica que os dados levantados hoje serão documentados e encaminhados para a esfera estadual, que vão servir de base para solicitações futuras.


Fonte: Prefeitura de Concórdia