Concórdia

01 jun 20 | 10h30 Por Analu Slongo

Concórdia teve saldo negativo de 388 empregos em abril

Setores que mais demitiram no mês passado foram o comércio e a indústria da transformação

Concórdia teve saldo negativo de 388 empregos em abril
Imprimir

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mudou o sistema de fazer a pesquisa e divulgou os números de abril na semana passada. Concórdia teve saldo negativo de 388 empregos formais no mês de abril, mas no acumulado do ano o balanço é positivo, com a criação de 409 vagas de trabalho com carteira assinada.


Agora, com o novo sistema de informações, são analisados os números de 19 setores. Deste total em Concórdia, 15 fecharam com saldo negativo. O setor que mais demitiu foi o do comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas com saldo de 162 demissões. Na sequência está a indústria da transformação com o fechamento de 53 vagas de trabalho, atividades administrativas e serviços complementares com 52, construção civil 38, saúde humana e serviços sociais 28 e alojamento e alimentação 24.


Três setores tiveram saldo positivo na geração de emprego em Concórdia no mês de abril e um deles, agricultura e pecuária, não teve variação. Mesmo que de forma tímida, as atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados criaram cinco novas oportunidades de trabalho, e outras atividades de serviços também. O setor de atividades profissionais, científicas e técnicas teve saldo positivo de uma vaga.


Veja a tabela completa para o mês de abril


01 jun 20 | 10h30 Por Analu Slongo

Concórdia teve saldo negativo de 388 empregos em abril

Setores que mais demitiram no mês passado foram o comércio e a indústria da transformação

Concórdia teve saldo negativo de 388 empregos em abril

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mudou o sistema de fazer a pesquisa e divulgou os números de abril na semana passada. Concórdia teve saldo negativo de 388 empregos formais no mês de abril, mas no acumulado do ano o balanço é positivo, com a criação de 409 vagas de trabalho com carteira assinada.


Agora, com o novo sistema de informações, são analisados os números de 19 setores. Deste total em Concórdia, 15 fecharam com saldo negativo. O setor que mais demitiu foi o do comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas com saldo de 162 demissões. Na sequência está a indústria da transformação com o fechamento de 53 vagas de trabalho, atividades administrativas e serviços complementares com 52, construção civil 38, saúde humana e serviços sociais 28 e alojamento e alimentação 24.


Três setores tiveram saldo positivo na geração de emprego em Concórdia no mês de abril e um deles, agricultura e pecuária, não teve variação. Mesmo que de forma tímida, as atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados criaram cinco novas oportunidades de trabalho, e outras atividades de serviços também. O setor de atividades profissionais, científicas e técnicas teve saldo positivo de uma vaga.


Veja a tabela completa para o mês de abril