Concórdia

28 abr 21 | 17h15 Por Jocimar Soares

Concórdia fecha o terceiro mês com saldo positivo na criação de postos de trabalho

Dados do Caged mostram que, mesmo com redução, 2021 permanece no azul no número de emprego

Concórdia fecha o terceiro mês com saldo positivo na criação de postos de trabalho
Imprimir

O município de Concórdia fechou o mês de março com saldo positivo na criação de empregos pela terceira vez consecutiva neste ano de 2021. A informação é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Caged, do Ministério do Trabalho e Emprego. No terceiro mês desse ano, foram 85 postos de saldo positivo, ante 575 em fevereiro e 419 em janeiro. Nesse período foram 1.340 contratações e 1.255 demissões./ No ano, o acumulado já é de saldo positivo de mais de 1.070 vagas.


Mesmo com a redução no saldo em comparação com o mês anterior neste ano, a microrregião tem resultado bem maior que esse mesmo período no ano passado, quando iniciou a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Na ocasião, o balanço foi de -1 nesse mesmo terceiro mês.


De acordo com os dados do Caged, o saldo positivo na geração de empregos foi alicerçado pelo setor de serviços, que teve alta de 118 postos, em seguida vem o comércio (10), indústria (3) e agropecuário (1). Por outro lado, o setor da construção teve saldo negativo de 47 postos em março de 2021.

28 abr 21 | 17h15 Por Jocimar Soares

Concórdia fecha o terceiro mês com saldo positivo na criação de postos de trabalho

Dados do Caged mostram que, mesmo com redução, 2021 permanece no azul no número de emprego

Concórdia fecha o terceiro mês com saldo positivo na criação de postos de trabalho

O município de Concórdia fechou o mês de março com saldo positivo na criação de empregos pela terceira vez consecutiva neste ano de 2021. A informação é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Caged, do Ministério do Trabalho e Emprego. No terceiro mês desse ano, foram 85 postos de saldo positivo, ante 575 em fevereiro e 419 em janeiro. Nesse período foram 1.340 contratações e 1.255 demissões./ No ano, o acumulado já é de saldo positivo de mais de 1.070 vagas.


Mesmo com a redução no saldo em comparação com o mês anterior neste ano, a microrregião tem resultado bem maior que esse mesmo período no ano passado, quando iniciou a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Na ocasião, o balanço foi de -1 nesse mesmo terceiro mês.


De acordo com os dados do Caged, o saldo positivo na geração de empregos foi alicerçado pelo setor de serviços, que teve alta de 118 postos, em seguida vem o comércio (10), indústria (3) e agropecuário (1). Por outro lado, o setor da construção teve saldo negativo de 47 postos em março de 2021.