Concórdia

04 jan 21 | 15h10 Por Cristiano Mortari

Con Animal suspende o resgate e atendimento de animais pela segunda vez em Concórdia

ONG precisa pagar dívidas que se acumularam e somam cerca de R$ 50 mil, de acordo com voluntários

Con Animal suspende o resgate e atendimento de animais pela segunda vez em Concórdia
Imprimir

A Sociedade Concordiense de Ajuda e Proteção Animal, Con Animal, anunciou no início desta semana que não fará mais resgate e atendimento de animais. De acordo com voluntários, as atividades se tornaram inviáveis em função das dívidas que a ONG acumulou. Entre clínicas veterinárias e Pet Shop, a Con Animal entra em 2021 com quase R$ 50 mil para pagar.


A vice-presidente da Con, Carina Soares, destaca que em função da pandemia, as doações de dinheiro e ração diminuíram e além disso, o número de adoções também caiu. “Não temos mais como atender sem antes pagar a dívida. Cancelamos o resgate de animais de rua, não estamos mais averiguando denúncias de maus tratos, não recolhemos mais animais abandonados e nem prestamos atendimento a animais de pessoas carentes. Infelizmente não conseguimos mais”, lamenta ela. “Não temos como pagar as clínicas e Pets e os lares temporários estão lotados, não temos nem onde colocar outros animais”, destaca.


Esta foi a segunda vez que a Con Animal cancelou os atendimentos desde que a pandemia iniciou. Em setembro de 2020 a Ong também precisou parar em função de dívidas, que já chegavam a R$ 30 mil. Em meio à ações como rifas e venda de fichas de macarrão, para arrecadar dinheiro, os voluntários voltaram a resgatar animais, em função da demanda de denúncias e pedidos de ajuda. “Entre a rifa e venda de massas a gente conseguiu cerca de R$ 2 mil. Não pagamos a dívida, mas voltamos a fazer atendimentos, pois recebemos muitas denúncias de maus tratos, pedidos para recolher animais de rua e para auxiliar aqueles necessitavam de algum atendimento clínico”, justifica Carina. “Vamos estabelecer um calendário de eventos para arrecadar recursos. Está difícil agora, em função da pandemia, mas a diretoria já está conversando para articular ações”, adianta a vice-presidente.


Doações:

A Ong ainda recebe doações de ração e valores em dinheiro. Para doar ração basta procurar os voluntários ou fazer contato nas redes sociais da Con Animal. Doações em dinheiro podem ser feitas através de depósitos ou transferências. O banco é o 756, Sicoob Crediauc, agência 3067-8 e conta 10.294-6. O Cnpj da Con Animal é o 08.157.243/0001-40. Outra alternativa é a “Vakinha on-line”, onde é possível acessar e doar. O endereço virtual é www.vakinha.com.br/vaquinha/ajuda-para-ong-con-animal



04 jan 21 | 15h10 Por Cristiano Mortari

Con Animal suspende o resgate e atendimento de animais pela segunda vez em Concórdia

ONG precisa pagar dívidas que se acumularam e somam cerca de R$ 50 mil, de acordo com voluntários

Con Animal suspende o resgate e atendimento de animais pela segunda vez em Concórdia

A Sociedade Concordiense de Ajuda e Proteção Animal, Con Animal, anunciou no início desta semana que não fará mais resgate e atendimento de animais. De acordo com voluntários, as atividades se tornaram inviáveis em função das dívidas que a ONG acumulou. Entre clínicas veterinárias e Pet Shop, a Con Animal entra em 2021 com quase R$ 50 mil para pagar.


A vice-presidente da Con, Carina Soares, destaca que em função da pandemia, as doações de dinheiro e ração diminuíram e além disso, o número de adoções também caiu. “Não temos mais como atender sem antes pagar a dívida. Cancelamos o resgate de animais de rua, não estamos mais averiguando denúncias de maus tratos, não recolhemos mais animais abandonados e nem prestamos atendimento a animais de pessoas carentes. Infelizmente não conseguimos mais”, lamenta ela. “Não temos como pagar as clínicas e Pets e os lares temporários estão lotados, não temos nem onde colocar outros animais”, destaca.


Esta foi a segunda vez que a Con Animal cancelou os atendimentos desde que a pandemia iniciou. Em setembro de 2020 a Ong também precisou parar em função de dívidas, que já chegavam a R$ 30 mil. Em meio à ações como rifas e venda de fichas de macarrão, para arrecadar dinheiro, os voluntários voltaram a resgatar animais, em função da demanda de denúncias e pedidos de ajuda. “Entre a rifa e venda de massas a gente conseguiu cerca de R$ 2 mil. Não pagamos a dívida, mas voltamos a fazer atendimentos, pois recebemos muitas denúncias de maus tratos, pedidos para recolher animais de rua e para auxiliar aqueles necessitavam de algum atendimento clínico”, justifica Carina. “Vamos estabelecer um calendário de eventos para arrecadar recursos. Está difícil agora, em função da pandemia, mas a diretoria já está conversando para articular ações”, adianta a vice-presidente.


Doações:

A Ong ainda recebe doações de ração e valores em dinheiro. Para doar ração basta procurar os voluntários ou fazer contato nas redes sociais da Con Animal. Doações em dinheiro podem ser feitas através de depósitos ou transferências. O banco é o 756, Sicoob Crediauc, agência 3067-8 e conta 10.294-6. O Cnpj da Con Animal é o 08.157.243/0001-40. Outra alternativa é a “Vakinha on-line”, onde é possível acessar e doar. O endereço virtual é www.vakinha.com.br/vaquinha/ajuda-para-ong-con-animal