Concórdia

05 abr 20 | 16h32 Por Jocimar Soares

Com proximidade da Páscoa, lojas que vendem chocolates estão autorizadas a trabalhar em SC

Alguns estabelecimentos começam a reabrir a partir desta semana.

Com proximidade da Páscoa, lojas que vendem chocolates estão autorizadas a trabalhar em SC
Imprimir

Com a proximidade da Páscoa celebrada no próximo domingo (12/04), considerada uma das datas comemorativas mais importantes do varejo no primeiro semestre o governo de SC autorizou as lojas que vendem chocolates a abrir as portas.


A liberação atende mais um pedido do Comitê de Crise de Economia do governo do Estado na qual a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) faz parte através do presidente, Ivan Tauffer.


O funcionamento, porém, deve ocorrer respeitando as regras de portaria do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), como manter o distanciamento entre os clientes. Ainda no sábado (04) várias lojas iniciaram os atendimentos em Concórdia isolando os demais produtos e seguindo as normas como distanciamento de clientes e colaboradores, assim como redução no número de colaboradores.


Para o presidente da CDL Concórdia, Rogério Cechhin, a medida traz auxílio para mais um setor. “Aguardamos agora a flexibilização de mais setores da nossa economia. Reiteramos a preocupação com a saúde das pessoas, mas precisamos encontrar equilíbrio e conviver com esse vírus que fez o mundo parar. Como entidade queremos ainda dizer aos empresários que estamos ao lado deles e vamos encontrar soluções no momento da retomada. As linhas de crédito, completo de renda aos trabalhadores, isenção de impostos e tributos anunciados trazem respiro mas precisamos e cobrarmos mais”.


No dia 17 de março o Estado decretou situação de emergência e está em regime de quarentena em função do coronavírus (COVID-19). Além das empresas ligadas ao setor alimentício de chocolates, nesta semana o governador autorizou a retomada dos trabalhos ligados a construção civil e lojas que ofereçam esses produtos.


O governador sinalizou que neste fim de semana estará estudando com o comitê a retoma de outros setores econômicos. Algumas medidas ligadas ao comércio em geral já chegaram a ser anunciadas anteriormente, mas a entrada em vigor foi adiada.


(Fonte: Fabiana Passarin/Ascom/CDL Concórdia)

05 abr 20 | 16h32 Por Jocimar Soares

Com proximidade da Páscoa, lojas que vendem chocolates estão autorizadas a trabalhar em SC

Alguns estabelecimentos começam a reabrir a partir desta semana.

Com proximidade da Páscoa, lojas que vendem chocolates estão autorizadas a trabalhar em SC

Com a proximidade da Páscoa celebrada no próximo domingo (12/04), considerada uma das datas comemorativas mais importantes do varejo no primeiro semestre o governo de SC autorizou as lojas que vendem chocolates a abrir as portas.


A liberação atende mais um pedido do Comitê de Crise de Economia do governo do Estado na qual a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) faz parte através do presidente, Ivan Tauffer.


O funcionamento, porém, deve ocorrer respeitando as regras de portaria do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), como manter o distanciamento entre os clientes. Ainda no sábado (04) várias lojas iniciaram os atendimentos em Concórdia isolando os demais produtos e seguindo as normas como distanciamento de clientes e colaboradores, assim como redução no número de colaboradores.


Para o presidente da CDL Concórdia, Rogério Cechhin, a medida traz auxílio para mais um setor. “Aguardamos agora a flexibilização de mais setores da nossa economia. Reiteramos a preocupação com a saúde das pessoas, mas precisamos encontrar equilíbrio e conviver com esse vírus que fez o mundo parar. Como entidade queremos ainda dizer aos empresários que estamos ao lado deles e vamos encontrar soluções no momento da retomada. As linhas de crédito, completo de renda aos trabalhadores, isenção de impostos e tributos anunciados trazem respiro mas precisamos e cobrarmos mais”.


No dia 17 de março o Estado decretou situação de emergência e está em regime de quarentena em função do coronavírus (COVID-19). Além das empresas ligadas ao setor alimentício de chocolates, nesta semana o governador autorizou a retomada dos trabalhos ligados a construção civil e lojas que ofereçam esses produtos.


O governador sinalizou que neste fim de semana estará estudando com o comitê a retoma de outros setores econômicos. Algumas medidas ligadas ao comércio em geral já chegaram a ser anunciadas anteriormente, mas a entrada em vigor foi adiada.


(Fonte: Fabiana Passarin/Ascom/CDL Concórdia)