Concórdia

04 abr 20 | 6h00 Por Jocimar Soares

Caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo receberão vacina da gripe

Grupo foi incluso no público alvo da campanha e deve receber as doses a partir do dia 16 de abril.

Caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo receberão vacina da gripe
Imprimir

O Ministério da Saúde fez uma alteração no calendário e no público alvo da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Iniciada no último dia 23, a vacina inicialmente está disponível para idosos e profissionais de saúde até o dia 16 de abril. Na próxima etapa serão vacinados caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, que até então não estavam relacionados para receber a dose durante a campanha. A vacinação para este novo público inicia dia 16 de abril, juntamente com o grupo de portadores de doenças crônicas, adiando a vacinação de professores, que neste momento estão em isolamento, portanto menos exposto à riscos.


Segundo o Ministério da Saúde, com essa alteração, os professores, tendo em vista que as aulas estão suspensas, passam a integrar o grupo prioritário da terceira fase. “Como todas as escolas estão com as atividades paralisadas, optamos por priorizar na próxima fase da campanha aqueles profissionais que atuam nos portos, no transporte de cargas, motoristas de transporte coletivo, expostos diariamente porque estão na linha de frente, prestando serviços essenciais”, destacou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Desta forma, a calendário de vacinação segue em três fases:


1ª fase: Idosos e profissionais da saúde (de 23 de março até 16 de abril);

2ª fase: Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários; profissionais de segurança; portadores de doenças crônicas, sistema prisional e população privada de liberdade (de 16 de abril até 9 de maio)

3ª fase: Professores, crianças de seis meses até menores de seis anos, gestantes, puérperas, indígenas, adultos entre 55 e 59 anos de idade e pessoas com deficiência (de 9 até 22 de maio).


O dia D da Campanha está marcado para o dia 9 de maio. As equipes de saúde orientam a população que busque a vacina, mas que respeite as recomendações de higiene e evite aglomerações. Vale lembrar que apesar da campanha estar dividida em fases, os primeiros grupos podem tomar a dose até o fim do calendário, em 22 de maio.


(Fonte: Lana Correa Pinheiro/Ascom/Prefeitura de Concórdia)

04 abr 20 | 6h00 Por Jocimar Soares

Caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo receberão vacina da gripe

Grupo foi incluso no público alvo da campanha e deve receber as doses a partir do dia 16 de abril.

Caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo receberão vacina da gripe

O Ministério da Saúde fez uma alteração no calendário e no público alvo da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Iniciada no último dia 23, a vacina inicialmente está disponível para idosos e profissionais de saúde até o dia 16 de abril. Na próxima etapa serão vacinados caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, que até então não estavam relacionados para receber a dose durante a campanha. A vacinação para este novo público inicia dia 16 de abril, juntamente com o grupo de portadores de doenças crônicas, adiando a vacinação de professores, que neste momento estão em isolamento, portanto menos exposto à riscos.


Segundo o Ministério da Saúde, com essa alteração, os professores, tendo em vista que as aulas estão suspensas, passam a integrar o grupo prioritário da terceira fase. “Como todas as escolas estão com as atividades paralisadas, optamos por priorizar na próxima fase da campanha aqueles profissionais que atuam nos portos, no transporte de cargas, motoristas de transporte coletivo, expostos diariamente porque estão na linha de frente, prestando serviços essenciais”, destacou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Desta forma, a calendário de vacinação segue em três fases:


1ª fase: Idosos e profissionais da saúde (de 23 de março até 16 de abril);

2ª fase: Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários; profissionais de segurança; portadores de doenças crônicas, sistema prisional e população privada de liberdade (de 16 de abril até 9 de maio)

3ª fase: Professores, crianças de seis meses até menores de seis anos, gestantes, puérperas, indígenas, adultos entre 55 e 59 anos de idade e pessoas com deficiência (de 9 até 22 de maio).


O dia D da Campanha está marcado para o dia 9 de maio. As equipes de saúde orientam a população que busque a vacina, mas que respeite as recomendações de higiene e evite aglomerações. Vale lembrar que apesar da campanha estar dividida em fases, os primeiros grupos podem tomar a dose até o fim do calendário, em 22 de maio.


(Fonte: Lana Correa Pinheiro/Ascom/Prefeitura de Concórdia)